O "site" oficial do futebol europeu

Equipa da fase de grupos da UEFA Europa League

Publicado: Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012, 16.50CET
Com as atenções viradas para os 16 avos-de-final, os repórteres do UEFA.com elegeram os jogadores em destaque na fase de grupos da UEFA Europa League.
Equipa da fase de grupos da UEFA Europa League
Edinson Cavani foi o melhor marcador da fase de grupos com sete golos ©AFP/Getty Images
 
 
Publicado: Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012, 16.50CET

Equipa da fase de grupos da UEFA Europa League

Com as atenções viradas para os 16 avos-de-final, os repórteres do UEFA.com elegeram os jogadores em destaque na fase de grupos da UEFA Europa League.

Guarda-redes
Hugo Lloris (Tottenham Hotspur FC)
O titular da baliza da França teve de esperar pela sua hora na sequência de ter chegado no início da época ao norte de Londres para trabalhar com André Villas-Boas, mas conseguiu estrear-se na primeira jornada frente à S.S. Lazio. Lloris manteve as redes invioladas ante os italianos e sofreu apenas três golos em cinco jogos no Grupo J, tendo brilhado a grande altura no nulo conseguido em Roma.

Defesas
Benoît Trémoulinas (FC Girondins de Bordeaux)
Trémoulinas falhou apenas o triunfo sobre o Newcastle United FC, na sexta jornada, quando os franceses já tinham garantido a qualificação. As duas assistências para golo são prova da capacidade de criar perigo pelo flanco esquerdo e a boa forma foi recompensada pela estreia pela selecção de França em Novembro.

Aleksandar Dragović (FC Basel 1893)

Este talentoso defesa revelou-se decisivo para o Basileia ficar no segundo lugar do Grupo G com apenas dois golos sofridos. Com apenas 21 anos, o internacional austríaco continua a mostrar maturidade pouco comum em jovens da sua idade.

Bekir İrtegün (Fenerbahçe SK)
Bekir é um jogador bem conhecido na Turquia, mas melhorou consideravelmente esta época e na anterior. Escolhido para titular no eixo da defesa pelo treinador Aykut Kocaman, também mostrou ser capaz de criar perigo na área adversária ao marcar fora ao Olympique de Marseille, na quinta jornada, num soberbo pontapé de bicicleta.

Médios
Pavel Horváth (FC Viktoria Plzeň)
Antigo jogador do Sporting Clube de Portugal, Horváth é o capitão e o maestro do Plzeň e foi decisivo no triunfo dos checos no Grupo B, para o qual contribuíram três triunfos em casa, com destaque para o conseguido frente ao campeão Club Atlético de Madrid. Horváth bateu o seu próprio recorde ao tornar-se no jogador mais velho a marcar na UEFA Europa League, com 37 anos e 214 dias, na quinta jornada.

Yevhen Konoplyanka (FC Dnipro Dnipropetrovsk)
A enorme capacidade de liderança, boa capacidade técnica e ritmo de jogo permitem prever um futuro brilhante à estrela em ascensão do Dnipro e da selecção da Ucrânia. Konoplyanka marcou alguns belos golos esta época, com destaque para o apontado à Inglaterra em Wembley e para o conseguido no reduto do PSV Eindhoven em jogo do Grupo F.

Alexandru Bourceanu (FC Steaua Bucureşti)
Raul Rusescu mostrou excelente forma e merece referência, mas Bourceanu é o eleito depois de capitanear a sua equipa rumo ao triunfo no competitivo Grupo E. Tacticamente evoluído, o principal contributo que trouxe ao clube de Bucareste foi o facto de dar sempre o exemplo e trazer unidade à equipa.

Taison (FC Metalist Kharkiv)
Verdadeiro maestro brasileiro, com boa velocidade e capacidade para jogar com os dois pés, pode ser utilizado como avançado ou como médio-ofensivo. Taison não receia assumir a iniciativa e tem mostrado impressionante capacidade para decidir jogos e na memória de todos está o sensacional golo apontado ao Rosenborg BK.

Avançados
Jelle Vossen (KRC Genk)
A equipa belga merece crédito por ter conseguido ultrapassar, pela primeira vez, a fase de grupos de uma competição europeia. A contribuição de Vossen, de 23 anos, foi bem maior do que os dois golos marcados e a assistência que aparecem nas estatísticas e simboliza a importância e o sucesso do trabalho realizado pela academia do Genk em anos recentes.

Edinson Cavani (SSC Napoli)
Depois de ter falhado o primeiro jogo do Nápoles na fase de grupos e de ter jogado apenas na etapa complementar no segundo, Cavani despontou no terceiro. Marcou os quatro golos no triunfo por 4-2 na recepção ao FC Dnipro Dnipropetrovsk e também facturou frente ao AIK e ao PSV, terminando a participação no Grupo F com sete remates certeiros.

Raúl Bobadilla (BSC Young Boys)
Único representante de um clube que ficou pelo caminho na fase de grupos, Bobadilla foi apelidado de "touro" pelo treinador do Young Boys, Martin Rueda, depois de fazer um “hat-trick” frente à Udinese Calcio na terceira jornada. O argentino despediu-se da prova com cinco golos e só foi superado por Cavani na tabela dos goleadores.

Última actualização: 07-01-13 14.34CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1906958.html#equipa+fase+grupos+uefa+europa+league

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA EUROPA LEAGUE, o logótipo da UEFA Europa League e o troféu da UEFA Europa League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.