O "site" oficial do futebol europeu

2017: Jadon Sancho

O extremo-esquerdo Jadon Sancho criou e/ou marcou pelo menos um golo em cada um dos jogos que disputou na caminhada da Inglaterra até à final da prova na Croácia.
por Wayne Harrison
2017: Jadon Sancho
Jadon Sancho faz a festa depois de marcar, com um remate de longe, à Irlanda nos quartos-de-final ©Sportsfile

2017: Jadon Sancho

O extremo-esquerdo Jadon Sancho criou e/ou marcou pelo menos um golo em cada um dos jogos que disputou na caminhada da Inglaterra até à final da prova na Croácia.

Jadon Sancho esteve a poucos segundos de terminar uma fantástica campanha individual com a conquista do Campeonato da Europa de Sub-17 da UEFA de 2017, mas o espanhol Nacho Díaz saltou do banco para marcar de cabeça, no sexto minuto do período de descontos concedido pelo árbitro e levar a decisão do encontro para penalties, onde a Espanha foi mais forte.

Conteúdos relacionados

Sancho, extremo-esquerdo, alinhou em dez dos 12 jogos disputados pela Inglaterra nesta edição 2017 do Europeu Sub-17, nos quais os ingleses somaram 11 vitórias, e esteve nos seis jogos da fase final. Apesar de o francês Amine Gouiri e de o alemão Jann-Fiete Arp terem marcado mais golos do que ele, nenhum jogador se mostrou tão influente na respectiva equipa como Sancho. Dos 15 golos marcados pela Inglaterra na Croácia, o talentoso jovem do Manchester City esteve em dez - marcou cinco e fez a assistência para outros cinco.

©Sportsfile

Destacou-se o entendimento perfeito demonstrado com Phill Foden, seu colega de equipa no City, evidente por exemplo no golo que valeu à Inglaterra o segundo golo no triunfo por 2-1 sobre a Turquia nas meias-finais.

E o extraordinário passe a rasgar que fez para o colega nesse golo foi apenas um exemplo do arsenal de recursos que Sancho tem à sua disposição. Houve ainda um fantástico remate de longe frente à República da Irlanda, ou as duas assistências e um golo na vitória por 4-0 sobre a Ucrânia.

Noruega 1-3 Inglaterra: Sancho faz a assistência para o golo do empate

Ainda que o seleccionador de Inglaterra, Cooper, tenha sempre feito questão de desviar as atenções do seu "camisola 11" e destacar a importância do conjunto, Sancho foi inquestionavelmente a jóia da coroa inglesa.

"É natural que seja o nome daqueles que jogam na frente de ataque a aparecer mais vezes em destaque, mas estou satisfeito com o desempenho da equipa no seu todo. É o conjunto que permite aos homens do ataque brilharem. Toda a gente cumpriu o seu papel e mostrou empenho no cumprimento das nossas ideias de jogo."

Última actualização: 21-08-17 20.41CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Federações membro
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/under17/history/season=2017/goldenplayer/index.html#2017+jadon+sancho