O "site" oficial do futebol europeu

Alemanha supera Espanha e recupera título

A Alemanha derrotou a Espanha no desempate por grandes penalidades diante uma assistência recorde em Borisov e recuperou o título num torneio com recorde de golos.

Alemanha supera Espanha e recupera título

A Alemanha derrotou a Espanha no desempate por grandes penalidades diante uma assistência recorde em Borisov e recuperou o título num torneio com recorde de golos.

O nono Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 da UEFA foi, até à data, o mais concorrido, com a participação de 47 nações, pelo que se entendeu apropriado que a fase final – a terceira na história da competição – decorresse com oito selecções, o que permitiu serem batidos vários recordes dentro e fora de campo.

A fase de qualificação, que abrangeu a primeira fase no Outono e depois a ronda de elite na Primavera, reduziu o lote inicial de 44 selecções – a que se juntaram a meio as cabeças-de-série Alemanha e França – numa fase final de oito equipas, incluindo a anfitriã Bielorrússia.

Desde o pontapé de saída dos dois grupos de quatro selecções, ficou claro que as assistências iriam ser boas. Talvez incentivadas pelo clima ameno e pelo início dos jogos ao final da tarde, as jovens e entusiastas assistências fizeram com que o somatório das 16 partidas disputadas atingisse os 44.653 espectadores (mais do que duplicando o anterior recorde). Este número inclui o número recorde de 10.200 que assistiram à final, numa prova que no seu decurso bateu por três vezes o máximo de assistências num jogo de futebol feminino em Sub-17.

Para além disso, os espectadores viram também serem marcados um recorde de golos na prova, 58, 12 deles apontados num só jogo da fase de grupos, estabelecendo novo máximo de diferença de tentos num triunfo numa prova da UEFA.

Com a Alemanha a participar na sua oitava fase final e a Espanha na sétima – e com Inglaterra, Noruega e Itália também com estatuto de “veteranas” no escalão – deu-se uma particularidade notável, elevando-se para 20 o número de países que já participaram neste torneio, após as estreias de Bielorrússia, República Checa e Sérvia.

A Inglaterra ganhou os três jogos do Grupo A, incluindo esse recorde por 12-0 sobre a Bielorrússia, com a Noruega a derrotar também a Sérvia e o país anfitrião. No Grupo B, três dos primeiros cinco encontros terminaram empatados e a vitória da campeã Espanha sobre a República Checa, por 1-0, tornou-se decisivo. Posteriormente derrotou a Itália por 3-1 para terminar em primeiro lugar, num apuramento a que se juntou a Alemanha, vitoriosa sobre as checas, por 4-0.

Na primeira meia-final, a Espanha impôs-se à Noruega por 4-0 com quatro golos na segunda parte, três deles nos últimos nove minutos, enquanto a Alemanha ganhou à Inglaterra por 4-3, depois de ter estado a vencer por 2-0, 3-1 e 4-2. No apuramento do terceiro e quarto classificados, a Inglaterra voltou a ganhar à Noruega, agora por 2-1 e apurou-se para o Campeonato do Mundo de Sub-17 da FIFA.

Com mais de 10.000 pessoas a assistir, a final em Borisov terminou sem golos, antes da vitória da Alemanha por 3-2 nas grandes penalidades, após se ter acertado por quatro vezes nos postes durante os 80 minutos de jogo. O triunfo elevou para cinco os títulos da Alemanha, mais dois que a Espanha.

http://pt.uefa.com/womensunder17/history/season=2016/index.html#alemanha+supera+espanha