1993: Crippa dá título ao Parma

Parma FC 0-1 AC Milan
AC Milan 0-2 Parma FC (aet)
(Parma vence por 2-1 no conjunto das duas mãos)

O SuperTaça Europeia de 1993 foi uma discussão entre italianos, com o Parma AC a bater o AC Milan, por 2-1, no total das duas mãos. O Milan foi o representante da Taça dos Clubes Campeões Europeus, apesar de ter perdido a final para o Olympique de Marseille, enquanto o Parma conquistou a Taça dos Vencedores das Taças, ao bater o R. Antwerp FC por 3-1.

Jean-Pierre Papin marcou o único golo do jogo da primeira mão, que foi disputado no Estádio Ennio Tardini, em Parma, mas a segunda, que teve lugar em San Siro, também não foi favorável à equipa da casa.

Nestor Sensini marcou para o Parma e deixou a final empatada após 23 minutos de jogo. A partir daqui, as defesas impuseram-se e foi preciso recorrer a um prolongamento.

A turma de Nevio Scala contava com avançados talentosos como Gianfranco Zola, Tomas Brolin e Faustino Asprilla, mas foi um centrocampista batalhador que decidiu o troféu. Aos 95 minutos, Massimo Crippa fez o golo que deu a SuperTaça Europeia ao Parma.