O "site" oficial do futebol europeu

2000: Pirlo faz a diferença

Publicado: Quarta-feira, 1 de Março de 2006, 15.54CET

2000: Pirlo faz a diferença
Andrea Pirlo foi fundamental na vitória dos italianos ©Getty Images
Publicado: Quarta-feira, 1 de Março de 2006, 15.54CET

2000: Pirlo faz a diferença


Andrea Pirlo deu-se a conhecer à generalidade dos amantes do futebol com dois golos na final do Campeonato da Europa de Sub-21, que possibilitou à Itália o seu quarto título na prova em cinco anos. Os transalpinos venceram, assim, a República Checa, por 2-1, num jogo realizado em Bratislava.

Eslováquia apurada
Foi uma prova recheada de acontecimentos para o "fantasista" de 21 anos, que marcou de grande penalidade no triunfo sobre a Inglaterra, por 2-0, na jornada inaugural, antes de, dois dias volvidos, ser expulso durante o empate a uma bola frente à anfitriã Eslováquia. A Itália parece nem ter sentido a ausência de Pirlo na partida seguinte, já que derrotou a Turquia, por 3-1, no derradeiro encontro do Grupo B, resultado que qualificaria os italianos para a final, mercê da melhor diferença de golos. A Eslováquia teve de contentar-se com a segunda posição, ficando à frente da Inglaterra, que havia goleado a Turquia, por 6-0 (com Frank Lampard e Ledley King entre os marcadores), mas os anfitriões secaram a fonte goleadora dos ingleses, tendo vencido por 2-0.

Espanha no terceiro lugar
Tal como a Itália, a República Checa chegou à final sem qualquer derrota, mas teve azar ao não vencer a totalidade dos três encontros realizados, pois somente um tento de Albert Luque no derradeiro minuto impediu os checos de baterem a Espanha no jogo de abertura do Grupo A. Os checos, todavia, não ficariam decepcionados por muito tempo. David Jarolím bisou no triunfo, em Trencin, frente à Holanda e, depois, Milan Baroš inscreveu o seu nome na lista de marcadores no triunfo, por 4-3, frente à Croácia. A Espanha venceu a Holanda no seu derradeiro jogo, mas um empate anterior frente à Croácia obrigou a que os espanhóis se tivessem de contentar com o segundo posto do grupo e com um jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares com a Eslováquia, que venceriam por 1-0.

Pirlo brilha a grande altura
E eis que chegou a final e o grande dia de Pirlo. Aa forte selecção italiana incluía figuras como Christian Abiatti, Gennaro Gattuso, Cristiano Zanetti, Francesco Coco e Roberto Baronio e, num atractivo e equilibrado encontro, Pirlo abriu a contagem da marca de grande penalidade, quando estavam decorridos 42 minutos. Pouco depois do reatamento, Tomáš Došek levou as 12 mil pessoas presentes ao delírio, muitas das quais haviam cruzado a fronteira para assistir ao encontro, mas foram silenciados instantes volvidos. A nove minutos do final da partida, Pirlo transformou um livre directo com um remate em arco, num lance que não demoraria a tornar-se na sua marca registada.

Última actualização: 30-04-10 18.24CET

http://pt.uefa.com/under21/season=2000/overview/index.html#2000+pirlo+diferenca

Resultado da final

A final - 04-06-2000
Rep. Checa1-2Itália
 
  • Estádio: Tehelné Pole
  • Local: Bratislava (SVK)
Semifinalistas
 

Calendário

Fase de qualificação

"Play-offs"

Fase final