O "site" oficial do futebol europeu

Marítimo termina com vitória em casa

Publicado: Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012, 21.07CET
CS Marítimo 2-1 Club Brugge KV
Um cabeceamento de Heldon perto do final deu a primeira vitória aos madeirenses no Grupo D, com o Brugge a ficar no último lugar da tabela.
por Cirilo Borges
de Estádio dos Barreiros
Marítimo termina com vitória em casa
Mohamed Tchite em duelo com João Guilherme ©AFP/Getty Images

Estatísticas dos jogos

MarítimoClub Brugge

Golos marcados2
 
1
Remates à baliza4
 
5
Remates para fora5
 
1
Cantos5
 
4
Foras-de-jogo1
 
1
Faltas cometidas17
 
19
Cartões amarelos2
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 21/06/2013 00:49 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012, 21.07CET

Marítimo termina com vitória em casa

CS Marítimo 2-1 Club Brugge KV
Um cabeceamento de Heldon perto do final deu a primeira vitória aos madeirenses no Grupo D, com o Brugge a ficar no último lugar da tabela.

O CS Marítimo alcançou a primeira vitória na fase de grupos da UEFA Europa League, ao bater em casa o Club Brugge KV por 2-1. Num jogo emocionante apenas a espaços, o conjunto "verde-rubro" foi mais eficaz do que o Brugge, que também se estreou a marcar na qualidade de visitante.

O início do jogo deixou antever um bom espectáculo. Logo aos cinco minutos, o Brugge criou perigo, quando Refaelov cruzou tenso e Salin desviou a soco para os pés de Meunier, que rematou ao lado. Passados apenas dois minutos, na sequência de um canto, foi Vleminckx a cabecear fraco para as mãos do guarda-redes "verde-rubro". Como não há duas sem três, aos 11 minutos, Igor Rossi desviou um cruzamento para a própria baliza mas Salin, atento, defendeu para canto.

O Marítimo rematou pela primeira vez à baliza adversária aos 15 minutos e quase marcou: Jorgacevic defendeu para a frente um livre marcado por Rúben Brígido, mas Semedo rematou ao lado. Revelando-se perigoso nos lances de bola parada, os "verde-rubros" chegaram ao golo passados três minutos, praticamente na segunda vez que foram à área contrária. A um canto marcado por Luís Olim, Gonçalo respondeu com um cabeceamento implacável, sem hipótese para Jorgacevic.

Pensou-se que o golo acrescentaria rapidez e intensidade ao jogo, mas sucedeu o oposto. O Brugge assumiu o controlo da partida, mas a circulação de bola foi feita longe da baliza de Salin, não mais incomodado até ao intervalo. O Marítimo, por seu turno, jogou na expectativa, tentando surpreender em transições rápidas, mas sem grande sucesso.

A segunda parte começou tal como a primeira, bastante animada. Logo aos 47 minutos, Vleminckx  surgiu em boa posição na pequena área mas voltou a cabecear sem perigo. A resposta do Marítimo veio poucos minutos depois, quando Adilson falhou por centímetros o cabeceamento a um bom cruzamento de Rúben Brígido.

Depois o jogo voltou a cair numa toada morna e só os minutos 65 e 66 foram excepção. Primeiro Tchite fintou Luís Olim e rematou à figura de Salin, depois, num lance em que a bola andou perdida dentro da área do Marítimo, após uma saída a soco de Salin.

A emoção ficou guardada para o fim. Aos 84 minutos, Refaelov rematou à "queima-roupa", a bola bateu na mão de Adilson e o árbitro assinalou penalty. O mesmo Refaelov converteu o castigo máximo. Um par de minutos volvidos, ao falhar um remate, Adilson acabou por assistir Heldon que, de cabeça, não perdoou.

O Brugge procurou o empate, mas o Marítimo não cedeu na defesa e ainda criou outra oportunidade, quando Heldon, num rápido contra ataque, serviu Danilo Dias, que rematou para corte de Almebäck.

Última actualização: 08-12-12 0.05CET

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/season=2013/matches/round=2000356/match=2010017/postmatch/report/index.html#maritimo+termina+vitoria

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA EUROPA LEAGUE, o logótipo da UEFA Europa League e o troféu da UEFA Europa League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.