Edite Fernandes anuncia retirada da selecção de Portugal

Segunda mais internacional e melhor marcadora de Portugal, Edite Fernandes anunciou a retirada da selecção aos 37 anos para se dedicar em exclusivo ao futebol de clubes.

©FPF

Edite Fernandes, avançada de 37 anos do SC Braga, anunciou na terça-feira o fim da sua carreira internacional por Portugal.

Chega assim ao fim um longo percurso, iniciado em Dezembro de 1997, que lhe valeu um lugar na história da selecção feminina principal, da qual chegou a ser capitã. Com 132 internacionalizações e 39 golos marcados, é a segunda mais internacional (atrás de Carla Couto com 145) e a goleadora máxima da equipa.

Dessa forma, a primeira jogadora portuguesa a alinhar profissionalmente no estrangeiro não vai participar na estreia de Portugal num Campeonato da Europa Feminino da UEFA. No entanto, contribuiu decisivamente para esse apuramento, com quatro golos marcados, todos frente a Montenegro, incluindo um "hat-trick".

Em declarações ao "site" do Braga, Edite afirmou: "Pensei bastante e chegou a altura de dizer adeus à selecção. Não há uma razão, mas sim um momento certo para o fazer. Agora quero focar-me somente no clube que represento."

Dona de um currículo impressionante a nível de clubes, onde se destacam os sete campeonatos nacionais ganhos com o 1º Dezembro e passagens pelo futebol espanhol, norueguês e norte-americano, Edite conta ainda com 18 jogos e 12 golos na UEFA Women's Champions League.

Na hora da despedida, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) agradeceu o talento, profissionalismo, dedicação e paixão que Edite Fernandes demonstrou em quase 20 anos de "quinas" ao peito.

©David Catry

 

©Magnus Arnason

 

©Getty Images