Guia do sorteio do EURO Feminino: Grupo C

Poderá a Islândia ou as estreantes Áustria e Suíça bater a França? Essa é a questão principal no perfil do Grupo C do UEFA Women's EURO 2017.

Dominik Thalhammer, Martina Voss-Tecklenburg, Freyr Alexandersson e Olivier Echouafni
Dominik Thalhammer, Martina Voss-Tecklenburg, Freyr Alexandersson e Olivier Echouafni ©Sportsfile
  • As equipasFrança, Islândia, Áustria, Suíça
  • Os jogos (horas de Portugal Continental)

Terça-feira, 18 de Julho
Áustria - Suíça (Deventer) 17h00
França - Islândia (Tilburg) 19h45

Sábado, 22 de Julho
Islândia - Suíça (Doetinchem) 17h00
França - Áustria (Utrecht) 19h45

Quarta-feira, 26 de Julho
Suíça - França (Breda) 19h45
Islândia - Áustria (Roterdão) 19h45

  • Três coisas a saber

• O registo perfeito da França na caminhada para atingir as meias-finais deixa-a com um percurso recorde de 41 vitórias seguidas em grupos de fases de qualificação.

• Tanto Islândia como França caíram nos quartos-de-final em 2013.

• O derby entre Áustria e Suíça será o jogo de estreia de ambas numa fase final de um UEFA Women's EURO.

  • Reacções

Olivier Echouafni, seleccionador da França
Não consigo dizer se se trata de um sorteio bom ou mau. Só o saberemos com o andar da competição. Sabemos que vamos encontrar selecções que disputam um EURO pela primeira vez. Para nós será uma verdadeira descoberta, mas teremos de estar concentrados desde o primeiro jogo.

O treinador e França, Olivier Echouafni
O treinador e França, Olivier Echouafni©Sportsfile

Freyr Alexandersson, seleccionador da Islândia
Penso que é um sorteio difícil, mas refiro-me com isto relativamente a todos os grupos; esperava quando aqui cheguei que iríamos parar a um grupo complicado, mas a coisa boa é que conhecemos bem os adversários. A Suíça é-nos familiar dos jogos de qualificação para o Campeonato do Mundo. Quanto à França, jogámos contra ela nestes últimos anos e sabemos que elas são, provavelmente [juntamente] com a Alemanha as favoritas para a vitória final.

Dominik Thalhammer, seleccionador da Áustria
É uma grande experiência e será algo de muito grande para nós. A França é uma equipa de classe mundial, mas as restantes estão ao nosso alcance, acredito. Vamos dar o nosso melhor para tal.

Martina Voss-Tecklenburg, seleccionadora da Suíça
É um grupo emocionante, composto por equipas muito diferentes. A França está sempre entre as favoritas, mas nunca ganhou um troféu. É muito bom para nós defrontarmos um país vizinho. Depois a Islândia, que se destacou na qualificação, inspiradas na equipa masculina. Por fim a Áustria, estreante nesta competição, tal como nós. Será um grupo fascinante, com muitas jogadoras da Bundesliga. Penso que é interessante e estou muito feliz.