O "site" oficial do futebol europeu

Jones entusiasmada com a final no Olympiastadion

Publicado: Sexta-feira, 9 de Março de 2012, 10.34CET
Steffi Jones, embaixadora da final da UEFA Women's Champions League, vai estar atenta aos jogos dos quartos-de-final na próxima semana e encara a final de Munique como uma verdadeira oportunidade.
por Markus Juchem
de Frankfurt

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

Publicado: Sexta-feira, 9 de Março de 2012, 10.34CET

Jones entusiasmada com a final no Olympiastadion

Steffi Jones, embaixadora da final da UEFA Women's Champions League, vai estar atenta aos jogos dos quartos-de-final na próxima semana e encara a final de Munique como uma verdadeira oportunidade.

A UEFA Women's Champions League está de volta na próxima semana, com a disputa da primeira mão dos quartos-de-final, competição que estará sob o olhar atento de Steffi Jones, antiga defesa do 1. FFC Frankfurt e duas vezes vencedora da prova.

Autora de um golo na primeira final da Taça UEFA Feminina em 2002, e vencedora quatro anos mais tarde de novo troféu, quando a equipa de Frankfurt obteve o segundo dos seus três títulos na prova, Jones é a embaixadora da final deste ano, agendada para 17 de Maio, no Olympiastadion, em Munique. Como é natural, Jones estará particularmente atenta ao desempenho do Frankfurt, que visita na quinta-feira o WFC Malmö, clube que Jones ajudou a derrotar por 4-1 e a pôr termo à única campanha da equipa sueca na competição, em 2003/04, nas meias-finais e disse ao UEFA.com que é provável um novo sucesso.

UEFA.com: Quais são as possibilidades do Frankfurt frente ao Malmö?

Steffi Jones: Considero que o Frankfurt é favorito - tem na equipa imensas jogadoras internacionais pelos seus países. Do meu ponto de vista, considero que a equipa tem jogado muito bem até ao presente momento da temporada, razão pela qual penso que conseguirão alcançar a próxima ronda.

UEFA.com: No ano passado, a vencedora da prova não foi alemã e o Olympique Lyonnais derrotou o FFC Potsdam na final. Considera que este é um sinal de que há outros países com clubes capazes de dominar a competição?

Jones: Era justamente isso que queríamos criar: competitividade em toda a Europa, de forma a que outras ligas possam desenvolver-se e tornar-se mais fortes, para que não sejam apenas clubes alemães a sagrar-se vencedores da Champions League. A final do ano passado foi fantástica, e a vitória do Lyon sobre o Turbine Potsdam foi merecida.

UEFA.com: Qual a importância desta final para o futebol feminino em Munique e na região da Bavária?

Jones: Qualquer evento, e especialmente um desta dimensão, tem sempre um impacto positivo na vida dos clubes. O futebol feminino, em geral, pode ter um papel participativo. É isso que queremos. Não se trata apenas de um evento que tem lugar na Bavária, já que incluímos todas as federações para que nos enviem rapazes e raparigas. Promovemos o futebol. Não se trata apenas de uma questão de beneficiar a Bavária, mas sim de espalhar essa divulgação a todo o território da Alemanha. E será um impulso ainda maior se a equipa masculina do Bayern München também chegar à final da UEFA Champions League. É importante ver o fenómeno do futebol numa perspectiva global, não o centrando apenas nesta região mas sim em nós, na Alemanha, que tem a possibilidade de levar duas equipas às finais da Champions League. É isso que estamos a promover, e todos estaremos lá como adeptos se de facto alcançarmos este feito.

UEFA.com: Que mudanças encontra na Taça UEFA Feminina desde a sua primeira vitória na competição, em 2002?

Jones: Houve muitas mudanças, porque o futebol feminino tornou-se mais rápido, há melhores condições e mais investimento. As equipas ficam muito motivadas de cada vez que alcançam uma fase mais avançada da prova, e mesmo para os clubes que são afastados na primeira eliminatória é importante terem participado. É uma grande motivação, um estímulo para os clubes. Jogar na Champions League tem um significado imenso, e é por isso que estamos tão satisfeitos com o desenvolvimento a que temos assistido. O desafio era enorme: primeiro a UEFA Women's Cup, agora a Champions League, até o som é diferente, tem algo de especial. É um desenvolvimento muito positivo.

Última actualização: 12-11-12 17.59CET

Informação relacionada

http://pt.uefa.com/womenschampionsleague/news/newsid=1765024.html#jones+entusiasmada+final+olympiastadion

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo e o troféu da UEFA Women's Champions League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.