O "site" oficial do futebol europeu

2017: Mason Mount

Publicado: Terça-feira, 25 de Julho de 2017, 9.00CET
O médio Mason Mount marcou no primeiro minuto na primeira jornada e revelou-se determinante numa Inglaterra que venceu os cinco jogos disputados na Geórgia rumo à conquista do troféu pela primeira vez.
2017: Mason Mount
Mason Mount com o troféu após a vitória da Inglaterra sobre Portugal na final, na Geórgia ©Sportsfile
Publicado: Terça-feira, 25 de Julho de 2017, 9.00CET

2017: Mason Mount

O médio Mason Mount marcou no primeiro minuto na primeira jornada e revelou-se determinante numa Inglaterra que venceu os cinco jogos disputados na Geórgia rumo à conquista do troféu pela primeira vez.

Mason Mount dificilmente poderia ter começado melhor o Campeonato da Europa de Sub-19 da UEFA de 2017. Foi o mote para uma série de actuações que contribuíram decisivamente para que a Inglaterra erguesse o troféu pela primeira vez.

O médio do Chelsea tinha alinhado em apenas dois dos seus jogos da fase de qualificação mas, na fase final, na Geórgia, não tardou a dar nas vistas. Com menos de um minuto jogado, na primeira jornada, colocou a Inglaterra na frente do marcador, rumo a um triunfo por 2-0 sobre a Bulgária.

"Tenho consciência da importância deste torneio," disse Mount ao UEFA.com. "Estamos a pensar jogo a jogo, mas o objectivo é conquistar a prova. Ganhar é sempre o nosso objectivo mas, para o conseguirmos, teremos de jogar no máximo das nossas capacidades."

A afirmação definitiva de Mount chegou com a exibição ante a Alemanha, na derradeira jornada do Grupo B. Com a Inglaterra a precisar, pelo menos, do empate para selar a passagem às meias-finais, Mount fez a assistência para Ben Brereton elevar o resultado para 2-0 e, depois, após os alemães terem reduzido a desvantagem, fez mais dois sublimes passes para golo, ambos apontados por Ryan Sessegnon, já nos últimos dez minutos da partida.

Um triunfo por 1-0 sobre a República Checa nas meias-finais garantiu um lugar na final, frente Portugal, e Mount voltou a estar no centro das atenções na selecção orientada por Keith Downing. Um livre por si marcado de forma superior levou a bola a embater nos ferros da baliza de Diogo Costa e, com o guarda-redes português estendido no chão, Easah Suliman só teve de cabecear para o fundo das redes desertas, na recarga.

Um autogolo de Dujon Sterling restabeleceu a igualdade, mas a Inglaterra garantiu a vitória no seguimento de mais um grande trabalho de Mount, que fugiu pela direita e tirou dois defesas mais o guarda-redes do caminho antes de assistir Lukas Nmecha para um golo fácil. "O Mason fez tudo," admitiu o autor do golo do triunfo, Nmecha. "Obrigado, Mason, ganhaste-nos o jogo."

Mount, por seu lado, mostrou nas suas palavras a confiança que evidenciou em campo ao longo do torneio. "Tinha a certeza de que íamos ganhar," garantiu ao UEFA.com. "Estávamos confiantes, sabíamos que íamos ultrapassar a fase de grupos, a meia-final e que, chegando à final, a íamos vencer. Foi um bom torneio para mim, com um golo marcado e quatro assistências, mas o mais importante foi a equipa no seu todo e a nossa vontade de vencer."

Última actualização: 21-08-17 17.54CET

http://pt.uefa.com/under19/history/season=2017/goldenplayer/index.html#2017+mason+mount