O "site" oficial do futebol europeu

2010: Natasa Andonova

Com apenas 16 anos, Natasa Andonova lutou contra a maré na estreia da ARJ da Macedónia numa fase final, mas fê-lo com estilo, elegância e, como a vencedora França descobriu, alguma desenvoltura.
2010: Natasa Andonova
Natasa Andonova destacou-se numa equipa que por vezes foi sujeita a intensa pressão ©Sportsfile

2010: Natasa Andonova

Com apenas 16 anos, Natasa Andonova lutou contra a maré na estreia da ARJ da Macedónia numa fase final, mas fê-lo com estilo, elegância e, como a vencedora França descobriu, alguma desenvoltura.

Já nas cogitações de alguns dos principais clubes europeus, Natasa Andonova aguçou o interesse com a sua impressionante rebeldia, naquilo que constituiu sempre uma batalha perdida. Remando contra a maré durante grande parte da campanha de estreia da Antiga República Jugoslava da Macedónia numa fase final desta categoria, fê-lo com estilo, elegância e, como a vencedora França descobriu, alguma desenvoltura.

Revelou-se o momento pelo qual o público da casa aguardava, mais por falta de esperança do que por expectativa. Remetida ao seu meio-campo, sofrendo ataque após ataque, a ARJ da Macedónia tinha sido goleada pela Espanha (6-0), pela Holanda (7-0), e, a 25 minutos do fim do jogo com a França, perdia por 4-0. Foi a deixa para Andonova. Depois de roubar a bola a Adeline Rousseau, a nº10 avançou no terreno e, apercebendo-se de que a guarda-redes Laetitia Philippe estava adiantada, marcou golo num remate a 40 metros da baliza.

"Foi um sentimento especial e um grande golo", disse. "No entanto, não foi o melhor da minha carreira. Esse aconteceu frente à Noruega, nas Sub-17, da linha do meio-campo." De facto, se colocarem o nome dela num motor de busca, não demorarão muito até encontrar uma série de excelentes golos em remates de longe – e isso é tanto mais notável porque, apesar de já ter experiência internacional a nível sénior, na UEFA Women's Champions League, Andonova tem apenas 16 anos.

É por isso que se diz que equipas como 1. FFC Turbine Potsdam e Olympique Lyonnais estão a seguir a sua evolução, apesar de ela ser muito mais do que uma boa rematadora de longa distância. Satisfeita com a bola nos pés, foi tudo para o seu conjunto mantendo as adversárias ocupadas – criativa, capitã e alma da equipa. "Estou muito optimista em relação ao meu futuro", disse ao UEFA.com. E tem todos os motivos para isso.

 
Última actualização: 14-08-11 14.51CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/womensunder19/history/season=2010/goldenplayer/index.html#2010+natasa+andonova

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo e o troféu do Campeonato da Europa Feminino de Sub-19 estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.