O "site" oficial do futebol europeu

"Azzurrini" festejam em Vaduz

A Itália venceu Portugal na final do Europeu de Sub-19 de 2002/03, no Liechtenstein.
"Azzurrini" festejam em Vaduz
A Itália teve razões para festejar em 2003 ©UEFA.com

"Azzurrini" festejam em Vaduz

A Itália venceu Portugal na final do Europeu de Sub-19 de 2002/03, no Liechtenstein.

O Campeonato da Europa de Sub-19 de 2002/03 teve lugar num local inédito, quando foi avançado que a fase final seria realizada no Liechtenstein. O principado já tinha participado no campeonato de Sub-16 de 1998, quando não conquistou quaisquer pontos nem conseguiu marcar qualquer golo.

O Liechtenstein, integrado no Grupo A, foi goleado por Portugal (5-0) no primeiro jogo, mas conseguiu marcar na segunda jornada, perante a Noruega. Sandro Maierhofer colocou o Liechtenstein em vantagem aos quatro minutos, mas, antes do intervalo, os nórdicos já haviam marcado por duas vezes, colocando o resultado em 2-1, que se manteve até final. A Itália entrou em prova com uma vitória, por 1-0, frente à Noruega, graças a um penalty cobrado por Alberto Aquilani no último minuto, para depois empatar com Portugal a uma bola. A Noruega precisava de bater Portugal no último jogo, mas, depois de ter chegado ao intervalo a vencer por 2-0, Paulo Sérgio bisou e garantiu o empate. Ao contrário do que sucedeu em anos anteriores teve lugar uma meia-final, pelo que Portugal precisou de apenas um ponto para estar presente como segundo classificado, atrás da Itália, que bateu o Liechtenstein, por 5-1.

O Grupo B começou com a Áustria a vencer a Inglaterra, por 2-1, e a República Checa a marcar dois golos nos últimos três minutos que valeram o empate (3-3) ante a França. A Áustria foi a primeira selecção a garantir a presença nas meias-finais, após ter estado a perder com a República Checa para vencer por 4-1, ao passo que a Inglaterra bateu a França. Aos ingleses bastava agora um ponto no último jogo, mas saíram derrotados perante os checos (3-0), que seguiram em frente atrás da Áustria, após o empate desta com a França (1-1).

As meias-finais de Vaduz foram bem distintas. O segundo golo de Giampaolo Pazzini na prova bastou para garantir a passagem dos transalpinos, que venceram a República Checa (1-0), mas todas as atenções estavam centradas no jogo que terminou 6-3, entre Portugal e Áustria. Aos 22 minutos, os lusos estavam a perder por 2-0, mas a partida chegou ao intervalo empatada. Depois, Portugal colocou-se em vantagem, anulada por Lukas Mössner, que obrigou à disputa do prolongamento. No tempo-extra, Pedro Pereira marcou por duas vezes, para além de Paulo Sérgio, que rubricou o seu quinto golo na prova. Para acrescentar emoção, Paulo Ribeiro ainda defendeu duas grandes penalidades no tempo regulamentar. Já na final, Portugal saiu derrotado por 2-0 ante a Itália, com golos de Luigi Della Rocca e Pazzini. Este foi o primeiro troféu conquistado pela Itália a este nível, desde o Campeonato Internacional de Juniores, em 1958.

http://pt.uefa.com/under19/history/season=2003/index.html#azzurrini+festejam+vaduz