Jogadora do Ano: motivos para a eleição de Lieke Martens

Lieke Martens foi eleita Jogadora do Ano da UEFA, após um fantástico desempenho no UEFA Women's EURO 2017.

©Sportsfile

A 12 de Julho o Barcelona anunciou a contratação de Lieke Martens – e no espaço de um mês tinha entre mãos uma campeã europeia, que agora também é Jogadora do Ano da UEFA de 2016/17.

A extremo de 24 anos foi eleita Melhor Jogadora do Torneio depois de contribuir decisivamente para a vitória da anfitriã Holanda no UEFA Women's EURO 2017, tendo mesmo marcado na final, ante a Dinamarca. A sua velocidade, as sua qualidades técnica e a sua capacidade para efectuar passes decisivos foram armas decisivas na campanha 100 por cento vitoriosa da Holanda na prova, com a selecção "laranja" a vencer todos os seis jogos que disputou na fase final da competição por si albergada.

Antes do UEFA Women's EURO 2017, Martens tinha produzido exibições consistentes ao serviço da formação sueca do Rosengård, apresentando um registo de golos assinalável. O suficiente para convencer o clube que a tinha afastado nos quartos-de-final da UEFA Women's Champions League, o Barcelona, a avançar para a sua contratação no início do Verão.

Títulos: UEFA Women's EURO 2017

Liga nacional
Rosengård 2017
Jogos: 11
Golos: 8

UEFA Women's Champions League
Jogos: 5
Golos: 0
Assistências: 1

Lieke Martens foi eleita Melhor Jogadora do Torneio no Women's EURO 2017
Lieke Martens foi eleita Melhor Jogadora do Torneio no Women's EURO 2017©Getty Images

UEFA Women's EURO
Jogos: 6
Golos: 3
Assistências: 2

Paul Saffer, editor de futebol feminino do UEFA.com:

  • Foi uma dor de cabeça para todas as adversárias da Holanda na fase final do Women's EURO, tendo efectuado assistências e apontado golos em momentos determinantes dos jogos ao serviço de uma selecção da casa que, à partida para o torneio, não estava entre as principais favoritas a erguer o troféu.
  • Brilhante a jogar pelas alas, com uma série de fintas e pormenores técnicos, fez da pressão de jogar em casa um incentivo para se exibir ao seu melhor nível de sempre num grande torneio.
  • Ainda antes do UEFA Women's EURO 2017, contudo, as suas exibições e os seus golos pelo Rosengård tinham já feito dela um dos primeiros alvos do cada vez mais Barcelona para a nova época.