8KM Stadium - Bacu 21-05-2016 - 18:00CET (20:00 Hora locallocal)

Final

Portugal - Espanha
1-1
Portugal vence 5-4 nos penalties
 

Portugal - Espanha 1-1 - 21-05-2016 - Página do jogo - Europeu Sub-17 2016

O "site" oficial do futebol europeu

Antevisão da final do EURO Sub-17: Portugal - Espanha

Publicado: Sexta-feira, 20 de Maio de 2016, 13.55CET
Sem golos sofridos, Portugal vai tentar impedir a Espanha de vencer pela terceira vez, registo recorde, o EURO Sub-17 e Hélio Sousa avisa: "Temos uma equipa forte em todos os sectores."
por Wayne Harrison
de Baku
Antevisão da final do EURO Sub-17: Portugal - Espanha
Diogo Queirós, capitão de Portugal, com o seleccionador Hélio Sousa e os homólogos espanhóis Manu Morlanes e Santi Denia ©Sportsfile

Estatísticas da prova

Portugal
Espanha

14

Golos marcados

10

92

Total de tentativas

47

34

Remates à baliza

22

31

Remates para fora

17

27

Remates defendidos

8

3

nos postes

2

41

Cantos

17

10

Foras-de-jogo

13

6

Cartões amarelos

6

0

Cartões Vermelhos

0

62

Faltas cometidas

59

57

Faltas sofridas

63

Dossiers de Imprensa

Classificação

  
Publicado: Sexta-feira, 20 de Maio de 2016, 13.55CET

Antevisão da final do EURO Sub-17: Portugal - Espanha

Sem golos sofridos, Portugal vai tentar impedir a Espanha de vencer pela terceira vez, registo recorde, o EURO Sub-17 e Hélio Sousa avisa: "Temos uma equipa forte em todos os sectores."

  • Portugal e Espanha lutam pelo título numa reedição da final de 2003, em Viseu

  • Há 13 anos ganhou Portugal numa equipa onde jogavam nomes como João Moutinho e Miguel Veloso

  • Esta é a sexta final Sub-17 para Espanha, mas a primeira desde 2010 depois dos triunfos em 2007 e 2008

  • Diogo Costa está há 624 minutos sem sofrer golos na baliza de Portugal na edição 2015/16

  • Equipa de Hélio Sousa ainda não sofreu golos nos cinco jogos disputados no Azerbaijão

  • Português José Gomes é o melhor marcador da fase final com sete golos

  • Avançado do Benfica é também o melhor marcador de sempre da prova com um total de 16 golos

Equipas prováveis
Portugal: Costa; Dalot, Queirós (c), Leite, Vinagre; Fernandes, Florentino, Quina; Mesaque, Gomes, Filipe.

Espanha: Peña; Robles, Brandariz, Subias, Zabarte; Morlanes (c), Busquets; Mboula, Díaz, García; Ruiz.

Hélio Sousa, seleccionador de Portugal
Somos uma equipa forte em todos os sectores. Somos bons com e sem a bola, fortes nas transições rápidas, seja a atacar ou a defender. Foi isso que nos trouxe até à final, mas é muito difícil fazer isto jogo após jogo.

Temos uma identidade que permite que todos os jogadores possam aparecer no último terço do terreno. Pode ser um extremo, um médio ou um defensa do lado direito. Isto acontece por vezes e na quarta-feira foi o [defesa-direito] Diogo Dalot que marcou um golo.

A equipa está em forma, a praticar bom futebol e a marcar golos. Às vezes, não basta jogar bem para ganhar, por vezes é melhor jogar mal e conseguir a vitória. Para nós está a ser perfeito, estamos a jogar bem e isso reflecte-se nos resultados.

A Espanha fez uma grande exibição frente à Alemanha. Conseguiu o mais difícil, esteve a perder e deu a volta ao resultado, conseguindo a vitória. Isso mostra uma grande personalidade e vontade de vencer.

Caminho até à final
Fase de qualificação: 2º Grupo 9
Ronda de elite: 1º Grupo 5

Fase final: 1º Grupo A
Quartos-de-final: 5-0 à Áustria
Meias-finais: 2-0 à Holanda

©Sportsfile

Santi Denia, seleccionador de Espanha
Este vai ser o nosso maior desafio no Europeu porque Portugal sempre foi apontado como um dos favoritos. Vamos ter de defender como equipa [para travar Gomes]. A defesa portuguesa é muito forte, mas amanhã vamos tentar encontrar algumas brechas para marcar um golo. Para chegar à vitória precisamos fazer uma exibição perfeita. Um terceiro título seria um recorde, mas estamos a viver o presente e temos de fazer tudo para conquistar o troféu.

Esta é um bom período para o futebol espanhol, embora seja necessário separar o sucesso dos clubes do das selecções. Os clubes acreditam nos jogadores e eles podem conseguir tudo o que quiserem. Estamos a testemunhar isso agora.

Caminho até à final
Fase de qualificação: 1º Grupo 6
Ronda de elite: 2º Grupo 8

Fase final: 1º Grupo D
Quartos-de-final: 1-0 à Inglaterra
Meias-finais: 2-1 à Alemanha

Visão do repórter: Wayne Harrison (@UEFAcomWayneH)
É difícil não apostar numa equipa de Portugal que marcou 14 golos sem resposta no Azerbaijão. José Gomes – autor de cinco dos seus golos de cabeça – é o goleador do conjunto de Hélio Sousa, um verdadeiro ponta-de-lança. No entanto, se Espanha mostrar o mesmo entusiasmo e intensidade exibidos na segunda parte da meia-final com a Alemanha, na qual esteve a perder por 1-0 até aos 64 minutos, poderemos ter uma final emocionante. Ambos os países devem apresentar a mesma equipa pelo terceiro jogo consecutivo.

Sabia que?
• A única derrota de Espanha nesta edição do Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA aconteceu frente à Bélgica, por 4-3, nas grandes penalidades, na ronda de elite. O jogo terminou 0-0 e foi necessário recorrer ao desempate pois as equipas estavam igualadas no primeiro lugar segundos todos os critérios.

©Sportsfile

©Sportsfile

©Sportsfile

Última actualização: 21-05-16 16.02CET

Informação relacionada

Perfis das equipas
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/under17/season=2016/matches/round=2000595/match=2019912/prematch/preview/index.html#final+portugal+espanha