O "site" oficial do futebol europeu

Batelli rejubila com França "extraordinária"

Publicado: Domingo, 24 de Julho de 2016, 23.20CET
"Um momento extraordinário" foi como Ludovic Batelli, o treinador vitorioso, resumiu o desempenho da França na final, deixando ainda elogios à Itália de Paolo Vanoli.

Estatísticas dos jogos

França
Itália

4

Golos marcados

0

23

Total de tentativas

5

10

Remates à baliza

2

9

Remates para fora

3

4

Remates defendidos

0

0

nos postes

0

9

Cantos

3

0

Foras-de-jogo

0

2

Cartões amarelos

5

0

Cartões Vermelhos

0

10

Faltas cometidas

17

17

Faltas sofridas

10

Equipas

França

França

Itália

Itália

1Bernardoni (GR)1Meret (GR)
4Onguene2Vitturini
41
5Diop
49
90+2
3Dimarco
7Augustin
6
4Barella
33
8Tousart (C)
82
5Romagna (C)
11Mbappé6Locatelli
80
12Blas
19
81
8Picchi
46
13Michelin
84
9Favilli
84
14Harit
90+1
10Minelli
56
15Maouassa15Coppolaro
17Poha
85
18Ghiglione
78

suplentes

16Braat (GR)22Zaccagno (GR)
2Kwateng7Edera
56
3Boscagli11Cassata
78
86
6Gelin
81
13Pezzella
9Aye14Pontisso
10Thuram
85
16Cutrone
46
18Fuchs
90+1
17Panico

Treinadores

Ludovic Batelli (FRA)
Paolo Vanoli (ITA)

Árbitro

Aliyar Aghayev (AZE)

Dossiers de Imprensa

Classificação

  
Publicado: Domingo, 24 de Julho de 2016, 23.20CET

Batelli rejubila com França "extraordinária"

"Um momento extraordinário" foi como Ludovic Batelli, o treinador vitorioso, resumiu o desempenho da França na final, deixando ainda elogios à Itália de Paolo Vanoli.

Ludovic Batelli, seleccionador da França
É um momento extraordinário para nós, mas gostaria de dar uma palavra de apreço à Itália. Não é fácil encarar uma derrota tão pesada num jogo desta dimensão.

A chave foi defender bem. Contra a Itália, quem não consegue isso fica em dificuldades. Esta noite realizámos uma grande exibição, de topo, e o resultado final reflectiu o nosso domínio. Fomos perfeitos a nível táctico. Para além de defender bem, também era crucial sermos rápidos no contra-ataque e canalizar jogo pelos flancos. Aliás, foi assim que marcámos os dois primeiros golos.

Este ano tínhamos um excelente plantel e esta é uma vitória de todos. Não começámos bem, mas aqueles dez minutos iniciais frente à Inglaterra abriram-nos os olhos e talvez tenham sido a chave para ganhar o torneio. Nesse momento todos souberam que, se continuássemos assim, a nossa campanha seria uma catástrofe.

Agora os jogadores começam imediatamente a nova época com os respectivos clubes, praticamente sem tempo para desfrutar deste sucesso. Espero que continuem a alcançar coisas importantes.

©Sportsfile

O francês Ludovic Batelli (à esquerda) com Paolo Vanoli, seleccionador da Itália, antes da final

Paolo Vanoli, seleccionador da Itália
Primeiro que tudo há que dar os parabéns à França. Ganhou o jogo e é campeã europeia de forma merecida. Também gostaria de elogiar os meus jogadores, já que deram o seu melhor. Chegaram à final, algo que é importante para eles e para o seu futuro.

Começámos bem e estava tudo em ordem nos primeiros minutos, mas a França marcou cedo e depois disso foi difícil travá-la. Sabíamos que existia uma grande diferença entre nós e a França. Os jogadores franceses são mais experientes, e isso conta bastante. Ainda assim, portámo-nos muito bem neste torneio; praticámos bom futebol, fomos organizados e por isso dou os parabéns à equipa.

Última actualização: 31-07-16 14.57CET

Informação relacionada

Perfis das equipas
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/under19/season=2016/matches/round=2000600/match=2020326/postmatch/quotes/index.html#extraordinario+momento+frances