Lyon enfrenta Paris em final francesa inédita

O Lyon, detentor da UEFA Women's Champions League, defronta o Paris no Cardiff City Stadium, a 1 de Junho, na primeira final totalmente francesa de uma competição de clubes da UEFA.

Ada Hegerberg, do Lyon, a defrontar Jessica Houara-D’Hommeaux, que assinou pelo clube francês esta época
Ada Hegerberg, do Lyon, a defrontar Jessica Houara-D’Hommeaux, que assinou pelo clube francês esta época ©Sportsfile

Pela primeira vez desde que o francês Gabriel Hanot imaginou a Taça dos Campeões Europeus, duas equipas do seu país vão disputar a final de uma competição da UEFA. O Lyon vai discutir com o Paris Saint-Germain o título da UEFA Women's Champions League, a 1 de Junho, no Cardiff City Stadium.

O Lyon, detentor do troféu, afastou o Manchester City para e igualou um recorde com a sexta presença em finais, enquanto o Paris vai lutar pelo título pela segunda vez depois de eliminar o Barcelona. São duas equipas que se conhecem bem e não apenas das competições nacionais em França...

Confrontos directos

• As duas equipas vão defrontar-se pela terceira época consecutiva nesta competição.

• Na época passada o Lyon bateu facilmente o Paris na meia-final, vencendo por 7-0 em casa e por 1-0 fora.

• Em 2014/15, o Paris motivou a segunda eliminação consecutiva do Lyon nos oitavos-de-final, empatando 1-1 em casa, mas ganhando por 1-0 no Stade de Gerland.

• Esta época os dois clubes defrontaram-se três vezes. O Paris venceu o primeiro confronto, disputado no campeonato a 17 de Dezembro, em casa, por 1-0 graças a um golo da autoria de Marie-Laure Delie aos 83 minutos.

• O Lyon desforrou-se a 13 de Maio com um triunfo por 3-0 e golos de Eugénie Le Sommer, Ada Hegeberg e Alex Morgan, todos nos 18 minutos iniciais da partida. Nessa altura, o Lyon já tinha conquistado o seu 11º título francês seguido e o Paris terminado no terceiro lugar, o que significa que apenas a vitória em Cardiff lhe permitirá qualificar-se para a Europa na próxima época.

• Seis dias depois ambas as equipas voltaram a jogar na final da Taça de França, em Vannes, partida em que Morgan não participou devido a uma lesão num tendão da coxa contraída num desafio do campeonato e que a faz estar em dúvida para Cardiff. O Paris adiantou-se logo aos sete minutos, mas uma grande penalidade apontada por Saki Kumagi, pouco depois da meia-hora, fixou o resultado em 1-1.

• A decisão passou directamente para o desempate por penalties, em que ambas as formações converteram os quatro primeiros pontapés antes de Irene Paredes falhar e Kumagai acertar no ferro. As duas formações marcaram por duas vezes na morte súbita até Méline Gérard defender a tentativa de Ouleymata Sarr e Hegerberg selar a vitória por 7-6 e confirmar a conquista da sexta "dobradinha" seguida (campeonato e taça) por parte do Lyon.

Patrice Lair, antigo treinador do Lyon, quer levar o Paris ao título em Cardiff
Patrice Lair, antigo treinador do Lyon, quer levar o Paris ao título em Cardiff©Sportsfile

• O Paris é treinado por Patrice Lair, que conduziu o Lyon aos dois primeiros títulos europeus em 2011 e 2012. Shirley Cruz Traña e Laura Georges, agora no Paris, faziam parte dessas equipas do Lyon.

• Dzsenifer Marozsán, do Lyon, e Verónica Boquete, do Paris, jogavam pelo FFC Frankfurt quando as alemães bateram o clube da capital francesa, por 2-1, na final de 2015.

Factos

• O Lyon igualou um recorde de Frankfurt ao atingir a sexta final e espera igualar o total de quatro títulos do clube alemão.

• O Frankfurt bateu as rivais do Turbine Potsdam em 2006 na única final até agora disputada por dois clubes do mesmo país.

• Lyon ou Paris só não estiveram numa final desde que a prova passou a ser designada UEFA Women's Champions League em 2009/10.

2010: Turbine Potsdam (GER) 0-0, 7-6 pens Lyon (FRA), Getafe
2011: Lyon (FRA) 2-0 Turbine Potsdam (GER), Fulham
2012: Lyon (FRA) 2-0 FFC Frankfurt (GER), Munique
2013: Wolfsburgo (GER) 1-0 Lyon (FRA), Chelsea
2014: Wolfsburgo (GER) 4-3 Tyresö (SWE), Lisboa
2015: FFC Frankfurt (GER) 2-1 Paris (FRA), Berlim
2016: Lyon (FRA) 1-1, 4-3 pens Wolfsburgo (GER), Reggio Emilia

Todas as finais desde 2010: destaques
Todas as finais desde 2010: destaques

• Sarah Bouhaddi, Wendie Renard, Camille Abily e Eugénie Le Sommer fizeram parte das equipas que deram três títulos ao Lyon.

• Bouhaddi e Renard participaram nas cinco finais do Lyon entre 2010 e 2013 e em  2016.

• Abily disputou 71 jogos europeus, um recorde para jogadoras de campo e a apenas oito dos 79 desafios disputados por Emma Byrne, antiga guarda-redes do Arsenal.

• O Lyon vai igualar na final o recorde do Arsenal de 79 jogos europeus de uma equipa feminina.

• Lair pode tornar-se no primeiro treinador a conquistar três vezes este troféu e também no primeiro a levar mais do que um clube ao título.