Caminhada cheia de surpresas

A fase de qualificação para o Europeu de Sub-21, na Dinamarca, regressa esta sexta-feira e, se a toada dos encontros já disputados se mantiver, esperam-se mais algumas surpresas.

No último jogo, a República Checa bateu a Alemanha, campeã em título
No último jogo, a República Checa bateu a Alemanha, campeã em título ©Getty Images

A fase de qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 de 2011, na Dinamarca, vai ser retomada esta sexta-feira, e se a toada dos encontros já disputados se mantiver, esperam-nos mais algumas surpresas.

Portugal visita líder
No Grupo 9, Portugal, que venceu o único encontro que disputou até ao momento nesta fase de qualificação, vai visitar a líder Grécia, enquanto a Inglaterra, finalista vencida em Junho último, recebe a Macedónia, depois de ter já ido a Skopje ganhar por 2-1, no seu primeiro encontro no grupo. Das selecções que marcaram presença na fase final da edição de 2009, a Finlândia foi a que arrancou da pior forma nesta fase de qualificação, não tendo ainda somado qualquer ponto nos dois encontros que disputou no Grupo 4, que conta também com Espanha, Polónia e Holanda, campeã em 2006 e 2007. A Finlândia vai receber a selecção "laranja" na sexta-feira, antes de os holandeses se encontrarem com a Polónia, na próxima terça-feira.

Surpresas iniciais
A Rússia vai receber as Ilhas Faroé no sábado, apostada em desforrar-se da surpreendente derrota por 1-0 quando ambas se encontraram em Junho, naquela que foi apenas a segunda vitória da história das Ilhas Faroé a este nível. A República Checa ganhou em casa da Alemanha, campeã em título, na jornada anterior, resultado que lhe possibilitou ascender ao primeiro lugar do Grupo 5, e o País de Gales surpreendeu a Itália ao bater, por 2-1, a selecção transalpina, cinco vezes campeã da Europa de Sub-21, em jogo do Grupo 3. O País de Gales soma dez pontos em quatro jogos e sábado, na recepção à Bósnia-Herzegovina, tentará dar seguimento a este êxito recente, três dias antes de a Itália receber, também ela, a selecção dos Balcãs. República Checa e Roménia são as duas únicas selecções que apresentam um registo 100 por cento vitorioso até ao momento, ao fim de quatro jogos e, enquanto os checos não vão estar em acção este fim-de-semana, os romenos irão tentar a quinta vitória em cinco jogos na deslocação à Letónia, sexta-feira.

Estónia impressiona
Com muitas das 52 selecções em prova já com, pelo menos, três partidas disputadas, as classificações começam a ganhar forma e os principais candidatos aos 14 lugares nos "play-offs" começam a perfilar-se. A Estónia é a surpreendente líder do Grupo 2 e terá um teste complicado às suas credenciais quando receber a Suíça, na sexta-feira. No Grupo 8, a líder Bélgica vai defrontar, no espaço de quatro dias, Ucrânia e França, empatadas no segundo posto com quatro pontos. Depois de resultados algo inconstantes nos primeiros jogos, Croácia e Sérvia vão medir forças no Grupo 7, na tentativa de encurtar a distância para a líder Eslováquia.

Topo