O "site" oficial do futebol europeu

Capello: A UEFA Youth League melhora os jogadores

Publicado: Quinta-feira, 30 de Março de 2017, 9.10CET
Fabio Capello explica ao UEFA.com como a UEFA Youth League contribuiu para o desenvolvimento dos jogadores e o que têm de fazer os jovens em processo de aprendizagem para atingirem o mais alto nível.
Capello: A UEFA Youth League melhora os jogadores
Fabio Capello discursa no primeiro fórum de treinadores da UEFA Youth League ©UEFA.com
 
Publicado: Quinta-feira, 30 de Março de 2017, 9.10CET

Capello: A UEFA Youth League melhora os jogadores

Fabio Capello explica ao UEFA.com como a UEFA Youth League contribuiu para o desenvolvimento dos jogadores e o que têm de fazer os jovens em processo de aprendizagem para atingirem o mais alto nível.

Vencedor de sete títulos de campeão como treinador em Itália e Espanha, assim como da UEFA Champions League em 1994 no comando do Milan, Fabio Capello sabe o que é necessário para ter sucesso.

O UEFA.com aproveitou a presença do experiente técnico italiano, de 70 anos, como prelector no fórum de treinadores da UEFA Youth League para saber o que pensa da competição que atinge o seu ponto máximo entre 21 e 24 de Abril, em Nyon.

Sobre a UEFA Youth League...
"Viajar pela Europa permite melhorar os nossos conhecimentos e defrontar vários tipos de equipas, com velocidades diferentes, estilos diferentes e filosofias diferentes. São momentos muito importantes para a evolução de um jogador. Teria gostado muito da UEFA Youth League (como treinador). Joguei em torneios internacionais de jovens, mas não é a mesma coisa, pois em campo estão as melhores academias dos clubes”.

©UEFA.com

Fabio Capello a ser entrevistado por Ben Gladwell do UEFA.com

Sobre a importância das academias...
"As academias são muito importantes para um treinador. O poderoso FC Barcelona, se não contarmos com Lionel Messi, tem muitos jogadores que foram formados no clube, se recuarmos ainda mais um pouco percebemos que as grandes equipas do AC Milan da década de 1990 tinham muitos jogadores formados no clube. São jogadores que passam o testemunho, passam a atitude, transmitem a identidade de uma equipa aos mais jovens".

Sobre as equipas nas meias-finais...
“O Salzburgo pode parecer um pouco deslocado ao lado de Real Madrid, Barcelona e Benfica na fase final, mas não deve ser subestimado pelos adversários e uma das principais funções dos treinadores é evitar que isso aconteça.”

"Quando defrontamos equipas menos conhecidas, pode haver alguma descontração excessiva. Os minutos vão passado e começamos a ficar em apuros. Quando percebemos que devíamos ter abordado o jogo com outra atitude, já é demasiado tarde”.

“São coisas que acontecem, mesmo quando os jogadores estão avisados. Sempre observei atentamente os aquecimentos da minha equipa e dos adversários, aprendi muito nesses momentos, pela forma como faziam os exercícios percebia se estavam ou não concentrados. Quando via as minhas equipas serem displicentes, avisava os jogadores que não teríamos hipóteses se jogassem da mesma forma como tinham aquecido. É importante valorizar estes pequenos detalhes.”

Sobre a melhor forma dos jovens jogadores chegarem ao topo...
"Se julgam que é possível evoluir sem fazer sacrifícios vão pelo caminho errado, mesmo que sejam muito talentosos. É preciso sofrer para chegarmos onde queremos. Há sempre coisas a melhorar, a forma física é muito importante, por isso é fundamental treinar bem. Mais importante ainda, têm de dar sempre o máximo, pois este é o vosso trabalho. Não estou a dizer que têm de viver como monges, mas se treinarem vão melhorar, se tiverem uma vida saudável vão melhorar.

Última actualização: 30-03-17 16.34CET

http://pt.uefa.com/uefayouthleague/news/newsid=2453827.html#capello+a+uefa+youth+league+melhora+jogadores