United vence St-Étienne com brilho de Ibrahimović

O Manchester United venceu o St-Étienne por 3-0 na primeira mão dos 16 avos-de-final, graças a um "hat-trick" de Zlatan Ibrahimović, mas podia ter goleado tantas foram as oportunidades desperdiçadas.

Um "hat-trick" de Zlatan Ibrahimović colocou o Manchester United em vantagem nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League, ao bater o St-Étienne por 3-0 na primeira mão, em Old Trafford.

Os minutos iniciais ficaram marcados por alguma intranquilidade defensiva da equipa de José Mourinho que os visitantes, com o português Jorginho em campo, não conseguiram aproveitar. Depois disso, os "red devils" serenaram e começaram a mandar no jogo. Um remate de Anthony Martial para defesa apertada de Stephane Ruffier deu o mote.

O golo aconteceu pouco tempo depois, aos 14 minutos. Ibrahimović cobrou um livre com pouca força mas a bola desviou num adversário, entrando na baliza por entre Ruffier, que se tinha estirado para o lado contrário e não recuperou a tempo, e um defesa, que arrancou demasiado tarde para fazer o corte.

Até ao intervalo, a vantagem podia ter sido dilatada, mas Ruffier deteve o remate de primeira do isolado Juan Mata (30) e depois evitou com o pé que a grande arrancada de Martial, antes do meio-campo, fosse bem-sucedida. Do lado francês, nota apenas para um remate prensado de Kévin Monnet-Paquet (40) que Sergio Romero agarrou a tempo.

Na segunda parte, Ruffier continuou a brilhar, defendendo com dificuldade um forte remate à figura de Martial (52). E quando não estava presente, os ferros da baliza ajudavam, como quando Paul Pogba cabeceou com estrondo à barra (68). Minutos após entrar, Nolan Roux podia ter castigado duramente o desperdício do Manchester United, só que a bola picada por cima de Romero ficou na malha superior.

O jogo ficou sentenciado quase de seguida, numa jogada de Marcus Rashford pela esquerda cujo passe sofreu um ressalto e deixou a bola à mercê de Ibrahimović, que bisou de baliza aberta. O avançado sueco coroou uma noite de luxo ao converter uma grande penalidade aos 87 minutos.