Falcao fala sobre outro "sonho tornado realidade"

Radamel Falcao disse ter sido um conselho que recebeu do seu pai a dar início ao decisivo desempenho frente ao Athletic, que terminou com dois golos e a conquista do troféu.

Radamel Falcao festeja, em Bucareste, a conquista da taça pela segunda vez
Radamel Falcao festeja, em Bucareste, a conquista da taça pela segunda vez ©Getty Images

Superlativos estiveram em falta para descrever a prestação de Radamel Falcao no jogo de Bucareste, que decidiu com dois excelentes golos logo na primeira parte, deixando o Club Atlético de Madrid a caminho do triunfo na UEFA Europa League sobre o Athletic Club. Mas o colombiano limitou-se a fazer aquilo que lhe pediram, conforme assumiu na hora da consagração.

O jogo tinha sete frenéticos minutos decorridos quando o internacional colombiano recolheu um passe de Diego, controlou a bola com o pé esquerdo e, quando Fernando Amorebieta escorregou, rematou em arco para um tento monumental, sem possibilidade de defesa para Gorka Iraizoz. "Eu estava a tentar ganhar espaço e, quando o consegui, rematei logo", disse o jogador de 26 anos. "O meu pai sempre disse que devo apontar sempre ao poste mais distante e, pela primeira vez, fi-lo. Ele ficará feliz", confessou.

Decididamente que sim – avaliar pelos festejos na sua terra natal que saudaram, há um ano, o seu triunfo pelo FC Porto, assim como no resto da Colômbia. A mudança de Portugal para Espanha no Verão passado, admite Falcao, não mereceu tamanha unanimidade: "Quando me mudei para o Atlético, muita gente disse que eu estava a cometer um erro. Esperei por este momento para lhes poder dizer que o erro era deles, por terem dito isso."

"As palavras são poucas para expressar o quão feliz estou. Devo-o à equipa, pois ajudou-me bastante. Creio que a pressão a que os conseguimos submeter quando eles tinham a bola foi determinante, a todo o campo. Estou feliz com aquilo que estou a viver. É como um sonho tornado realidade. Não tenho palavras para descrever tudo isto: ganhar a Europa League por dois clubes diferentes e, ainda por cima, ser o melhor marcador duas épocas consecutivas."

Com efeito, Falcao juntou 12 golos aos 17 que conseguira na época passada pelo FC Porto, pelo que soma 29 golos em outras tantas partidas da prova. Sem dúvida, uma marca notável.

Topo