O "site" oficial do futebol europeu

Introdução

Introdução
Relatório técnico

Introdução

A fase final do Campeonato da Europa Feminino Sub-17 da UEFA de 2015 foi o segundo a contar com oito equipas, após o alargamento bem sucedido do evento em 2013/14.

Até essa fase final em Inglaterra, em Novembro e Dezembro de 2013, as seis edições anteriores do torneio tinham contado com duas meias-finais, um jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares e a final, por isso este era o primeiro torneio feminino Sub-17 a ser disputado sob o novo formato nos meses de Verão. Os dois grupos de quatro equipas, que originavam duas meias-finais e a final, compreendiam um total de 15 jogos. Desta vez, uma outra novidade na prova, já que não houve lugar a jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares, pois este ano não era necessário qualificação para o Campeonato do Mundo Feminino Sub-17, um evento bianual.

A tarefa de acolher a primeira fase final a oito equipas, no Verão, foi levada a cabo com sucesso pela Federação de Futebol da Islândia (KSÍ), que recebeu as oito selecções e delegações, bem como a equipa organizadora da UEFA e o comité organizador local (LOC) em dois locais principais na capital islandesa. Para os 15 jogos, foram utilizados seis estádios – três em Reiquiavique, um nas imediações de Kopavogur, e dois, Grindavik e Akranes, a 45 minutos de distância do quartel-general do torneio. No total, 15 clubes locais estiveram envolvidos, fornecendo o respectivo estádio ou o centro de treinos.

©Sportsfile

O mar, visível por cima do topo do Akranesvöllur

Dois jogos da fase de grupos realizaram-se no estádio nacional, em Laugardalur, enquanto Akranes, junto ao mar, ofereceu um cenário particularmente pitoresco. Chegados às meias-finais e à final, o Valsvöllur, em Reiquiavique, com capacidade para 1201 lugares sentados, foi o palco, atraindo 757 espectadores para o jogo decisivo, num total de assistência de 6360 espectadores, uma média de 424 por jogo. A maior assistência registou-se na meia-final entre Espanha e França, com 807 pessoas nas bancadas.

Enquanto o jogo entre Espanha e Suíça começou às 16h00 locais (17h00 em Portugal Continental) de sábado, dia 4 de Julho, as três jornadas da fase de grupos eram compostas por dois jogos ao início da tarde e dois ao final, às 13h00 e 19h00, respectivamente, com a selecção anfitriã a jogar sempre mais tarde. As geralmente gélidas, mas agradáveis, temperaturas do Verão islandês revelaram-se ideais para a prática do futebol.

Se o evento a oito equipas significa mais oportunidades de desenvolvimento para jovens talentos, representa o mesmo para as árbitras emergentes do continente. Seis árbitras, oito árbitras-assistentes – incluindo duas do país anfitrião – e duas com a função de quarto-árbitro foram escolhidas para aumentarem a sua formação na fase final deste torneio da UEFA. Apenas uma desse lote, a holandesa Vivian Peeters, tinha experiência anterior numa fase final europeia, curiosamente na Islândia, durante o Campeonato da Europa Feminino Sub-19 da UEFA, em 2007.

A agenda para o segundo torneio feminino organizado pelo país nórdico também contou com as já tradicionais palestras sobre antidoping e viciação de resultados, criados para jogadores que se estreiam a nível internacional.

A equipa técnica da UEFA no local foi formada por Jarmo Matikainen (Finlândia) e Béatrice von Siebenthal (Suíça), com as suas observações a fornecerem a base para este relatório técnico que, para além de apresentar um registo permanente do evento, ambiciona dar informa��ão útil a treinadores que trabalham nos escalões de formação. Com 44 federações-membro da UEFA a terem iniciado a campanha 2014/15 com o objectivo de chegarem à Islândia, não deve haver falta de interesse.

Editorial
Patrick Hart
Jim Wirth

Administração/coordenação
Stéphanie Tétaz

Observadores técnicos
Jarmo Matikainen
Béatrice von Siebenthal

Imagens
Diarmuid Greene (Sportsfile)

Multimédia
Martyn Hindley
Rob Daly
Joe Hanshaw

Gráficos
12th Man

©Sportsfile

Medalhas das vencedoras antes da final do EURO Feminino Sub-17

https://pt.uefa.com/womensunder17/season=2015/technical-report/index.html#introducao