O "site" oficial do futebol europeu

Potsdam restaura orgulho alemão

Depois de as suecas do Umeå terem vencido duas das edições anteriores e de o Frankfurt ter ganho uma, o Potsdam equilibrou as contas para a Alemanha ao bater o Djurgården/Älvsjö na final.
Potsdam restaura orgulho alemão
Potsdam celebrate ©UEFA.com

Potsdam restaura orgulho alemão

Depois de as suecas do Umeå terem vencido duas das edições anteriores e de o Frankfurt ter ganho uma, o Potsdam equilibrou as contas para a Alemanha ao bater o Djurgården/Älvsjö na final.

Umeå IK e 1. FFC Frankfurt deram lugar aos seus maiores rivais internos, Djurgården/Älvsjö e 1. FFC Turbine Potsdam, que no seu ano de estreia na UEFA Europa League chegaram até à final da prova. Depois de as suecas do Umeå terem vencido duas das edições anteriores e o Frankfurt uma, o Potsdam equilibrou as contas para a Alemanha ao bater o Djurgården/Älvsjö por 2-0 e 3-1, erguendo o troféu com um total de 5-1 no conjunto das duas mãos da final.

Com o estatuto da prova a crescer cada vez mais e a prática do futebol feminino a aumentar por todo o continente, 43 equipas marcaram presença na prova, que estreava um novo formato. Sete clubes ficaram isentos da fase de qualificação - o campeão Umeå e os seis representantes das nações com melhor coeficiente nas três anteriores temporadas da competição, deixando 36 clubes na luta por nove lugares na fase seguinte, onde as equipas foram divididas em quatro grupos de quatro, apurando-se para os quartos-de-final as duas primeiras de cada grupo.

O Alma KTZH protagonizou a maior surpresa da primeira ronda de qualificação ao tornar-se na primeira equipa da mais recente federação membro da UEFA, o Cazaquistão, a vencer um mini-torneio de uma prova europeia, enquanto o FC Bobruichanka, campeão da Bielorrússia, esteve em grande plano ao chegar até aos quartos-de-final, onde foi batido por 6-1 no total das duas mãos pelo SK Trondheims-Ørn, da Noruega. Arsenal LFC e Potsdam também seguiram em frente para as meias-finais, mas o grande embate da
ronda resultou no triunfo por 3-1 do Djurgården/Alvsjö sobre os compatriotas do Umeå, acabando assim com o registo perfeito do rival, que havia atingido a final de todas as edições da prova.

O Djurgården/Alvsjö teve igualmente de lutar muito para ultrapassar o Arsenal nas meias-finais, empatando 1-1 em casa antes de vencer o encontro da segunda mão, no norte de Londres, graças a um golo de Victoria Svensson. Já o Potsdam não teve grandes dificuldades para afastar o Trondheim, com Conny Pohlers a apontar um "hat-trick" na partida da primeira mão e a abrir caminho para uma vitória por 7-1 no total dos dois jogos. A internacional alemã também marcou nas duas mãos da final, onde o Postman levou a melhor sobre o seu adversário da Suécia. A capitã Ariane Hingst afirmou: "Nunca sonhámos em alcançar este feito. É, simplesmente, a sensação mais espectacular que se pode sentir a nível de clubes nesta nossa modalidade. Jamais esquecerei este momento".

http://pt.uefa.com/womenschampionsleague/history/season=2004/index.html#potsdam+restaura+orgulho+alemao

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo e o troféu da UEFA Women's Champions League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.