O "site" oficial do futebol europeu

Bósnios acreditam que chegou a sua vez

Publicado: Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013, 16.58CET
Após falhar o acesso aos dois últimos grandes torneios no "play-off", a Bósnia e Herzegovina mostra-se determinada em estar presente no Brasil em 2014, diz Safet Sušić ao UEFA.com.
Bósnios acreditam que chegou a sua vez
O seleccionador da Bósnia e Herzegovina, Safet Sušić, falou ao UEFA.com ©UEFA.com

Publicado: Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013, 16.58CET

Bósnios acreditam que chegou a sua vez

Após falhar o acesso aos dois últimos grandes torneios no "play-off", a Bósnia e Herzegovina mostra-se determinada em estar presente no Brasil em 2014, diz Safet Sušić ao UEFA.com.

Safet Sušić foi um dos melhores jogadores da sua geração e agora está a deixar a sua marca como seleccionador da Bósnia e Herzegovina, levando o país a liderar o Grupo G de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2014 sem qualquer derrota. O treinador explicou ao UEFA.com que este resultado não deve ser encarado como uma surpresa.

"O nosso povo adora o futebol", explicou o técnico de 57 anos, que assumiu o cargo em 2009. "É impossível passear por uma das nossas cidades sem encontrar 100 rapazes vestidos com camisolas da selecção, normalmente com os nomes de [Edin] Džeko, [Zvjezdan] Misimović ou [Miralem] Pjanić. O nosso país sempre teve excelentes executantes. Não temos muitos jogadores, pois somos um país pequeno, mas nunca tivemos falta de talento".

Sušić foi um desses talentos, destacando-se ao longo de uma brilhante carreira ao serviço do FK Sarajevo e do Paris Saint-Germain FC, tendo 21 golos marcados em 54 internacionalizações pela Jugoslávia. Em 2004, juntou-se a nomes como Alfredo Di Stéfano, Bobby Moore e Johan Cruyff ao ser nomeado Jogador de Ouro do seu país nas comemorações do jubileu da UEFA.

Agora, Sušić tem a missão de comandar uma nova geração, uma equipa que esteve muito perto de marcar presença no UEFA EURO 2012, só não conseguindo levar a melhor sobre Portugal no "play-off". Foi uma repetição do que tinha acontecido na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2010, quando Miroslav Blažević também não encontrou forma de superar os portugueses no derradeiro obstáculo, mas Sušić acredita que o resultado será bem diferente no apuramento para o Brasil 2014.

"Os meus jogadores são extremamente inteligentes e ambiciosos", afirmou Sušić. "Querem aprender, querem melhorar a sua qualidade, e podemos aprender muito com uma derrota, especialmente quando é uma derrota importante".

Sušić acrescentou: "Somos um país pequeno, ansioso por conseguir grandes resultados. Depois da derrota ante Portugal, os meus jogadores perceberam que só podemos fazer frente às grandes selecções se tivermos uma abordagem muito séria".

Clique no leitor de vídeo para ver a entrevista completa.

Última actualização: 02-10-14 1.31CET

Informação relacionada

Perfis dos treinadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/worldcup/news/newsid=1914247.html#bosnios+acreditam+chegou

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.