Dinamarca e Suécia preparam batalha decisiva

Dinamarca e Suécia têm motivos para estar optimistas, mas os seleccionadores acreditam que a segunda mão do "play-off" vai ser tão equilibrada como a primeira.

Christian Eriksen no treino da Dinamarca esta segunda-feira, antes da segunda mão
Christian Eriksen no treino da Dinamarca esta segunda-feira, antes da segunda mão ©AFP/Getty Images
  • Suécia leva uma vantagem de 2-1 da primeira mão para a Dinamarca
  • Morten Olsen espera que a Dinamarca "ganhe e se qualifique"
  • Zlatan Ibrahimović marcou à Dinamarca nos sete jogos anteriores
  • Dinamarca bateu a Suécia por 1-0 no último duelo em Copenhaga, em Maio de 2014
  • Equipas vão usar braçadeiras negras e respeitar um minuto de silêncio na sequência dos trágicos acontecimentos em Paris

Equipas prováveis
Dinamarca: Schmeichel; Jacobsen, Kjær, Agger, Durmisi; Eriksen, Kvist, Højbjerg, Krohn-Dehli; Jørgensen; Bendtner.
Ausentes: ninguém
Em dúvida: ninguém

SuéciaIsaksson; Lustig, Granqvist, Johansson, Olsson; Durmaz, Lewicki, Källström, Forsberg; Berg, Ibrahimović.
Ausentes: Antonsson (virilha) 
Em dúvida: Olsson (constipação)

Resumo: Suécia 2-1 Dinamarca
Resumo: Suécia 2-1 Dinamarca

Morten Olsen, seleccionador da Dinamarca
A nossa exibição na primeira mão não foi má. O vencedor foi justo, mas quando se perde as pessoas têm a tendência de pensar que tudo foi mau, mas nem sempre é assim. A minha função é analisar o que fizemos bem e o que não correu tão bem.

Espero que a nossa equipa ganhe e se qualifique. Vai ser complicado, mas ninguém disse que seria fácil. No entanto, temos a vantagem de jogar em casa e decidir tudo perante os nossos adeptos. Espero um jogo equilibrado.

Forsberg e o triunfo da Suécia na primeira mão
Forsberg e o triunfo da Suécia na primeira mão

Erik Hamrén, seleccionador da Suécia
Penso que a Dinamarca vai tentar jogar como fez nos últimos 25-30 minutos no sábado. Vamos ver se os conseguimos impedir de fazer isso. Prefiro que o jogo seja semelhante ao que foi nos primeiros 60-65 minutos.

Quero ver os meus jogadores a demonstrarem coragem, a mesma coragem que mostraram após os primeiros cinco ou dez minutos do última desafio. Existe um bom ambiente na equipa depois do jogo de sábado, e também por termos vencido a Dinamarca pela primeira vez em muito tempo.

Se pensarmos que o 0-0 é suficiente para garantir a qualificação iremos passar por muitas dificuldades. Claro que estudámos os marcadores de grandes penalidades e também o Kasper Schmeichel [no caso de ser necessário], mas o nosso objectivo é que não seja preciso recorrer a um desempate por penalties.

Zlatan Ibrahimović depois de fazer o 2-0 para a Suécia
Zlatan Ibrahimović depois de fazer o 2-0 para a Suécia©AFP/Getty Images

Registo na fase de qualificação
Dinamarca, terceira classificada do Grupo I
V3 E3 D2 GM8 GS5

Suécia, terceira classificada do Grupo G
V5 E3 D2 GM15 GS9

Registo no "play-off" do EURO
Dinamarca: um apuramento
Suécia: N/D

Opinião do repórter: Nicklas Vinde (@vinde7)
O golo marcado na primeira mão por Nicolai Jørgensen, o primeiro da Dinamarca em quatro jogos oficiais, permite à equipa da casa continuar a sonhar. Uma derrota por 2-0 em Solna teria deixado a Dinamarca com hipóteses mínimas, mas agora tudo parece em aberto.

Sabia que?
Estes países vizinhos defrontaram-se 105 vezes, com a Suécia a conseguir 47 vitórias face às 40 da Dinamarca.

Topo