O "site" oficial do futebol europeu

Hinz dá o título à Alemanha

Depois de ter perdido com a Espanha na final de sub-16 de 1991, a Alemanha desforrou-se das rivais no ano seguinte e conquistou o título em Chipre.
Hinz dá o título à Alemanha
Carsten Hinz marcou o golo que deu o título à Alemanha em 1992 e mais tarde tornou-se na fisioterapeuta da selecção de sub-17 ©Bongarts

Hinz dá o título à Alemanha

Depois de ter perdido com a Espanha na final de sub-16 de 1991, a Alemanha desforrou-se das rivais no ano seguinte e conquistou o título em Chipre.

Depois de ter perdido com a Espanha na final de sub-16 de 1991, a Alemanha desforrou-se das rivais no ano seguinte e conquistou o troféu.

Chipre foi o país anfitrião e estiveram presentes os países habituais, embora a Grécia, terceira classificada em 1991, tenha sido eliminada pela Dinamarca, que recuperou de uma derrota na primeira mão por 4-1 e garantiu o apuramento com um total de 6-5. A Alemanha teve uma passagem tranquila às meias-finais, vencendo Irlanda do Norte, Escócia e Chipre nos três desafio no Grupo C e marcando encontro com a Itália nas meias-finais. Os italianos levaram a melhor sobre a Jugoslávia a luta pelo primeiro lugar do Grupo A, apesar de terem perdido o último jogo com a Finlândia, e deram muita luta à Alemanha nas meias-finais. Pelo segundo ano consecutivo, a Alemanha garantiu a passagem à final num desempate por grandes penalidades, vencendo por 6-5 depois de um empate sem golos.

A Espanha estreou-se com um triunfo por 3-1 sobre a Roménia e terminou invicta no primeiro lugar do Grupo B, depois de bater a Holanda por 2-0 e empatar com a República da Irlanda. A Holanda terminou com uma goleada de 4-0 à Roménia, com Clarence Seedorf e Patrick Kluivert a marcarem, mas chegou apenas para garantir o segundo lugar. Portugal completou o lote de participantes nas meias-finais, graças às vitórias sobre França e Israel e a um empate a um golo com a Hungria.

Isso levou a que Espanha e Portugal tivessem de medir forças pela sétima vez nas meias-finais da prova e os espanhóis desforraram-se do desaire em 1989 com um triunfo por 3-1 sobre os vizinhos ibéricos. Na final a Alemanha recuperou do golo marcado por Iván Pérez aos 16 minutos e ganhou por 2-1. Till Bettenstaedt empatou antes do intervalo e Carsten Hinz marcou o golo decisivo a 16 minutos do final, repetindo a proeza conseguida pela República Federal da Alemanha em 1984.

http://pt.uefa.com/under17/history/season=1992/index.html#hinz+titulo+alemanha