O "site" oficial do futebol europeu

Dez talentos do Europeu de Sub-17 a seguir

Publicado: Segunda-feira, 21 de Maio de 2012, 9.30CET
A equipa de repórteres do UEFA.com presente na Eslovénia escolheu dez jogadores que se destacaram no Europeu de Sub-17 de 2012, tendo seleccionado pelo menos um de cada equipa.
Dez talentos do Europeu de Sub-17 a seguir
Mohamed Chemlal (França) disputa um lance com Davit Jikia (Geórgia) ©Sportsfile
Publicado: Segunda-feira, 21 de Maio de 2012, 9.30CET

Dez talentos do Europeu de Sub-17 a seguir

A equipa de repórteres do UEFA.com presente na Eslovénia escolheu dez jogadores que se destacaram no Europeu de Sub-17 de 2012, tendo seleccionado pelo menos um de cada equipa.

Oliver Schnitzler (guarda-redes, Alemanha)
Ágil guarda-redes, respira confiança e personalidade. Denotando à vontade no lugar, foi decisivo ao impedir a atacante Geórgia de marcar, defendendo ainda uma grande penalidade que iniciou a reviravolta ante a França, na derradeira partida da fase de grupos.

Hjörtur Hermannsson (defesa, Islândia)
Este gigante defesa-central impõe respeito na defesa e ganhou quase todos os lances aéreos, fruto também de um inteligente posicionamento. Bom na recepção, mostrou ser ainda uma ameaça no ataque, pelo que estamos em presença de um defesa de enorme potencial.

Gracjan Horoszkiewicz (defesa, Polónia)
A equipa de Marcin Dorna mostrou-se disciplinada tanto fora do campo como dentro dele. Horoszkiewicz merece a sua parte por isto graças à sua liderança e postura em campo no comando de uma defesa impecavelmente organizada.

Sébastien Locigno (defesa, Bélgica)
Presença notória no lado direito da defesa, Locigno, que milita no R. Standard de Liège, foi, não só, uma presença sólida na altura de defender, como se revelou uma das principais atacantes da Bélgica.

Otar Kakabadze (defesa, Geórgia)
Talentoso jogador que brilhou a defesa-direito, mostrou qualidade também a jogar como médio no flanco. Kakabadze defendeu bem e esteve em quase todos os lances atacantes da ambiciosa selecção da Geórgia.

Nathan Ake (médio, Holanda)
Jogador de grande classe. Presença dominadora no centro do terreno, o jovem jogador do Chelsea foi o motor da sua equipa e mostrou ser igualmente eficaz a defender e a finalizar.

Dino Hotič (médio, Eslovénia)
A selecção da casa denotou algumas dificuldades na prova, mas deu sinais que reforçam algum optimismo para o futuro. Hotič foi exemplo disso ao mostrar uma interessante presença no meio-campo.

Thom Haye (médio, Holanda)
Haye combinou com Ake de forma impressionante. Igualmente presença importante no meio-campo, mostrou também ser eficaz em ambas as grandes áreas e foi um dos motores da sua equipa na competição.

Mohamed Chemlal (médio, França)
Réplica de Hatem Ben Arfa em termos de figura e maneira de jogar, Chemlal mostrou talento, velocidade e visão, tendo sido um dos poucos elementos que se destacou na selecção francesa. O seu golo contra a Islândia foi uma das melhores finalizações do torneio.

Max Meyer (avançado, Alemanha)
Sagrou-se o melhor marcador da prova com três remates certeiros, mas o desempenho de Meyer foi mais além do que isso, criando várias oportunidades de golo durante toda a competição. Votado para grandes voos.

Esta lista foi elaborada pelos repórteres do UEFA.com em serviço na competição: Tom Kell, Dan Ross, Grega Sever, Rok Šinkovc, Daniel Olkowicz e Vakhtang Bzikadze. O Grupo Técnico da UEFA irá elaborar um plantel oficial do torneio como parte do seu relatório técnico da prova.

Última actualização: 21-05-12 15.12CET

http://pt.uefa.com/under17/news/newsid=1800156.html#dez+talentos+europeu+sub+seguir

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo e o troféu do Campeonato da Europa de Sub-17 estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.