O "site" oficial do futebol europeu

2010: Gaël Kakuta

Publicado: Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010, 19.40CET
França
2010: Gaël Kakuta
Gaël Kakuta festeja o seu golo na meia-final frente à Croácia ©Sportsfile
Publicado: Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010, 19.40CET

2010: Gaël Kakuta

França

A reputação de Gaël Kakuta já estava elevada à entrada para o Campeonato Europeu de Sub-19 e aumentou-a na fase final, na Baixa Normandia, ao marcar dois golos e criar a jogada do tento decisivo na final.

O jovem brilhou no Chelsea FC em 2009/10, conseguindo estrear-se nas três competições de clubes em Inglaterra e ainda na UEFA Champions League, mas nessa altura já tinha mostrado serviço, a nível internacional, ao ajudar a França a conquistar o título europeu de Sub-17, em 2008. Kakuta não perdeu tempo a deixar também a sua marca logo no início do Europeu de Sub-19, quando os “petit bleus” receberam a Holanda no jogo de abertura do torneio, em Caen, ao abrir o marcador no minuto 20 após uma jogada individual em que recolheu a bola no meio-campo “laranja”.

No jogo seguinte, frente à Áustria, também esteve em evidência, quando mais um dos seus estonteantes dribles permitiu a Alexandre Lacazette marcar o segundo golo dos gauleses, crucial para aquele que viria a ser um confortável triunfo de 5-0 para a França. De seguida, esteve discreto no terceiro encontro, no empate 1-1 com a Inglaterra que valeria aos gauleses a vitória no grupo, mas na semifinal voltou a destacar-se e logo na altura em que a equipa mais precisava dele.

Com a Croácia na frente graças a um golo de cabeça de Arijan Ademi, os franceses depararam-se com dificuldades para repor a igualdade, mas a sorte sorriu-lhes a oito minutos do intervalo: Mario Tičinović tentou um alívio de cabeça na grande área croata, mas não lhe saiu bem e levou a bola directamente a Kakuta, na esquina da área, que fez a igualdade. Perto do final do encontro, Cédric Bakambu deu a volta ao desafio e fez o 2-1, reservando lugar dos anfitriões na final, frente à Espanha, que os goleara na final de 2008 em Sub-17. Kakuta não precisou de encontrar motivação extra no confronto com o rival. “A Espanha não é nossa velha amiga, é uma velha inimiga", disse em declarações ao UEFA.com. "Há três anos arrasaram-nos com 4-0, por isso vai ser bom vingarmo-nos. Depois do que nos fizeram, estamos todos a ansiar por isso.”

E, de início, parecia que seria novamente a Espanha a fazer a festa, uma vez que se adiantou no marcador com um golo de Rodrigo, a meio do primeiro tempo. Mas Gilles Sunu empatou no início da segunda parte e preparou o terreno para o lance decisivo de Kakuta, quase no fim do jogo. A cinco minutos do fim, o francês avançou isolado sobre o guarda-redes Álex e, apesar de este conseguir defender a sua primeira tentativa, teve a presença de espírito suficiente para recuperar a bola e assinar um cruzamento perfeito para o segundo poste, onde Lacazette esperava para marcar de cabeça e soltar os festejos da equipa da casa.

Última actualização: 18-08-11 12.10CET

http://pt.uefa.com/under19/history/season=2010/goldenplayer/index.html#2010+gael+kakuta