O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Itália a caminho do Brasil após vencer checos

Itália 2-1 República Checa
Um cabeceamento de Giorgio Chiellini e uma grande penalidade de Mario Balotelli confirmaram o apuramento dos italianos para o Brasil.

Mario Balotelli venceu o duelo com Petr Čech em Turim
Mario Balotelli venceu o duelo com Petr Čech em Turim ©AFP/Getty Images

A Itália confirmou a presença no Campeonato do Mundo de 2014, ao bater a República Checa por 2-1 e garantir o primeiro lugar do Grupo B com dois jogos por realizar.

A equipa da casa ficou em desvantagem aos 19 minutos, quando Libor Kozák inaugurou o marcador do Estádio da Juventus. No segundo tempo, um cabeceamento de Giorgio Chiellini e uma grande penalidade de Mario Balotelli, em apenas três minutos, permitiram que houvesse mais motivos para festejar, para além de Gianluigi Buffon ter igualado o recorde de Fabio Cannavaro ao atingir as 136 internacionalizações por Itália.

Petr Čech teve de se esticar ao máximo para desviar com uma palmada um remate de Balotelli aos 12 minutos e os visitantes ganharam vantagem no marcador sete minutos mais tarde, quando Tomáš Rosický lançou um contra-ataque com um belo passe a desmarcar Petr Jiráček pela esquerda. Kozák correspondeu com o pé direito ao cruzamento perfeito do defesa e não permitiu a defesa a Buffon.

A equipa da casa reagiu e pressionou em busca do empate, com Balotelli a desperdiçar duas grandes oportunidades num curto espaço de tempo: acertou na trave com um remate de pé direito a três metros da baliza e depois atirou por alto com o pé esquerdo. A frustração do avançado do AC Milan aumentou ainda mais quando cabeceou com violência e viu Čech fazer mais uma boa defesa. Os checos perderam Rosický devido a lesão, mas estiveram perto de marcar pela segunda vez quando Kozák falou o alvo por pouco, no final do primeiro tempo.

Chiellini empatou aos 51 minutos com um cabeceamento após um pontapé de canto de Atonio Candreva e, três minutos depois, Balotelli foi derrubado por Theodor Gebre Selassie dentro da área. O atacante enganou Čech na cobrança do castigo máximo. Os visitantes ficaram em inferioridade numérica aos 89 minutos devido à expulsão de Daniel Kolář e caíram para o quarto lugar do Grupo B, a quatro pontos da Bulgária, que é segunda, e a três da Dinamarca.