O "site" oficial do futebol europeu

2014/15: Quarto triunfo histórico para o Sevilha

Publicado: Segunda-feira, 1 de Junho de 2015, 10.00CET
O Sevilha derrotou o Dnipro numa final às avessas em Varsóvia e bateu o recorde de quatro títulos após uma época de golos rápidos, recorde de assistência e um bónus no prémio.

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...
Publicado: Segunda-feira, 1 de Junho de 2015, 10.00CET

2014/15: Quarto triunfo histórico para o Sevilha

O Sevilha derrotou o Dnipro numa final às avessas em Varsóvia e bateu o recorde de quatro títulos após uma época de golos rápidos, recorde de assistência e um bónus no prémio.

Quatro foi o número mágico para o Sevilla FC 2014/15 pois tornou-se no primeiro clube a fazer mais do que o “hat-trick” em triunfos na Taça UEFA/UEFA Europa League. E, ao fazê-lo, elevou-se acima da estimada companhia formada por FC Internazionale Milano, Juventus e Liverpool FC. Ainda mais impressionante, o quarto título aconteceu menos de uma década depois do primeiro.

Todavia, a revalidação do troféu pelo detentor conta, apenas, metade da história. O FC Dnipro Dnipropetrovsk pode ter sido derrotado na final de Varsóvia, mas Myron Markevych e a sua equipa ganharam a estima de muitos durante a odisseia de 19 partidas europeias, nas quais até os seus jogos na condição de visitado foram disputados a 400 quilómetros de casa, em Kiev.

E apesar da capital ucraniana rapidamente ter acolhido o Dnipro, foi para os habituais frequentadores do NSK Olimpiyskyi, o FC Dynamo Kyiv, o recorde da competição, quando uma multidão de 67.553 pessoas assistiu ao jogo da segunda mão frente ao Everton FC. Na verdade, seis das maiores assistências na UEFA Europa League ocorreram nesta temporada.

Contudo, nenhuma dela assistiu a qualquer golo como aquele em White Harte Lane, na terceira jornada. Apossando-se de uma bola perdida no limite da grande área, Erik Lamela, do Tottenham Hotspur FC, colocou o pé esquerdo por detrás do direito para um assombroso remate em rabona (pontapé de letra) – os adversários do Asteras Tripolis FC, os restantes na assistência e os próprios colegas limitaram-se a admirar o pontapé. “O golo de Erik foi, sem dúvida, o melhor que já vi ao vivo ou na televisão, 100 por cento”, disse o defesa dos “spurs”, Jan Vertonghen.

Não houve falta de entusiasmo nem de qualidade. Claudiu Keşerü, do FC Steaua Bucureşti, fixou novo máximo na competição com o “hat-trick” mais rápido (11 minutos) contra o Aalborg BK, na ronda inicial, enquanto Vitolo, do Sevilha, apontou o tento mais rápido da história da UEFA Europa League ao abrir o marcador aos 13,21 segundos na primeira mão dos oitavos-de-final contra o Villarreal CF.

Mas nem tudo foi fácil para os homens de Unai Emery, que tiveram que evitar a derrota na sexta jornada para continuar a competir no novo ano. Apesar da vitória por 1-0, não seguiu para a fase a eliminar como a equipa com o melhor registo – essa honra coube ao FC Dinamo Moskva, que se tornou na sexta equipa a apurar-se na fase de grupos com registo 100 por cento vitorioso.

O Dínamo atingiu os oitavos-de-final mas acabou eliminado pelo SSC Napoli, uma das cinco equipas da Serie A a atingir esta fase – outro feito inédito. Outro recorde que a Itália detém é o do país com mais sucessos na Taça UEFA/UEFA Europa League, embora a Espanha tenha igualado as nove vitórias italianas graças ao feito do Sevilha.

Apesar da equipa da Liga espanhola ter chegado à final com esmagador favoritismo, foi o Dnipro a colocar-se em vantagem aos sete minutos, mercê de uma finalização de Nikola Kalinić. O Sevilha rapidamente deu a volta ao marcador e o médio polaco Grzegorz Krychowiak, a jogar em casa, fez o empate antes de Carlos Bacca marcar o segundo, só que um excelente livre directo de Ruslan Rotan repôs o empate para o Dnipro.

No entanto, Bacca acabou por ter a última palavra ao fazer o golo da vitória a 17 minutos do fim. Tão perto, mas ao mesmo tempo tão longe para o Dnipro, que falhou a conquista do seu primeiro troféu na Europa como também o bónus de estar presente na UEFA Champions League de 2015/16.

Última actualização: 02-06-15 11.29CET

http:s//pt.uefa.com/uefaeuropaleague/season=2015/overview/index.html#epoca+revista+201415

Equipas por eliminatória

1ª pré-eliminatória

2ª pré-eliminatória

3ª pré-eliminatória

Play-offs

Fase de grupos

16 avos-de-final

Oitavos

Quartos-de-final

Meias-finais

Final

Melhores marcadores

8AlanSalzburg Salzburg
8Romelu LukakuEverton Everton
7Carlos BaccaSevilla Sevilla
7Gonzalo HiguaínNapoli Napoli
6Stefanos AthanasiadisPAOK PAOK
6Guillaume HoarauYoung Boys Young Boys
6Jonatan SorianoSalzburg Salzburg
6Luciano ViettoVillarreal Villarreal
6Lior RefaelovClub Brugge Club Brugge
5Raul RusescuFCSB FCSB
 

Resultado da final

A final - 27-05-2015
Dnipro2-3Sevilla
UcrâniaUcrânia
 
EspanhaEspanha
  • Estádio: Stadion Narodowy
  • Local: Varsóvia (POL)
Semifinalistas
FiorentinaItáliaItália
NapoliItáliaItália
 

Calendário

Fase de qualificação

"Play-offs"

Fase de grupos

Fase a eliminar

Final