Inglaterra e Holanda querem rectificar imagem

A emoção paira sobre o regresso da qualificação para o Europeu de Sub-21, com a Inglaterra a receber a Bélgica, a Escócia a querer somar novo triunfo sobre a Holanda e Portugal a receber a Rússia.

O defesa Craig Dawson já marcou quatro golos por Inglaterra na qualificação
O defesa Craig Dawson já marcou quatro golos por Inglaterra na qualificação ©Getty Images

A campanha de qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 de 2013 regressa esta quarta-feira, com a Inglaterra à procura da desforra frente à Bélgica, a Escócia a querer somar novo triunfo sobre a Holanda e a Grécia com uma difícil deslocação à Alemanha.

Portugal, que está no segundo lugar do Grupo 6 a quatro pontos da Rússia, vai tentar aproximar-se da liderança quando receber a equipa do Leste europeu a 1 de Junho.

A Inglaterra lidera o Grupo 8 e vai defrontar a Bélgica, que é segunda, com quatro pontos a separarem os dois países. Os belgas, na altura comandados por Francky Dury, venceram por 2-1 quando receberam os ingleses em Novembro, infligindo a primeira derrota no apuramento à equipa de Stuart Pearce.

Desta vez, as duas selecções vão ter comandantes diferentes no banco. Brian Eastick ocupa do lugar de Pearce, que assumiu interinamente o comando da selecção principal de Inglaterra após a demissão de Fabio Capello, enquanto Dury deixou o comando da Bélgica em Dezembro para treinar o SV Zulte Waregem, pelo que a equipa será liderada por um treinador interino, Jean François Rémy, que vai ocupar o cargo até à entrada de Johan Walem, a 1 de Julho.

Se Rémy conseguir conduzir a Bélgica a um novo triunfo sobre Inglaterra, o Grupo 8 ficará em aberto, tanto mais que os dois países vão ter de medir forças em Setembro com Noruega, que está em terceiro, com menos um ponto que a Bélgica e menos um jogo disputado. A Inglaterra confia na boa forma de Alex Oxlade-Chamberlain e do surpreendente defesa-goleador Craig Dawson para conseguir uma vantagem de sete pontos.

O Grupo 10 está ainda mais equilibrado, com a Holanda a dispor de apenas um ponto de vantagem sobre a Escócia e a Bulgária. Os holandeses e a equipa britânica comandada por Billy Stark vão medir forças esta semana, com ambos a tentarem aproveitar o jogo que têm a menos em relação aos búlgaros.

A Escócia joga em casa e quer assumir a liderança, tanto mais que venceu por 2-1 o encontro da primeira volta disputado em Nijmegen, um desafio que terminou com o registo perfeito dos holandeses. Os escoceses apostam no avançado Jordan Rhodes, que já apontou seis golos, para voltara a fazer a diferença.

A Grécia desloca-se à Alemanha à procura de uma vitória que possibilite a subida ao segundo lugar do Grupo 1, com dois pontos de vantagem sobre a Bósnia e Herzegovina e a Bielorrússia, que medem forças na próxima jornada, a 1 de Junho.

A Alemanha é um adversário temível, já que venceu os sete encontros disputados, com o registo impressionante de 31 golos marcados e apenas cinco sofridos. A Grécia está motivada por ter marcado quatro desses cinco golos, mas, mesmo assim, a equipa de Rainer Adrion conseguiu vencer o encontro em Novembro, com Peniel Mlapa a completar um "hat-trick" em tempo de compensação e a dar o triunfo aos germânicos por 5-4.

O País de Gales recebe Andorra, que ainda não somou qualquer ponto, e quer aproveitar para subir ao segundo posto do equilibrado Grupo 3, enquanto os últimos classificados dos Grupos 1 e 8 vão medir forças, com Chipre a deslocar-se a San Marino e o Azerbaijão a receber a Islândia.

Topo