O "site" oficial do futebol europeu

Espanha demasiado forte para o Uruguai

Publicado: Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013, 21.07CET
Espanha 3-1 Uruguai
A Espanha honrou o jogo 100 de Carles Puyol no dia em que Vicente del Bosque igualou o recorde de 68 partidas à frente da selecção.
por Paul Bryan
Espanha demasiado forte para o Uruguai
Friendly ©AFP/Getty Images

Publicado: Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013, 21.07CET

Espanha demasiado forte para o Uruguai

Espanha 3-1 Uruguai
A Espanha honrou o jogo 100 de Carles Puyol no dia em que Vicente del Bosque igualou o recorde de 68 partidas à frente da selecção.

A Espanha venceu o Uruguai por 3-1, em Doha, e fez um bom ensaio para os jogos em Março a contar para a qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014.

Os campeões da Europa e do Mundo vão receber a Finlândia e jogar em França num espaço de apenas quatro dias no próximo mês e mostraram que estão em boa forma ao vencerem os campeões sul-americanos. Cesc Fàbregas inaugurou o marcador, Cristian Rodríguez, jogador do Club Atlético de Madrid, empatou, mas Pedro Rodríguez bisou e decidiu o desfecho do encontro.

Os espanhóis queriam aumentar a série de invencibilidade que dura há 17 jogos, mais concretamente desde um desaire por 1-0 em Inglaterra, em Novembro de 2011, e entraram determinados em campo. Fàbregas inaugurou o marcador à passagem do quarto-de-hora com um remate de longa distância que Fernando Muslera, guarda-redes do Galatasaray AŞ, não conseguiu segurar.

Carles Puyol pensou que tinha assinalado a 100ª internacionalização com um golo, mas a jogada foi anulada por fora-de-jogo. O golo de Fàbregas motivou a reacção do Uruguai, que empatou aos 32 minutos. Martín Cáceres desmarcou Rodríguez, que rodou, aguentou a pressão de Puyol e bateu Víctor Valdés com um remate rasteiro.

A selecção espanhola foi muito apoiada pelos adeptos que esgotaram a lotação do Estádio Internacional Khalifa e voltou a adiantar-se no marcador no início do segundo tempo, na sequência de um erro do defesa Diego Godin. O lapso foi aproveitado por um trio de jogadores do FC Barcelona, com Sergio Busquets e Gerard Piqué a permitirem que Pedro Rodríguez batesse Muslera com um remate da direita que levou a bola a entrar junto ao poste mais distante.

Vicente del Bosque, que igualou o recorde de László Kubala ao dirigir pela 68ª vez a selecção espanhola, permitiu as estreias de César Azpilicueta, Isco e Mario Suárez, mas foi a velha guarda constituída por Fàbregas e Pedro que combinou para dar um triunfo por 3-1 aos vencedores do UEFA EURO 2012. David Villa conduziu um rápido contra-ataque e serviu Fàbregas na esquerda, com o médio a cruzar para a área, onde surgiu Pedro a empurrar a bola para o 11º golo em 24 internacionalizações.

Última actualização: 07-02-13 10.58CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/friendlies/season=2014/matches/round=2000374/match=2011588/postmatch/report/index.html#espanha+demasiado+forte+para+uruguai

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.