1983: A primeira de Ferguson e do Aberdeen

Hamburger SV 0-0 Aberdeen FC
Aberdeen FC 2-0 Hamburger SV
(Aberdeen vence 2-0 no total)

Alex Ferguson é famoso pelos anos que passou ao leme do Manchester United FC, levando ao ingleses a vencer a UEFA Champions League por duas vezes. No entanto, há quem diga que levar o Aberdeen FC à conquista da Taça dos Vencedores das Taças de 1983 foi uma proeza ainda mais notável.

Os escoceses tiveram de medir forças com o Real Madrid CF, que era claramente favorito. Eric Bal colocou o Aberdeen em vantagem e, apesar de Juan Gómez González ter feito o empate, a equipa de Ferguson garantiu o triunfo no prolongamento, com um remate certeiro de John Hewitt.

Este triunfo levou a que, na SuperTaça Europeia, a modesta equipa do nordeste da Escócia tivesse de medir forças com o Hamburger SV. Em 1983 os alemães tinham vencido, pela primeira vez, a Taça dos Clubes Campeões Europeus, ao derrotarem a Juventus, por 1-0, na final de Atenas.

Mais uma vez, parecia que o Aberdeen de Ferguson estava em clara desvantagem, mas tudo mudou quando os escoceses impuseram um nulo na primeira mão, que foi disputada no Volksparkstadion de Hamburgo, a 22 de Novembro de 1983.

A segunda mão teve lugar no Pittodrie, a 20 de Dezembro de 1983, e foi uma prenda de Natal antecipada para os adeptos do clube escocês. Na primeira parte também não houve golos, mas o Aberdeen ganhou vantagem dois minutos depois do intervalo, graças a Neil Simpson. A surpresa ficou consumada aos 65 minutos, quando McGhee fez o 2-0 para a equipa da casa.

Estes triunfos históricos levaram a que Ferguson rumasse a Old Trafford, onde trabalharia com o médio Gordon Strachan, outro dos heróis do Aberdeen. Com o Manchester United, Ferguson voltou a ganhar a SuperTaça Europeia em 1991, mas não conseguiu levar a equipa campeã europeia a repetir a vitória na prova em 1999 e 2008.