O "site" oficial do futebol europeu

2011/12: Falcao bisa no triunfo do Atlético

Publicado: Quarta-feira, 16 de Maio de 2012, 6.18CET
A história de amor de Radamel Falcao com a UEFA Europa League continuou ao apontar 12 golos - incluindo dois na final - que ajudaram o Atlético de Madrid a recuperar o troféu.

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

Resultado da final

A final - 09-05-2012
Atlético3-0Athletic
EspanhaEspanha
 
EspanhaEspanha
  • Estádio: Arena Națională
  • Local: Bucareste (ROU)
Semifinalistas
SportingPortugalPortugal
ValenciaEspanhaEspanha
 
 

Calendário

Fase de qualificação

"Play-offs"

Fase de grupos

Fase a eliminar

Final

Publicado: Quarta-feira, 16 de Maio de 2012, 6.18CET

2011/12: Falcao bisa no triunfo do Atlético

A história de amor de Radamel Falcao com a UEFA Europa League continuou ao apontar 12 golos - incluindo dois na final - que ajudaram o Atlético de Madrid a recuperar o troféu.

Club Atlético de Madrid 3-0 Athletic Club
(Falcao 7, 34, Diego 85)
Arena Nacional de Bucareste

A história de amor de Radamel Falcao com a UEFA Europa League continuou ao manter o seu afecto com dois golos frente ao Athletic Club, na final ganha pelo Club Atlético de Madrid por 3-0 e que valeu a conquista da prova pela segunda vez em três anos.

O ponta-de-lança colombiano conquistou a sua segunda medalha de vencedor da prova em 357 dias, após ter marcado o único golo da final da época passada, que deu o triunfo ao FC Porto. Aumentou, na final de Bucareste, o seu pecúlio para 29 golos em 29 partidas na competição, coroando um excelente início de encontro com um sensacional tento inaugural logo aos sete minutos e duplicou a vantagem dos "colchoneros" antes do intervalo com nova excelente execução. O Athletic não conseguiu recuperar e Diego ainda selou o destino da final a cinco minutos dos 90.

O Atlético estabeleceu o recorde de 12 vitórias em jogos consecutivos da prova, tendo sido o culminar de uma impressionante temporada para uma equipa que começou a brilhar após a chegada de Diego Simeone ao comando técnico. Com Falcao e Adrián López imparáveis no ataque, os "rojiblancos" tiveram um percurso tranquilo através das rondas a eliminar, uma vez que o mínimo que conseguiram foram vantagens de dois golos em eliminatórias com S.S. Lazio, Beşiktaş JK, Hannover 96 e Valencia CF.

A final colocou-os frente-a-frente a uma jovem equipa do Athletic que encantou toda a Europa com triunfos em casa e fora sobre o Manchester United FC. Com efeito, a sua abordagem arrojada e vigorosa mereceu elogios de todo o continente. Parecia que a espera de 28 anos iria finalmente chegar ao fim. Contudo, o seu 61º encontro oficial da época provou ser insuperável, uma vez que Falcao lhes deu uma desvantagem que jamais conseguiram recuperar.

Foi uma temporada em cheio para os pontas-de-lança, com Falcao (12), Klaas-Jan Huntelaar (10) e Adrián (8) contribuíram mais do que ninguém para um recorde de 585 golos em 205 partidas. Em Old Trafford, foi estabelecido outro recorde, pois foram 67,328 as pessoas que assistiram ao embate entre o Manchester United e o quatro vezes campeão europeu AFC Ajax, após ambas as equipas terem transitado da UEFA Champions League após terem concluído os respectivos grupos na terceira posição.

As equipas que transitaram da UEFA Champions League não foram muito felizes na UEFA Europa League, com o Ajax, Manchester United, o detentor da prova, FC Porto, FC Viktoria Plzeň, Trabzonspor AŞ, Olympiacos FC e Manchester City FC foram todas eliminadas antes dos quartos-de-final. Apenas o Valência causou impacto, uma vez que chegou às meias-finais, onde seria eliminado pelo rival da Liga espanhola, Atlético. O Sporting concluiu esse quarteto depois de também ter feito história, uma vez que logrou o apuramento da fase de grupos concluídas apenas três jornadas.

A Bélgica e a Holanda também podem olhar para trás com orgulho uma vez terem sido bem representados nas rondas a eliminar, enquanto os ucranianos do FC Metalist Kharkiv rivalizaram com o Athletic pelo papel de "sensação". A UEFA Europa League de 2011/12 teve de tudo: recordes, impressionantes recuperações, vitórias no último segundo, sucessos com dez jogadores, dois autogolos marcados no mesmo encontro pela mesma equipa e, no final, um vencedor justo.

Última actualização: 21-12-12 12.25CET

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/season=2012/overview/index.html#retrospectiva+epoca+201112

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA EUROPA LEAGUE, o logótipo da UEFA Europa League e o troféu da UEFA Europa League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.