O "site" oficial do futebol europeu

Revolução francesa dá asas ao Newcastle

Publicado: Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013, 10.25CET
Em apuros na Premier League antes de Janeiro, a chegada de cinco jogadores franceses acalmou os receios do Newcastle, numa altura em que regressa à UEFA Europa League.
por Dan Ross
Revolução francesa dá asas ao Newcastle
Moussa Sissoko e Yoan Gouffran (à direita) causaram sensação imediata no Newcastle ©AFP/Getty Images

Estatísticas da prova

NewcastleMetalist

Golos marcados11
 
9
Remates à baliza45
 
42
Remates para fora57
 
35
Cantos43
 
40
Foras-de-jogo41
 
23
Faltas cometidas155
 
102
Cartões amarelos27
 
9
Cartões Vermelhos0
 
0

Classificação

 
Publicado: Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013, 10.25CET

Revolução francesa dá asas ao Newcastle

Em apuros na Premier League antes de Janeiro, a chegada de cinco jogadores franceses acalmou os receios do Newcastle, numa altura em que regressa à UEFA Europa League.

"Bonjour, bonjour, we are the Geordie boys" ["Bom dia, bom dia, somos os rapazes Geordie"] era o cântico que se ouvia na secção do Villa Park destinada aos adeptos visitantes, enquanto Aston Villa FC e Newcastle United FC, duas equipas em dificuldades na Premier League inglesa, se defrontavam a 29 de Janeiro.

O final da janela de transferências aproximava-se e o plantel à disposição do técnico Alan Pardew contava com cinco caras novas – todas elas francesas. Os internacionais Mathieu Debuchy, Mapou Yanga-Mbiwa e Moussa Sissoko chegaram provenientes do LOSC Lille, Montpellier Hérault SC e Toulouse FC, respectivamente, para além de Yoan Gouffran (do FC Girondins de Bordeaux) e Massadio Haïdara (do AS Nancy-Lorraine).

É uma abordagem fora do comum e houve quem se manifestasse sobre uma potencial falta de harmonia num balneário predominantemente francófono, do qual já faziam parte Yohan Cabaye, Hatem Ben Arfa, Cheick Tioté, Papiss Cissé, Sylvain Marveaux e Gabriel Obertan. Contudo, o debate que se seguiu sobre a qualidade dos reforços foi inexpressivo e não houve dúvidas que o Newcastle fizera muito bem em contratá-los.
"Foi como um recomeço para nós, porque estamos muito mais fortes, tanto em quantidade como em qualidade", disse um Pardew radiante. "Teremos um novo 'look' e esperemos que se adaptem bem, porque já não faltam muitos jogos."

Os recém-contratados estabeleceram-se de imediato, atribuindo esse facto ao assinalável contingente gaulês que já havia em Tyneside. "É quase como se nunca tivesse saído de França", brincou o jovem lateral-esquerdo Haïdara, ao passo que Debuchy disse: "Conheço o Yohan [Cabaye] desde que éramos crianças e ele tem sido uma grande ajuda." O Newcastle derrotou o Aston Villa por 2-1, naquela que foi somente a sua sexta vitória na Premier League, antes de recuperar de uma desvantagem de 2-1 e bater o Chelsea em casa por 3-2, conseguindo o seu primeiro par de triunfos consecutivos para o campeonato desde Abril de 2012.

Determinante em ambos foi Sissoko, de 23 anos. Um médio com velocidade, poder e visão, deu uma outra dimensão ao Newcastle, conseguindo uma assistência frente ao Aston Villa e dois golos na sua estreia caseira ante o Chelsea. "Ele veio e jogou com um gigante", disse Pardew. "Lembro-me de vê-lo jogar há 14 meses pelo Toulouse e de pensar: 'Ele é um dos nossos'." Sissoko e, pelos vistos, os restantes membros do contingente francês.

Última actualização: 14-02-13 17.20CET

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/season=2013/matches/round=2000357/match=2010041/prematch/preview/index.html#franceses+asas+newcastle

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA EUROPA LEAGUE, o logótipo da UEFA Europa League e o troféu da UEFA Europa League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.