O "site" oficial do futebol europeu

Morlanes sincero, Denia "orgulhoso" do esforço espanhol

Publicado: Domingo, 22 de Maio de 2016, 0.42CET
Manu Morlanes, capitão da Espanha, falou da "pressão imensa" que sentiu antes de marcar o décimo penalty, enquanto Santi Denia reflectiu sobre "duas boas semanas" apesar da derrota na final.
por Wayne Harrison e Eugene Ravdin
de Baku
Morlanes sincero, Denia "orgulhoso" do esforço espanhol
Manu Morlanes desiludido após falhar o penalty decisivo no desempate ©Sportsfile

Caminho até à final

O Campeonato da Europa de Sub-17 compreende três fases distintas: a fase de qualificação, a Ronda de Elite e a fase final. O formato mudou para a prova de 2014/15 com o alargamento da fase final de oito para 16 equipas.

Fase de qualificação
A fase de qualificação, disputada no Outono, engloba 13 grupos de quatro equipas que jogam num mini-torneio no mesmo local. As duas primeiras selecções de cada grupo passam à fase seguinte, bem como as cinco equipas terceiras classificadas que tenham conseguido melhor registo frente às duas primeiras dos respectivos agrupamentos.

Ronda de Elite
Na Ronda de Elite, disputada no início da Primavera, essas 27 selecções, mais o cabeça-de-série, disputam oito mini-torneios de quatro equipas cada. Os vencedores de cada grupo e os sete melhores segundos classificados com melhor registo frente ao primeiro e terceiro do seu agrupamento apuram-se para a fase final e juntam-se ao anfitrião.

Fase final
Na fase final do torneio, os participantes são divididos em quatro grupos de quatro selecções cada. Apuram-se para a fase a eliminar as duas melhores classificadas de cada agrupamento.

Mais detalhes, incluindo o critério de separação de equipas que terminem empatadas em pontos num grupo, ou após 80 minutos num jogo, podem ser encontrados nos regulamentos oficiais da competição (em inglês).

Publicado: Domingo, 22 de Maio de 2016, 0.42CET

Morlanes sincero, Denia "orgulhoso" do esforço espanhol

Manu Morlanes, capitão da Espanha, falou da "pressão imensa" que sentiu antes de marcar o décimo penalty, enquanto Santi Denia reflectiu sobre "duas boas semanas" apesar da derrota na final.

Santi Denia, seleccionador da Espanha
Praticámos a marcação de penalties, mas treino e jogos são duas coisas bem diferentes. Disse-lhes que estava orgulhoso deles. Não é assim tão importante vencer sempre, porque isso é impossível.

Foram duas semanas muito boas porque defrontámos adversários fortes. Batemos Holanda, Itália, Inglaterra e Alemanha – todos eles entre os favoritos a ganhar o torneio – por isso só posso dizer, mais uma vez, que estou muito orgulhoso dos jogadores. Esta experiência vai ser-lhes útil.

©Sportsfile

Manu Morlanes, médio e capitão da Espanha
Senti imensa pressão. Sou o capitão de equipa e tinha de estar à altura num momento crucial. Dei o meu melhor para marcar mas falhei, no futebol às vezes isso acontece. A dada altura da minha carreira terei a oportunidade de me redimir pelo que fiz hoje.

Esperávamos atingir a final e, apesar de não termos ganho o troféu, não deixa de ser um bom desempenho da nossa parte. Portugal é uma óptima equipa, era o favorito para esta final. Fomos um adversário digno até ao fim, mas eles mereceram vencer.

Jordi Mboula, extremo da Espanha
Fizemos um bom trabalho e melhorámos diariamente. Exibimo-nos muito acima das expectativas, trabalhámos em equipa e realizamos um torneio muito bom. Foi um jogo equilibrado. Os penalties são uma lotaria e nós não tivemos sorte.

Última actualização: 22-05-16 15.26CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas
Jogo relacionado

http://pt.uefa.com/under17/news/newsid=2367099.html#morlanes+sincero+denia+orgulhoso+esforco+espanhol