Como foram os quartos-de-final da Women's Champions League

O Lyon vai continuar a defesa do título frente ao Manchester City, enquanto o Wolfsburgo vai encontrar o Chelsea nas meias-finais.

Fran Kirby (à direita) após marcar pelo Chelsea frente ao Montpellier
Fran Kirby (à direita) após marcar pelo Chelsea frente ao Montpellier ©Getty Images

 

Montpellier 0-2/1-3 Chelsea (total: 1-5)
Ji So-Yun e Erin Cuthbert deram ao Chelsea um difícil triunfo em França, com Fran Kirby a ser decisiva no encontro da segunda mão, ao marcar duas vezes e a fazer a assistência para o outro tento das da casa, apontado por Ramona Bachmann. A partida em Inglaterra contou com a presença recorde de mais de 3.000 mil adeptos do Chelsea.

Wolfsburgo 5-0/1-1 Slavia Praha (total: 6-1)
Pernille Harder bisou na primeira mão e Ewa Pajor marcou nas duas partidas, com as duas vezes campeãs da Europa do Wolfsburgo a seguirem em frente sem grandes problemas.

Manchester City 2-0/5-3 Linköping (total: 7-3)
A primeira mão revelou um sólido City, que, no segundo jogo, se mostraria extraordinário. O City vencia 4-0 ao intervalo na Suécia, com Georgia Stanway a bisar. Marija Banušić ainda deu alguma esperança às campeãs suecas com dois golos, que de pouco valeram.

Lyon 2-1/1-0 Barcelona (total 3-1)
O Barcelona esteve perto de um surpreendente empate frente às detentoras do troféu, na semana passada, até ao momento em que Ada Hegerberg resolveu a contenda, a dez minutos do final, igualando o seu máximo na prova de 14 golos, numa noite em que Camille Abily saltou do banco para fazer o jogo 78 nas competições femininas da UEFA, mais um do que o anterior máximo, pertença de Emma Byrne. Eugénie Le Sommer marcou o único golo no jogo de volta assistido por uma plateia recorde em Barcelona de 12178.

  • Caminhada para Kiev

Meias-finais: 21/22 e 28/29 Abril
Chelsea - Wolfsburgo
Manchester City - Lyon

  • A Inglaterra conta com duas semi-finalistas pela primeira vez: apenas Alemanha e França o fizeram no passado.
  • O Chelsea, semi-finalista pela primeira vez, caiu ante o Wolfsburgo nas duas vezes que disputou a prova no passado, nos oitavos-de-final em 2015/16 e 16 avos-de-final em 2016/17.
  • O Lyon está pela nona vez na meia-final, um recorde, somando agora mais uma presença que o FFC Frankfurt, com quem partilha o melhor registo de quatro títulos e seis finais na prova.
  • O Lyon afastou na altura as estreantes do City na meia-final da época passada. Desde aí Lucy Bronze saiu do City para o Lyon e Pauline Bremer foi na direcção contrária.

Final: 24 de Maio – Estádio Valeriy Lobanovskiy, Kiev

Topo