O "site" oficial do futebol europeu

Chelsea conquista Youth League em grande estilo

O Chelsea ganhou nove dos dez jogos disputados na UEFA Youth League de 2014/15, com 36 golos marcados, provando ser um digno sucessor do Barcelona, que tinha vencido a edição inaugural.
por Ben Gladwell
de Nyon
Chelsea conquista Youth League em grande estilo
O Chelsea venceu a segunda edição da UEFA Youth League ©Getty Images
 

Chelsea conquista Youth League em grande estilo

O Chelsea ganhou nove dos dez jogos disputados na UEFA Youth League de 2014/15, com 36 golos marcados, provando ser um digno sucessor do Barcelona, que tinha vencido a edição inaugural.

O Chelsea FC tornou-se no segundo clube a vencer a UEFA Youth League, tendo consentido apenas uma derrota na caminhada até à merecida conquista do título em Nyon.

Os londrinos apresentaram a defesa mais forte da prova, mas também um ataque demolidor, terminando com um total de 36 golos e só não marcando pelo menos por duas vezes num dos jogos a caminho do título. Dominic Solanke foi o melhor marcador da prova, com 12 golos, com os primeiros vencedores ingleses da competição a provaram que eram a equipa mais forte.

"Seguimos os passos de uma excepcional equipa do Barcelona, que foi campeã no ano passado; somos uns dignos vencedores", destacou o treinador do Chelsea, Adi Viveash.

O FC Shakhtar Donetsk melhorou de jogo para jogo e conquistou muitos adeptos com uma equipa composta exclusivamente por ucranianos e com um estilo de jogo determinado e bem estruturado. O Shakhtar manteve-se invicto ao longo da prova, só cedendo na final. "O Chelsea é campeão digno", reconheceu o treinador Valeriy Kryventsov.

Tal como na primeira edição, a UEFA Youth League foi disputada pelas equipas de sub-19 dos clubes participantes na UEFA Champions League. Viajar com as equipas principais por toda Europa permite ao jovens antecipar a experiência que poderão viver no futuro como profissionais.

Os grupos são iguais aos da UEFA Champions League, com os dois primeiros classificados a passarem aos oitavos-de-final, que dificilmente poderiam ter sido mais disputados. Metade dos oito duelos só foram decididos em desempates por grandes penalidades, incluindo os triunfos da AS Roma sobre o AFC Ajax e do Shakhtar frente ao Olympiacos FC. O Anderlecht deixou pelo caminho o campeão Barcelona e mostrou qualidades que lhe permitiram chegar até à fase final Nyon.

O grande vencedor desta fase foi, sem grande surpresa, o Chelsea que, depois de bater o FC Zenit por 3-1, venceu o Atlético de Madrid por 2-0 nos quartos-de-final. O Anderlecht marcou cinco golos sem resposta ao Porto num jogo disputado perante 13.162 adeptos no Estádio Constant Vanden Stock, em Bruxelas, uma nova assistência recorde na prova.

A recompensa foi um lugar na fase final em Nyon, e a 15 minutos do final do duelo com o Shakhtar, na meia-final, os belgas estavam em boa posição. A última palavra pertenceu a Viktor Kovalenko, o suplente do Shakhtar saltou do banco e deu a volta ao encontro, com os ucranianos a vencerem por 3-1 e a garantirem a presença na final. 

O Chelsea sentou dificuldades frente à disciplinada equipa da Roma, mas um golo madrugador na segunda parte abriu caminho para um triunfo por 4-0, com os londrinos a reforçarem a candidatura ao título em grande estilo.

Na final o Shakhtar ainda conseguiu reagir a um contratempo inicial, como foi hábito ao longo da prova, mas mais um golo no início do segundo tempo em nova exibição dominadora do Chelsea permitiu o triunfo dos ingleses por 3-2, apesar de Kovalenko ter reduzido ao cair do pano.

"Os meus jogadores vão recordar para sempre que venceram a UEFA Youth League", afirmou Viveash no final de uma competição memorável.

http://pt.uefa.com/uefayouthleague/history/season=2015/index.html#chelsea+campeao