O "site" oficial do futebol europeu

Bueno derrota Escócia

A série de vitórias da Espanha no Campeonato da Europa de Sub-19 continuou em 2006, após a formação ibérica ter arrecadado na Polónia o troféu pela terceira vez em cinco edições do torneio.
por Andrew Haslam

Bueno derrota Escócia

A série de vitórias da Espanha no Campeonato da Europa de Sub-19 continuou em 2006, após a formação ibérica ter arrecadado na Polónia o troféu pela terceira vez em cinco edições do torneio.

A série de vitórias da Espanha no Campeonato da Europa de Sub-19 continuou em 2006, após a formação ibérica ter arrecadado na Polónia o troféu pela terceira vez em cinco edições do torneio.

Surpreendente foi, desde logo, a eliminação da Itália na fase de qualificação. No entanto, a Ronda de Elite trouxe uma surpresa ainda maior, quando a França, que tentava tornar-se na primeira selecção a erguer a taça relativa ao Europeu de Sub-17 e a fazer o mesmo nos Sub-19, se viu ultrapassada pela Escócia na recta da meta, falhando o acesso à fase final. De nada valeram as três vitórias consecutivas, visto que os franceses acabaram por pagar caro o empate a zero cedido ante a Bielorrússia.

A Polónia, selecção organizadora da fase final, viu as esperanças de vitória decrescerem ao perder com a Áustria por 1-0 (golo de Erwin Hoffer a poucos minutos do fim) no jogo inaugural do Grupo A. Nesse mesmo dia, a Bélgica venceu a República Checa por 4-2, mas logo na segunda jornada as formações anteriormente derrotadas teriam a oportunidade de equilibrar as contas. Os checos bateram a Áustria por 3-1, enquanto um "hat-trick" de Dawid Janczyk se revelou fundamental para que os polacos batessem a Bélgica por 4-1. As aspirações belgas cairiam por terra devido a uma nova derrota, por 4-1, desta feita ante a Áustria, equipa pela qual Hoffer bisou (no total, o jogador obteve quatro golos). Os checos seguraram, ainda assim, o primeiro lugar, ao derrotarem a Polónia por 2-0.

O Grupo B começou com um festival de golos. Ílhan Parlak bisou para a Turquia no jogo inaugural, mas o "hat-trick" obtido pelo espanhol Juan Manuel Mata foi fulcral para o 5-3 final. Portugal, entretanto, marcou dois golos nos 18 minutos finais, alcançando um empate a dois golos diante da Escócia. Os britânicos foram, por seu turno, goleados pela Espanha por 4-0 na segunda jornada, enquanto Portugal e Turquia serviram mais um festival de golos, dessa feita num empate a quatro bolas. Ílhan obteve um "hat-trick", mas tal não foi suficiente para derrotar Portugal. Ambas as formações sofreram, no entanto, desilusões na derradeira jornada, sendo eliminadas. Portugal não foi além de um empate a um golo diante de uma Espanha já qualificada, enquanto a Turquia perdeu com a Escócia por 3-2, cabendo aos britânicos seguir em frente.

No entanto, Portugal e Polónia garantiram, com a terceira posição, a presença no Mundial de Sub-20. Nas meias-finais do Europeu, a Áustria defrontou a Espanha sem poder contar com o seu melhor marcador – Hoffer – tendo ficado claro que a formação orientada por Ginés Meléndez tinha potencial de sobra para o seu adversário. Javi García marcou, então, por duas vezes na goleada por 5-0. A outra meia-final foi bem mais equilibrada, tendo Calum Elliot dado a vitória aos escoceses ao apontar o único golo do jogo diante da República Checa, logo no início da segunda parte.

Apesar de a Espanha ter goleado o outro finalista na fase de grupos, o jogo decisivo revelou-se bem diferente. Disciplinados e determinados, os escoceses apenas se viram ultrapassados pelo bis obtido por Alberto Bueno em plena segunda parte. O atacante espanhol juntou-se a Ílhan na liderança da lista de melhores marcadores, com cinco golos no total. Graham Dorrans ainda reduziu, mas a Espanha soube manter a vantagem e carimbar uma memorável vitória.

http://pt.uefa.com/under19/history/season=2006/index.html#bueno+derrota+escocia

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo e o troféu do Campeonato da Europa de Sub-19 estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.