O "site" oficial do futebol europeu

Genk segue em frente e complica Videoton

Publicado: Quinta-feira, 22 de Novembro de 2012, 21.12CET
Videoton FC 0-1 KRC Genk
Um golo apontado por Elyaniv Barda na primeira parte terminou com a invencibilidade do Videoton em casa nas competições europeias.
por Peter Murphy
de Sóstói Stadium
Genk segue em frente e complica Videoton
Elyaniv Barda, Steven Joseph-Monrose and Jelle Vosse (KRC Genk) ©AFP/Getty Images

Estatísticas dos jogos

VideotonGenk

Golos marcados0
1
Remates à baliza2
 
3
Remates para fora12
 
2
Cantos5
 
2
Foras-de-jogo2
 
2
Faltas cometidas18
 
10
Cartões amarelos3
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0

Classificação

Última actualização: 21/06/2013 00:46 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Quinta-feira, 22 de Novembro de 2012, 21.12CET

Genk segue em frente e complica Videoton

Videoton FC 0-1 KRC Genk
Um golo apontado por Elyaniv Barda na primeira parte terminou com a invencibilidade do Videoton em casa nas competições europeias.

O KRC Genk venceu pela segunda vez o Videoton FC no Grupo G e garantiu a passagem aos 16 avos-de-final da UEFA Europa League, deixando a equipa de Paulo Sousa obrigada a vencer na sexta jornada e a necessitar da ajuda de terceiros para acompanhar os belgas na fase seguinte.

O jogo foi muito animado, mas bastou um cabeceamento de Elyaniv Barda no primeiro tempo para o Genk conquistar os três pontos e terminar com a invencibilidade do Videoton em casa nas competições europeias, que durava há dez jogos. Os anfitriões pressionaram durante todo o encontro, mas o melhor que conseguiram foram dois remates à queima-roupa de György Sándor, um em cada parte, que passaram ligeiramente ao lado do alvo.

Ambas as equipas entraram em campo de forma determinada, mas sem conseguirem criar oportunidades claras de golo até o Genk inaugurar o marcador. Julien Gorius converteu um pontapé de canto aos 19 minutos e Barda aproveitou a apatia da defesa para bater o guarda-redes Mladen Božović com um golpe de cabeça.

A equipa húngara respondeu bem e, com Ádám Gyurcsó em grande destaque, esteve por duas vezes perto do empate. Primeiro, o atacante de 21 anos de idade ultrapassou Dani Fernández pelo interior e rematou forte, fazendo a bola passar a rasar o poste mais próximo da baliza defendida por Kristof Van Hout, para depois, à passagem da meia-hora, fazer um cruzamento que permitiu ao português Filipe Oliveira cabecear com perigo.

O Videoton tinha apontado os cinco golos na fase de grupos antes do intervalo e, a cinco minutos do descanso, a pressão esteve quase a dar frutos. Um cruzamento de Nemanja Nikolić atravessou toda área e chegou a Sándor que, isolado, rematou por cima. O atacante voltou a estar perto do golo logo após o reinício, com os anfitriões a não aliviarem a pressão.

O Genk foi sempre uma equipa perigosa e Božović teve de mergulhar aos pés de Jelle Vossen, a 12 minutos do final, para manter a sua equipa na discussão do encontro. Para o Videoton se tornar no primeiro clube húngaro a ultrapassar a fase de grupos de uma competição europeia, tem de vencer o Sporting Clube de Portugal dentro de duas semanas e contar com a ajuda do Genk frente ao FC Basel 1893.

Última actualização: 24-11-12 0.07CET

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/season=2013/matches/round=2000356/match=2009999/postmatch/report/index.html#genk+segue+frente

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA EUROPA LEAGUE, o logótipo da UEFA Europa League e o troféu da UEFA Europa League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.