O "site" oficial do futebol europeu

2013: Sandie Toletti

A criativa francesa Sandie Tolleti marcou o golo de abertura na final em Llanelli contra a Inglaterra evitando ficar na equipa derrotada na sua terceira final da UEFA.
2013: Sandie Toletti
A nº 10 de França, Sandie Toletti carrega o troféu bem como a colega Faustine Robert ©Sportsfile

2013: Sandie Toletti

A criativa francesa Sandie Tolleti marcou o golo de abertura na final em Llanelli contra a Inglaterra evitando ficar na equipa derrotada na sua terceira final da UEFA.

Se Sandie Toletti foi uma das poucas totalistas da França no Campeonato da Europa Feminino de Sub-19, ela mais do que qualquer outra justificou esse estatuto no sudoeste do País de Gales.

O seu desempenho ao longo das duas semanas de competição ficou exemplificado pelo derrube que sofreu na grande área de Inglaterra durante a primeira metade sem golos na final do Parc y Scarlets , a 31 de Agosto. A elegante nº 10 foi ao mesmo tempo criadora e executora das duas primeiras oportunidades da França, antes de rematar torto e ter uma quarta tentativa salva em cima da linha.

A criativa de 18 anos acertou no poste num remate de longe, no jogo de abertura do Grupo A frente às rivais do outro lado do Canal da Mancha, com a felicidade a finalmente chegar aos cinco minutos do prolongamento em Llanelli, quando acorreu a um pontapé de canto para cabecear, desviando a bola numa defesa adversária para contornar a até então imbatível guarda-redes inglesa Elizabeth Durack.

O golo que deu o triunfo por 2-0 à selecção de Gilles Eyquem foi também o seu terceiro no torneio. A jogadora do Montpellier Hérault SC colocou a França a vencer por 2-1 a Dinamarca na segunda jornada, empurrando para a baliza uma bola cruzada pela atacante loira Claire Lavogez que a defesa contrária não conseguiu interceptar. Ao triunfo por 3-1 em Stebonheath Park sucedeu uma vitória por 3-0 sobre Gales, em Haverfordwest, com Toletti a quebrar a resistência com um remate de longa distância. 

Feliz na posse de bola e a correr ao ritmo das adversárias, a tecnicamente dotada Toletti misturou classe com um incansável esforço. O seu registo de três golos e uma assistência em cinco partidas fê-la merecer a medalha de vencedora a acompanhar o seu sucesso quando capitaneou “Les Bleuettes” na glória no Campeonato Mundial Sub-17, no Azerbaijão, em Outubro de 2012.

A guarda-redes Solène Durand disse sobre a colega: “A Sandie criou oportunidades, deu tudo pela equipa parecendo preferir fornecer jogadas para golo do que marcá-los. Ela tem, também, um grito muito distintivo que todas nós adorámos!”. 

Toletti-se lamentou a incapacidade da França de transformar em golos as oportunidades criadas na primeira parte contra a Inglaterra -, mas disse que, na final, "a força mental foi a chave". Para a rapariga dourada da França, é já a terceira vez que sai feliz numa final europeia: ela foi a capitã na final perdida contra a Alemanha nos penalties do Campeonato da Europa Feminino Sub-17, em Junho de 2012, tendo também jogado o inverso contra a Espanha, em 2011, no mês em que completou 16 anos.

Essa derrota com a Alemanha foi, é claro, desforrada por Toletti e companhia na meia-final em Llanelli e, graças à persistência da Nº10, no mesmo local, três dias depois, o resto é história.

Última actualização: 24-09-13 8.50CET

Informação relacionada

Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/womensunder19/history/season=2013/goldenplayer/index.html#2013+sandie+toletti