Arménia permite empate à beira do fim

Arménia 1-1 SérviaOs locais desperdiçaram um penalty a sete minutos do fim e abriram a porta ao empate sérvio no minuto 90.

Highlights: Armenia v Serbia

A Sérvia começa melhor, mas a Arménia foi melhorando ao longo do jogo
Robert Arzumanyan marca o seu primeiro golo internacional em cinco anos, abrindo o activo
Marcos Pizzelli vê penalty defendido por Vladimir Stojković pouco depois do primeiro golo
Zoran Tošić empata no último minuto, com a Sérvia a começar o Grupo I com um empate
Próximos jogos: Arménia - França, Sérvia - Albânia (terça-feira)

Adversários de Portugal, Arménia e a Sérvia empataram 1-1 em jogo do Grupo I da fase de qualificação do UEFA EURO 2016, disputado em Ierevan.

Na estreia da Sérvia na fase de apuramento, a solidariedade defensiva dos locais não teve eco na qualidade de posse de bola, o que tornou quase impossível tentar chegar ao golo, uma vez que nas transições os arménios não envolviam mais do que três homens. Por outro lado, a formação de Dick Advocaat investiu forte no ataque e só não chegou ao intervalo a vencer graças ao bom desempenho do guarda-redes Roman Berezovski.

O capitão da equipa da casa mostrou bons reflexos e um posicionamento adequado entre os postes, negando desta maneira as tentativas de Aleksandar Kolarov (14’), Dušan Tadić (20’), Zdravko Kuzmanović (28’) e Duško Tošić (37’). Pelo meio, Marcos Pizzelli, num raro momento em que teve liberdade de movimentos, obrigou Vladimir Stojković (31’) a defesa difícil.

A partida recomeçou animada, com Artur Sarkisov (53’) e Tošić (56’) a desperdiçarem ocasiões soberanas para abrir o activo e com os locais a manterem a estratégia na segunda parte só foi preciso esperar até ao minuto 73 para que Robert Arzumanyan, de cabeça, fizesse um golo histórico – por ser o primeiro marcado à Sérvia –, a cruzamento de Taron Voskanyan.

Os sérvios, recheados de grandes estrelas, acusaram o golo, e Sarkisov (82) foi derrubado na área por Stefan Mitrović. Na conversão do penalty, Stojković por duas vezes defendeu o remate de Pizzelli, evitando heroicamente o dilatar da desvantagem e repondo o ânimo que ia faltando aos colegas para o que restava da partida.

E Tošić soube aproveitá-lo, fazendo o empate com um remate de fora da área, ao minuto 90, de nada valendo o voo do quarentão Berezovki, batido no único remate enquadrado dos sérvios no segundo tempo.

Topo