O "site" oficial do futebol europeu

2004: Itália deixa o melhor para o fim

Publicado: Quarta-feira, 1 de Março de 2006, 18.02CET

2004: Itália deixa o melhor para o fim
Italy 2004 ©UEFA.com
Publicado: Quarta-feira, 1 de Março de 2006, 18.02CET

2004: Itália deixa o melhor para o fim


A Itália conquistou o Campeonato da Europa de Sub-21 pela quinta vez em sete tentativas com um triunfo, por 3-0, na final frente à Sérvia e Montenegro, realizada em Bochum. Mas a equipa comandada por Claudio Gentile parecia um campeão improvável, depois de ter perdido, por 2-1, no seu jogo inaugural do Grupo A, frente à Bielorrússia. "Depois de a Bielorrússia nos ter ganho, disse a mim mesmo: ‘Ou vamos até ao fim ou ficamos já aqui’. Poucos eram os que apostavam em nós depois de ter-mos perdido com os bielorrussos, mas esta equipa tem recursos infindáveis e provou-o. Fomos pacientes e saimos recompensados por isso", indicou Gentile.

Melhorias italianas
Duas vitórias consecutivas rapidamente mudaram o ambiente na comitiva italiana. Dois golos de Giuseppe Sculli valeram o triunfo por 2-1 sobre a Sérvia e Montenegro e, dois dias depois, os italianos venceram a Croácia, por 1-0. A vitória deu aos "azzurrini" a qualificação para as meias-finais, aos quais se juntaram a Sérvia e Montenegro, que ficou na segunda posição, com seis pontos.

Suécia progride
A Suécia foi a selecção mais forte do Grupo B, com Johan Elmander a impressionar pelos nórdicos nos triunfos frente a Portugal, Alemanha e Suíça. A anfitriã Alemanha apenas necessitava de um empate frente a Portugal para chegar às meias-finais, mas um fantástico tento de Lourenço nos instantes finais qualificou os lusos. Todavia, nas meias-finais, os portugueses não foram suficientemente fortes. A Itália encontrou o seu fio-de-jogo e triunfou facilmente por 3-1, mercê de um "bis" do então dianteiro do Parma FC, Alberto Gilardino.

Golos de Gilardino
Essa vitória levou a outro encontro com a Sérvia e Montenegro, que se qualificou para a final em grande estilo. A equipa dirigida por Vladimir Petrović também parecia ter ficado pelo caminho na meia-final, mas um golo de Milos Marić no período de descontos levou a partida para o prolongamento. A Sérvia e Montenegro passaria através do desempate por pontapés da marca de grande penalidade, mas sorte dos eslavos ficou-se pelas meias-finais. Sete dos jogadores italianos na final haveriam de chegar, pouco depois, à selecção principal, com Daniele Bonera, Christian Zaccardo, Andrea Barzagli, Daniele De Rossi e Gilardino a provarem que o futuro dos "azzurri" estava em boas mãos. Os comandados de Gentile inspiraram-se perante os 20.292 espectadores presentes em Bochum. De Rossi, Cesare Bovo e Gilardino apontaram os tentos dos "azzurrini", que assim se desforraram da partida da fase de grupos, na qual perderam com a Bielorrússia. A paciência rendera, finalmente, dividendos a Gentile.

Última actualização: 31-05-13 15.13CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2004/overview/index.html#2004+italia+deixa+melhor+para

Resultado da final

A final - 08-06-2004
Itália3-0Sérvia e Montenegro
 
  • Estádio: Ruhrstadion
  • Local: Bochum (GER)
Semifinalistas
Portugal
Suécia
 

Calendário