Últimas da UEFA Europa League

Este blogue vai mantê-lo informado com as últimas notícias relacionadas com clubes da UEFA Europa League.

por John Atkin, Amesterdão 
Encerrado0

Aykut Kocaman, treinador do Fenerbahçe: 


Depois de chegarmos aos quartos-de-final, disse que qualquer das equipas presentes poderia vencer o troféu. Entre os conjuntos presentes nas meias-finais há muito pouca diferença em termos de poderio. As equipas que melhor explorarem estas diferenças vão atingir a final. O Benfica está um passo à nossa frente em termos de experiência, mas os clubes turcos jogam com crença e entusiasmo estas partidas de alto nível.

 

 

Cristian, médio do Fenerbahçe:


Vai ser um jogo muito importante para nós. Mas estamos bem preparados para o que aí vem. O Benfica é um adversário muito forte, mas nós temos muitos jogadores que podem fazer a diferença em campo de um momento para outro. O Benfica tem elementos com muita velocidade, sãi, conjunto rápido e forte no ataque, pelo que temos de estar muito concentrados em todos os instantes do encontro.

©AFP/Getty Images

 

 

Jorge Jesus, treinador do SL Benfica:


O Benfica está agora habituado a ambientes intensos e aos estádios mais intimidatórios, pelo que penso que isso não será uma vantagem para o Fenerbahçe. Os maiores problemas virão, provavelmente, dos seus atacantes mais ágeis. Sabemos que este jogo não vai decidir nada, mas pode ajudar-nos. Vamos ser fiéis à nossa filosofia de jogo. Por norma o Benfica marca fora e, apesar do ambiente amanhã, acho que o vamos voltar a fazer. Não há favoritos, pois ambas as equipas têm os seus pontos fortes e será uma eliminatória equilibrada.

 

©Getty Images

 

 

Nicolas Gaitan, atacante do Benfica:


Comecei a minha carreira no Boca Juniors, na Argentina. Ouvi dizer que o ambiente aqui é muito parecido ao do Boca. As cores do Fenerbahçe e do Boca são as mesmas, pelo que isto tudo para mim é-me familiar. O Fenerbahçe é uma equipa muito bem organizada, com jogadores talentosos. Mas eu penso que somos um melhor conjunto e por isto queremos ir até á final.

 

©Getty Images

 

 

O treinador do Chelsea FC, Rafael Benítez e o avançado Fernando Torres vão falar à imprensa no St. Jakob-Park, em Basileia, nos próximos minutos.

 

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

Murat Yakin, treinador do FC Basel 1893:


Não sou de sonhar, sou uma pessoa realista. Se falamos da final é sinal que estamos muito perto. Tentei dar a minha visão à equipa e espero que nos indique o caminho para a final de Amesterdão e agora estamos a dois jogos de o conseguir. Tenho uma equipa que cresceu de jogo para jogo e não chegámos aqui apenas por sorte. Fizemos alguns bons jogos em casa que merecemos vencer. Foram um bom começo para a segunda mão. Precisamos de mais dois encontros muito bons ou um a esse nível e outro a nível médio para estarmos na final e acreditamos nisso.

 

©AFP/Getty Images

 

 

Fabian Schär, defesa do Basileia: 


Jogar contra o Tottenham deu a ideia que disputámos o nosso maior jogo de sempre, mas a meia-final contra o Chelsea FC é ainda mais. Este ano foi um ano de loucos. Estou feliz como as coisas se têm passado, não podia ser melhor.

©AFP/Getty Images

 

 

Os meios de comunicação turcos revelam-se realistas na antevisão do jogo da primeira mão entre o Fenerbahçe SK e o SL Benfica, alertando para a capacidade de finalização dos visitantes. O desempenho do Benfica contra o Sporting Clube de Portugal, no último fim-de-semana recebeu muitos elogios na televisão turca. A ex-estrela do Fenerbahçe – que também alinhou pelos encarnados - Pierre van Hooijdonk citado pelo Fanatik Gazetesi, diz: "O Benfica parece ser o mais forte dos dois, mas o Fener tem de acreditar nas suas possibilidades. Claro que podem chegar à final. Não existe a regra de que uma equipa que faça o primeiro jogo em casa tenha de ganhar. O Fener também pode terminar o trabalho em Lisboa".

 

©AFP/Getty Images

 

 

 

 

Os adeptos do FC Basel 1893 começam a reunir-se nas zonas verdes fora do St. Jakob-Halle, aproveitando-se de uma bela noite de Primavera no noroeste da Suíça. Há um ar de confiança que emana dos adeptos da casa, depois de terem dilatado para três pontos a vantagem na liderança da Swiss Super League. Ão mesmo tempo, estão animados com a visita de uma segunda equipa oriunda da Premier League, após terem eliminado o Tottenham Hotspur FC na conversão de grande penalidades nos quartos-de-final.

O triunfo do Chelsea FC na UEFA Champions League foi há apenas 11 meses e a sua experiência nesta fase da competição de clubes da UEFA pode ser fundamental. Os seus adeptos, vestidos com t-shirts a dizer 'vencedores da Champions League”, são em bom número.

©Getty Images

 

 

 

 

Fernando Torres disse ao UEFA.com que se sente finalmente ambientado ao Chelsea FC e, a propósito da visita ao FC Basel 1893, admitiu que, apesar de "não ter sido fácil para ninguém, a equipa está a melhorar".

 

 

 

O UEFA.com matchcentre está agora em directo e vai trazer-lhe toda a acção do Fenerbahçe SK v SL Benifca e do FC Basel 1893 v Chelsea FC.

Vá para a página da UEFA Europa League e acompanhe a cobertura total.

 

 

 

 

Os especialistas em estatísticas do UEFA.com centraram as atenções nas meias-finais. Eduardo Salvio e o SL Benfica aproveitaram a experiência na UEFA Europa League para estabelecer novos recordes da prova, enquanto o Chelsea FC tornou-se na primeira equipa a vencer a primeira mão de uma meia-final fora de casa. Há notícias animadoras para o FC Basel 1893 e Benfica, apesar dos desaires na primeira mão, já que cinco dos últimos seis finalistas da UEFA Europa League estiveram em desvantagem em algum momento dos seus embates nas meias-finais. Por ver estas e outras estatísticas leia isto:

 

O capitão Marco Streller renovou contrato com o FC Basel 1893 por mais uma época, ficando ligado ao clube até 30 de Junho de 2015. O antigo internacional suíço regressou a St. Jakob-Park em Junho de 2007, depois de três épocas e meia ao serviço do VfB Stuttgart e um empréstimo ao 1. FC Köln. O avançado de 31 anos, que fez sua estreia pelo Basileia em Julho de 2001, marcou 117 golos em 250 jogos pelo clube.

©Getty Images

 

 

O SL Benfica conseguiu um suado triunfo por 2-1 no reduto do CS Marítimo, esta segunda-feira, e entra para as últimas três jornadas da Liga portuguesa com quatro pontos de vantagem na liderança.

A equipa de Jorge Jesus parecia encaminhada para uma noite tranquila quando Lima aproveitou uma grande penalidade para inaugurar o marcador aos cinco minutos, mas Igor Rossi empatou no final do primeiro tempo. O jogador do Marítimo de 24 anos voltou a marcar a meio da segunda parte, mas desta vez na sua baliza, com o Benfica a aproveitar para vencer.

©AFP/Getty Images

 

 

"Foi uma segunda parte de campeões", explicou Jorge Jesus depois do SL Benfica vencer por 2-1 no reduto do CS Marítimo na segunda-feira. "O Marítimo causou-nos problemas no primeiro tempo, mas reagimos bem no segundo".

A equipa aterrou em Lisboa às 2h00 e tinha cerca de 200 adeptos eufóricos á espera no aeroporto. "Agora temos um jogo importante na quinta-feira", acrescentou Jesus. "Nós não temos tempo para nada, nem para treinar. Temos de recuperar da melhor forma para meia-final da UEFA Europa League".

©AFP/Getty Images

 

 

O guarda-redes Yann Sommer explicou ao UEFA.com que não dá demasiada importância à UEFA Europa League, a tendência que tem para brilhar nos desempates por grandes penalidades e a forma como o FC Basel 1893 tem vindo a promover o futebol suíço. Para ouvir as declarações do guardião e do seu treinador, Murat Yakin, assista ao vídeo.

 

 

O antigo avançado escocês Pat Nevin fez a antevisão do encontro da segunda mão entre o Chelsea FC e o FC Basel 1893 na coluna que mantém no “site” do clube londrino.

"O Chelsea pode disputar 69 jogos esta época, o que passa a ser um novo recorde para um clube da Premier League. A época parece que nunca mais acaba", comentou. "As atenções voltam a estar viradas para a UEFA Europa League e para a recepção ao Basileia que, embora não seja uma adversário fácil, deve ser ultrapassável se a equipa mostrar a atitude certa".

"O Basileia sabe que é obrigado a marcar dois golos em Stamford Bridge, o que vem simplificar a atitude dos jogadores e a táctica do treinador mas, se os suíços entrarem a jogar deliberadamente ao ataque, podem chegar ao intervalo destroçados”.

Cristian mostrou uma grande concentração no domingo, quando converteu uma grande penalidade a três minutos do final do encontro com o Kayserispor e permitiu ao Fenerbahçe SK vencer por 2-1. Desta forma, o clube mantém as ténues esperanças de chegar ao título e adiou a festa do rival Galatasaray AŞ.

Cristian ficou destroçado na semana passada, quando rematou ao poste na marcação de um castigo máximo frente ao SL Benfica, mas desta vez ajudou a sua equipa a consumar a reviravolta na Liga turca. O jogo não correu totalmente como o previsto, já que o treinador Aykut Kocaman poupou diversos jogadores a pensar no desafio de quinta-feira, em Lisboa, mas foi obrigado a lançar Moussa Sow e Dirk Kuyt em jogo para chegar à vitória.

O Galatasaray dispõe sete pontos de vantagem na liderança, numa altura em que faltam disputar três jornadas.

©AFP/Getty Images

 

 

Antes do Fenerbahçe SK defrontar o SL Benfica, o avançado Moussa Sow falou ao UEFA.com sobre a vida em Istambul e sobre a importância de atingir a final da UEFA Europa League de 2013.

 

Esta tarde vamos ter actualizações em directo das quatro conferências de imprensa.

O Chelsea FC dá o pontapé de saída às 16h00 (de Portugal Continental), seguindo-se o SL Benfica às 16h30. O treinador do FC Basel 1893, Murat Yakin, fala com os jornalistas em Stamford Bridge a partir das 18h15, antes do Fenerbahçe SK encerrar os trabalhos às 18h30.

Benfica e Chelsea treinam nos respectivos centros de estágio, enquanto os visitantes Fenerbahçe e Basileia vão ter oportunidade de se adaptarem aos palcos dos jogos.

 

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

O SL Benfica recebeu o Fenerbahçe SK na primeira eliminatória da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1975/76 e tem boas recordações desse encontro, venceu por 7-0 e impôs a maior derrota de sempre do clube turco nas competições europeias.

Nené, que tem o recorde de 802 jogos pelo Benfica, foi um dos dois jogadores que fez um “hat-trick” nesse jogo. O antigo internacional português, actualmente com 63 anos, continua ao serviço do clube e falou ao UEFA.com sobre esses jogo memorável e sobre o desafio de um clube turco.

 

Enzo Pérez, médio do SL Benfica:


Acreditamos que podemos conseguir o resultado que precisamos em nossa casa. O Fenerbahce tem uma boa equipa, com excelentes jogadores, mas temos muita confiança. Com o apoio dos nossos adeptos, podemos dar à volta à eliminatória e chegar à final. Fizemos uma boa campanha na UEFA Europa League, mas queremos estar na final. Seria um passo importante para todos. 

©AFP/Getty Images

 

 

Dirk Kuyt, avançado do Fenerbahçe SK:


Conseguimos excelentes resultados esta época, por isso posso afirmar que foi um ano de sucesso, mas o futebol é um jogo muito cruel. Temos de terminar a época com um troféu conquistado. As esperanças no campeonato diminuíram, mas continuamos a lutar. Já batemos adversários fortes nas competições europeias e vamos a Portugal para vencer. Confio nos meus colegas, estamos todos concentrados.

©AFP/Getty Images

 

 

 

©Getty Images
Frank Lampard (Chelsea FC)
Frank Lampard no treino do Chelsea FC de preparação do encontro com o FC Basel 1893 da segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League

 

©AFP/Getty Images
Os jogadores do Chelsea no treino
Os jogadores do Chelsea FC na véspera do encontro da segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League com o FC Basel 1893

 

©Getty Images
Rafael Benítez (Chelsea FC)
O treinador Rafael Benítez durante o treino do Chelsea FC de preparação do encontro com o FC Basel 1893 da segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League

 

Juan Mata, atacante do Chelsea FC: "Marcar dois golos fora de casa é muito importante nas competições europeias, mas ainda vamos ter de lutar muito. Eles não vão desistir, não será fácil".

Rafael Benítez, treinador do Chelsea FC: "Sabemos que eles são bons fora de casa e já mostraram que podem marcar. Estou preocupado com isso, mas não tenho medo."

Rafael Benítez, treinador do Chelsea FC: "Penso que o Basileia vai ser mais perigoso. Vai jogar ao ataque, para tentar marcar, pois essa é a única forma de continuar em prova".

Juan Mata, atacante do Chelsea FC: “Este é um jogo que pode ser perigoso, estamos avisados disso. O Basileia é forte com bola e merece estar a jogar a este nível”

Juan Mata, atacante do Chelsea FC: "O Rafa deu o máximo desde que assumiu o comando da equipa. Prepara todos os jogos com grande detalhe, é um grande treinador".

Rafael Benítez, Treinador do Chelsea FC: "Foi bom termos chegado até aqui numa época muito longa. Agora vamos fazer tudo para desfrutar do jogo de amanhã. Espero vencer e chegar à final."

Juan Mata, atacante do Chelsea FC: 'Se jogarmos como temos vindo a fazer, podemos fazer as duas coisas, ganhar a UEFA Europa League e garantir a qualificação para a UEFA Champions League”.

Rafael Benítez, Treinador do Chelsea FC: "A minha preocupação é pensarmos que já estamos na final, o que não é verdade. Vamos defrontar um adversário de qualidade e que pode marcar fora de casa".

Óscar Cardozo, avançado do SL Benfica: 


Estamos tranquilos e preparados para o Fenerbahçe, um adversário difícil, que temos de vencer amanhã para passar à final. Temos que fazer o nosso jogo, criar oportunidades e marcar. Estamos a jogar bem, temos de tirar partido disso para garantir o apuramento. É um momento importante da minha carreira. Vou dar o melhor pela equipa e peço aos adeptos para virem ao estádio e ajudarem-nos a alcançar a final.

©AFP/Getty Images

 

 

Jorge Jesus, treinador do SL Benfica:

O nosso objectivo é dar a volta a eliminatória, apesar de 1-0 ser um resultado complicado, acreditamos que podemos seguir em frente. Temos experiência europeia e sabemos o que é estar nestes jogos. Estamos tranquilos e não vamos alterar nada. Estamos muito optimistas e esperamos que os adeptos nos ajudem a alcançar a final. Agora estamos mais optimistas, porque 1-0 é um resultado superável, e penso que o Fenerbahçe vai ser tão forte desta vez. Sabemos são sólidos quando quando jogam fora, mas o Benfica é mais forte na Luz e é isso que me leva a pensar que podemos passar à final.

©AFP/Getty Images

 

 

Murat Yakin, treinador do FC Basel 1893:


Em primeiro lugar, não dou muita importância às estatísticas. Só quero que a minha equipa jogue um bom futebol, um futebol fresco e que entre bem no jogo. Mostrámos frente ao Tottenham aquilo que somos capazes. Vamos ser corajosos, jogar com confiança e, quem sabe, talvez seja possível fazer um pequeno milagre e garantir a passagem à final. Sabemos o que temos que fazer para garantir a qualificação, sabemos os golos que temos de marcar. Temos um objectivo, dar o máximo. Nada que eu diga aqui vai alterar isso.

©AFP/Getty Images

 

 

Aykut Kocaman, treinador do Fenerbahçe SK: "É um dos jogos mais importantes da nossa história. Mesmo com uma vantagem de 1-0, considero que ambas as equipas têm as mesmas hipóteses de passar à final".

Aykut Kocaman, treinador do Fenerbahçe: "Ainda não estamos apurados. O Benfica é mais forte em casa, com o apoio dos adeptos. No último treino ensaiámos as grandes penalidades".

Volkan Demirel, guarda-redes do Fenerbahçe SK: 


Temos um grande respeito pelo Benfica. Eles têm uma boa equipa, que joga colectivamente e que está entre as melhores da Europa. Chegámos ao topo e tenho quase a certeza que vamos estar na final. Estou muito orgulhoso e espero agora dar uma prenda a todos os adeptos do Fenerbahçe.

©Getty Images

 

 

Esta manhã o jornal A Bola apresenta o título "Ataque final", já que o SL Benfica vai tentar anular uma desvantagem de 1-0 face ao Fenerbahçe SK na segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League. O diário desportivo recorda, "as águias estão prestes a disputar a primeira final europeia em 23 anos". O avançado Óscar Cardozo, que está num bom período de forma, também está em destaque ao afirmar que o encontro desta noite no Estádio do Sport Lisboa e Benfica "é o jogo mais importante da minha carreira".

Outro jornal desportivo, Record, afirma: "Voo 2-0 segue para Amesterdão. Casa cheia na Luz para puxar pelo Benfica". O treinador dos encarnados, Jorge Jesus, também é citado: "Acredito que vamos estar na final".

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

O UEFA.com conversou com Ottmar Hitzfeld sobre a caminhada do FC Basel 1893 até às meias-finais da UEFA Europa League, onde tem um desvantagem de 2-1 em relação ao Chelsea FC para a segunda mão em Londres. "O Basileia conseguiu algo muito importante para o futebol suíço", explicou o seleccionador helvético. "O Basileia é a equipa mais forte da Suíça, o clube e o presidente Bernard Heusler estão a fazer um trabalho fantástico. O treinador Murat Yakin montou uma grande equipa e é muito inteligente tacticamente. A equipa é muito regular, não sofre muitos golos e é um perigo permanente no ataque. O Basileia já causou sensação e pode fazer história se chegar à final".

©Getty Images

 


 

O Chelsea FC iniciou a época com o sonho de conquistar seis troféus, mas um a um tem falhado todos os objectivos e agora só está em condições de conquistar um título: a UEFA Europa League. Esta noite, em Stamford Bridge, os ingleses querem dar sequência ao triunfo por 2-1, na primeira mão, sobre o FC Basel 1893, para garantir a presença na final de 15 de Maio. Seria uma forma a esquecer todas as decepções que viveram esta época e que começaram com a derrota por 3-2 frente ao Manchester City FC na SuperTaça inglesa.

Antes do final do ano, o clube foi eliminado da UEFA Champions League (depois de ficar no terceiro lugar no seu grupo) e batido pelo SC Corinthians Paulista na final do Mundial de Clubes, enquanto o sonho do título da Premier League esfumou-se após uma série de sete jogos sem vencer. Em Janeiro os londrinos foram eliminados nas meias-finais da Taça da Liga Inglesa, com um total de 2-0 frente ao Swansea City AFC, enquanto a campanha na Taça de Inglaterra também terminou nas meias-finais, com mais um desaire com o Manchester City.

Após duas eliminações em meias-finais, o treinador Rafael Benitez espera que a sua equipa não seja surpreendida pelos visitantes suíços, pretendendo também superar a desilusão de 2010, quando estava no comando do Liverpool FC e a sua equipa foi eliminada nesta ronda pelo Club Atlético de Madrid devido aos golos marcados fora de casa.

©Getty Images

 

 

Em Stockwell, no sudeste de Londres, a cerca de seis quilómetros de Stamford Bridge, o jogo desta noite está no centro de todas as conversas. A equipa da casa pode ser considerada favorita? Será que o grande volume de jogos realizados esta época vai limitar os jogadores? E será que o Fenerbahçe SK é um adversário assim tão temível? Stockwell também é conhecida como “Little Portugal” e é o coração da grande comunidade portuguesa de Londres, aqui todos conversam sobre o destino do SL Benfica.
 
O meu dentista, o Dr. Costa, está optimista e planeou ver o jogo com um amigo turco num restaurante português. Enquanto olha para a minha boca aberta, inicia uma fascinante metáfora de inspiração dental sobre o desafio da equipa de Jorge Jesus, com um impressionante conhecimento da língua inglesa, mas nem sempre do seu uso mais correcto ("O cansaço da equipa é como placa pesada, precisa ser renovado"). O dentista conclui: "A noite vai ficar branca". Dói-me a boca.

O FC Basel 1893 reconhece que vai ter dificuldades em atingir a final depois de ter perdido por 2-1 na recepção ao Chelsea FC, na primeira mão, tanto mais que no último fim-de-semana sofreu uma surpreendente derrota por 3-0 frente ao FC Luzern, mas os suíços têm esperança que os londrinos sejam atraiçoados pelo cansaço.

O Basileia até começou a época um mês antes dos ingleses, 13 de Julho face a 12 de Agosto, mas a carga de jogos do Chelsea tem sido muito maior. Esta noite a equipa dos portugueses Paulo Ferreira e Hilário vai disputar o 64º encontro em oito competições diferentes e ainda pode ter de disputar mais cinco jogos antes de iniciar as merecidas férias. O jornal The Times fez as contas à utilização dos diversos jogadores e revela que Petr Čech já jogou 5115 minutos, comparando com os 4830 de toda a época passada. Branislav Ivanović 4,529 (3,629), Juan Mata 4,463 (3,965) e David Luiz 4,428 (3965) também apresentam números impressionantes. Nas duas últimas épocas, Juan Mata (na imagem) disputou um total de 123 jogos pelo clube e pela selecção espanhola.

©Getty Images

 

 

 

O blogue está encerrado por hoje. Obrigado por escolher a nossa companhia. Siga @EuropaMike no Twitter para receber todas as informações e fotografias dos bastidores dos jogos desta noite. A partir das 19h00 (de Portugal Continental) ligue-se ao MatchCentre da UEFA Europa League para seguir todas as jogadas.

O treinador Rafael Benítez comentou o apuramento do Chelsea FC para a final da UEFA Europa League, marcada para 15 de Maio, e não escondeu a satisfação. "Estou muito contente por passar à final", explicou depois vencer o FC Basel 1893, por 3-1, em Stamford Bridge. "Temos trabalhado tanto, que os jogadores merecem. Vai ser difícil, pois sabemos que o Benfica é uma equipa muito perigosa, mas nós também temos qualidade. É importante mostrar personalidade e continuar a vencer, para não perder o hábito. Vamos ter de medir forças com o Tottenham e com o Manchester United no campeonato, mas estamos bem e queremos terminar a época ainda melhor. Vamos encarar um jogo de cada vez".

Os londrinos não vão ter tempo para desfrutar deste triunfo. "Quando temos dois desafios por semana, jogamos num dia, descansamos no seguinte e depois já estamos na véspera de uma nova partida e temos de estar preparados. Não temos tempo para comemorações".

 
©Getty Images

 

Apesar da desilusão por a sua equipa não ter conseguido o apuramento para a final da UEFA Europa League, o treinador do FC Basel 1893, Murat Yakin, só teve elogios para os seus jogadores. "Fomos surpreendidos no segundo tempo, mas os meus jogadores estiveram bem", afirmou depois da eliminação com um total de 5-2 frente ao Chelsea FC. "Jogámos muito bem na primeira parte. Sabíamos que tínhamos de marcar e que seria muito difícil tentar não sofrer golos. O sonho caiu por terra subitamente no segundo tempo”.

"A equipa cresceu, ao avançar eliminatória a eliminatória. Neste embate o Chelsea foi mais astuto e pagámos pela nossa inexperiência. São os detalhes que fazem a diferença a este nível. O Chelsea é uma equipa inteligente e experiente, que sabe como chegar às vitórias. Fico a pensar que a minha equipa proporcionou-lhes a preparação ideal para a final. Agora temos de nos concentrar no campeonato. Quando o resultado ficou em 3-1, era óbvio que estávamos eliminados, por isso tirei o Marco Streller e o Valentine Stocker, para os poupar para a Liga suíça ".

 
©Getty Images

 

 

O Chelsea FC está a uma vitória de se juntar a um ilustre trio de clubes que somaram vitórias nas três maiores competições de clubes da UEFA. Os "blues", que foram campeões da Europa pela primeira vez na época passada, irão somar a UEFA Europa League caso derrotem o SL Benfica. A primeira taça europeia a chegar à sala de troféus de Stamford Bridge aconteceu em 1971, com a conquista da Taça dos Vencedores das Taças, situação que se repetiria em 1998.

 

 

Mais de meio século passado desde a última conquista europeia do SL Benfica, Lima, membro da equipa do SC Braga que foi derrotada na final da UEFA Europa League há dois anos atrás, está determinado em terminar com a longa espera do clube.

 

 

O Chelsea FC está a aferir do estado físico de John Terry e Eden Hazard para a final de quarta-feira da UEFA Europa League, depois dos dois jogadores se terem lesionado no sábado, na vitória perto do final, por 2-1, sobre o Aston Villa FC.

Os "blues" estiveram a perder, mas deram a volta e garantiram a presença na próxima edição da UEFA Champions League, num encontro em que Frank Lampard suplantou o recorde de Bobby Tambling de mais golos pelo clube. As lesões na segunda parte tiraram algum brilho ao triunfo, com Terry a sair em maca depois de ter sofrifo um toque no tornozelo. Hazard, por seu lado, terminou o jogo com uma protecção na coxa. Ambos vão ser examinados este domingo.

©Getty Images

 

 

A preparação do SL Benfica para a final está longe de ser a ideal, pois sofreu uma derrota nos últimos instantes finais na visita ao FC Porto que deixou o adversário muito perto de conquistar o título português na última jornada, a jogar no próximo fim-de-semana.

O encontro de sábado começou da melhor maneira, com Lima a colocar os visitantes na frente, mas a vantagem duraria apenas seis minutos, com um centro de Varela a tabelar em Maxi Pereira e a trair Artur. A segunda parte foi dramática e decidiu-se já nos descontos quando o entradao Kelvin marcou, num lance de contra-ataque.

"Uma derrota é uma derrota, mas esta doí-nos muito", admitiu Jorge Jesus. "Aconteceu na última jogada quando o empate nos servia, mas o futebol é imprevisível. É complicado o estado anímico da equipa antes da final de quarta-feira. Foi um golpe duro. Temos que recuperar, mas quando se perde no último minuto a derrota deixa marcas".

Depois de começar a jornada com dois pontos de avanço, o Benfica vai receber na última jornada uma equipa que luta para não descer, o FC Moreirense e esperar que o Porto não ganhe na visita ao FC Paços de Ferreira, conjunto este que já sabe que terminará em terceiro da tabela.

©AFP/Getty Images

 

O holandês Björn Kuipers vai dirigir na próxima quarta-feira a final da UEFA Europa League

 

Ainda tem uma última oportunidade antes do final da época para fazer alterações na sua equipa do Fantasy Football da UEFA Europa League. Quais os melhores jogadores para escolher de Chelsea FC e SL Benfica? Veja os conselhos do “dicas”.

 

Frank Lampard tornou-se no melhor marcador da história do Chelsea FC frente ao Aston Villa FC, no sábado, mas o médio estava mais concentrado na final da UEFA Europa League e na possível ausência de John Terry, pois o defesa lesionou-se num tornozelo durante o triunfo por 2-1. "Estou muito triste por ele, pois sei como sofreu por ter falhado a final da UEFA Champions League na época passada, isto apesar de ter estado presente a apoiar a equipa", recordou. "Fazemos tudo em equipa e enquanto o John estiver cá faz parte dela”.

"Isto não vai amenizar a tristeza que sente, vai ficar frustrado se não puder jogar por a lesão no tornozelo ser grave, mas aqui ganhamos todos. Foi isso que fizemos no ano passado e espero que aconteça o mesmo este ano. Conhecendo o John como conheço, sei que vai estar lá a incentivar a equipa. Claro que vamos sentir falta da sua liderança, actualmente não há muitos capitães que tenham conquistado mais troféus do que ele. Foi capitão da selecção e é um verdadeiro líder. Os líderes influenciam os jogadores que os rodeiam, têm de escolher as pessoas nos momentos difíceis e o John faz tudo isso e ainda mais, por isso vamos sentir falta dele se não estiver em condições de jogar".

©Getty Images

 

 

Juan Mata foi um dos melhores jogadores do Chelsea FC esta época mas, depois de ajudar o clube do oeste de Londres a garantir a presença na próxima edição da UEFA Champions League, o internacional espanhol já está totalmente concentrado na final de quarta-feira. "Vamos defrontar o Benfica, um clube histórico do futebol europeu e que vai ser muito difícil de bater, como vimos na época passada na UEFA Champions League", destacou o jogador de 25 anos. "É verdade que alguns dos jogadores são diferentes, mas a filosofia da equipa é a mesma”.

"É uma equipa muito competitiva, com jogadores como Óscar Cardozo, Luisão, Rodrigo, Maxi Pereira, Nicolás Gaitán, mas o meu preferido é o Pablo Aimar. O David Luiz avisou que o treinador gosta muito de analisar todos os detalhes do adversário antes de um jogo, por isso vai ser ainda mais difícil. Espero que seja um bom jogo e que possamos comemorar com adeptos a conquista de mais um troféu. Seria incrível ganhar dois títulos europeus em duas épocas seguidas".

©Getty Images

 

 

Do aeroporto de Schiphol até ao estádio, toda a cidade de Amesterdão está decorada com as cores da final da UEFA Europa League, pois já entramos na contagem decrescente para o encontro de quarta-feira. O motorista do táxi perdeu-se a caminho do hotel, mas compensou a falta de sentido de orientação com a explicação de que a esta é uma "grande cidade de futebol".

O condutor também me explicou com orgulho que Amesterdão é "uma das cidades mais antigas da Europa Ocidental". Mais tarde, depois de me ter perdido no metro a caminho do estádio, fiquei com a sensação que os canais serão uma solução melhor para conhecer a cidade do que viver a angústia de usar os meios de transporte mais modernos. É um aspecto a levar em linha de conta pelos adeptos do SL Benfica e do Chelsea FC que vão chegar nos próximos...

Estão esgotadas as entradas para ver a final da UEFA Europa League . O único canal autorizado para a compra de ingressos para a final foi através da votação que decorreu no UEFA.com entre 3 de Dezembro de 2012 e 18 de Janeiro de 2013 e também via clubes finalistas. A UEFA monitoriza em permanência a internet e reserva-se do direito de accionar legalmente no caso de vendedores autorizados surgirem a oferecer bilhetes. A UEFA adverte os adeptos para não se deixarem atrair por essas promoções pois, como sucede na maioria dos casos, tais ofertas podem ser uma fraude e os bilhetes nem sequer existir.

©Getty Images

 

 

Continuam a não haver notícias sobre a aptidão de John Terry e de Eden Hazard para integrar o onze do Chelsea FC na final de amanhã. A dupla foi submetida a testes na segunda-feira depois da vitória de sábado por 2-1 sobre o Aston Villa FC. Terry saiu do campo em maca após sofrer uma pancada no tornozelo, enquanto Hazard, apenas voltou à acção depois de ultrapassar uma pancada nos gémeos mas terminou o jogo sendo assistido devido a queixas num tendão. Podemos saber mais às 18.00 (hora portuguesa) quando Rafael Benítez fizer, em conferência de imprensa, a antevisão da final no ArenA de Amesterdão.

©Getty Images

 

 

SABIA QUE? Óscar Cardozo marcou em seis dos últimos dez jogos do Benfica contra equipas inglesas?

 

©Getty Images

 

 

 

A Amsterdam ArenA é o centro das actividades, com os trabalhadores num vaivém pelos corredores para deixar o estádio pronto. No campo, sob o tecto fechado (está um gelo lá fora) há quem esteja a ensaiar os eventos pré-jogo, com alguns alunos afortunados e os seus professores não menos entusiasmados posicionados em pé para jogadores e mascotes. Eles fazem isso tendo em fundo um zumbido suave e o cheiro de erva fresca enquanto duas máquinas de cortar relva trabalham para pôr o relvado em bom estado.

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

A cidade de Amesterdão prepara-se a todo o vapor para receber a final da UEFA Europa League, entre SL Benfica e Chelsea FC, com o ambiente da final já presente na capital holandesa e na Amstrerdam ArenA. Os adeptos começam a chegar e a atmosfera em redor do recinto começa a subir de intensidade.

©Getty ImagesSABIA QUE? O holandês Björn Kuipers será o árbitro na quarta-feira. A última vez que o Benfica esteva numa grande final europeia, em 1990, o árbitro também foi do país anfitrião (Helmut Kohl, Áustria) – sendo que a equipa portuguesa perdeu com o AC Milan, em Viena. Será um presságio?


 

A equipa do SL Benfica já chegou a Amesterdão, num voo de Lisboa que demorou cerca de duas horas e meia. A comitiva "encarnada" ficará agora instalada numa unidade hoteleira no centro da cidade, deslocando-se à Amsterdam ArenA esta tarde, para a habitual conferência de imprensa antes dos jogos (16h15), seguindo-se uma sessão de treino integralmente à porta aberta (das 17h00 às 18h00). A conferência de imprensa de antevisão do encontro por parte do Chelsea FC tem lugar pelas 18h00 e será seguida de uma sessão de treino também integralmente à porta aberta (das 18h30 às 19h30).

A Amsterdam Arena é o recinto do AFC Ajax e é impressionante. Com capacidade para 51.800 espectadores, foi o primeiro estádio na Europa com um tecto retráctil, que demora 20 minutos a abrir ou a fechar. É composto por duas secções, cada uma com 520 toneladas. Fora do recinto o tempo está ventoso e chuvoso, mas no interior não corre nem uma brisa. É fantástico!

Apenas algumas filas atrás dos bancos de suplentes das duas equipas está o cenário para o clímax da final de amanhã à noite, local onde o SL Benfica ou o Chelsea FC vão erguer pela primeira vez o troféu da UEFA Europa League. A área isolada designa onde os jogadores vão desfilar e receber as medalhas antes do Presidente da UEFA, Michel Platini, entregar ao capitão da equipa vencedora a taça mais pesada da UEFA.

 

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

 

Antes da inauguração da Amsterdam ArenA, em 1996, o principal estádio em Amesterdão a receber jogos importantes das competições da UEFA era o Olympisch Stadion, recinto de excelente memória para o SL Benfica, já que ali venceu a final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1962, tendo vencido o Real Madrid CF por 5-3.

O relvado da Amsterdam ArenA tem recebido todos os cuidados nos últimos dias, não só para o jogo entre SL Benfica e Chelsea FC mas também para as sessões de treino que ambas as equipas irão realizar esta terça-feira. Na segunda-feira o tapete verde foi regado e recebeu o tratamento de inúmeras ventoinhas gigantes. Esta terça-feira, a relva foi aparada e as marcações efectuadas. Está praticamente tudo a postos para o grande encontro.

SABIA QUE? O registo do Chelsea FC, em oito jogos contra clubes portugueses (dois contra o Benfica, seis contra FC Porto) nas competições europeias é V6 E1 D1. O clube londrino já vai em cinco jogos seguidos sempre a vencer na Liga, apesar de todas essas vitórias ganharam sempre pela margem de um golo.



©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.
DID YOU KNOW? Chelsea FC's record in eight games against Portuguese clubs (two against Benfica, six versus FC Porto) in European competition is W6 D1 L1. They are currently on a five-match winning streak against Liga sides, though all those victories have been by single-goal margins.

 

A iluminação pública presente nas ruas que levam até o estádio é alimentada por energia solar ou eólica. E como são seguros os postes, expostos que estão ao vento que zumbe com entusiasmo. Um vento que torna difícil a tarefa ao pessoal de apoio do SL Benfica que procede à descarga do material para deixar tudo pronto para o momento da chegada da equipa dentro de algumas horas.

As “Águias” vão treinar no Amsterdam ArenA pelas 17h00 (hora portuguesa) mas, antes Jorge Jesus vai falar à imprensa (16h15). E eles não precisam de se preocupar em encontrar o caminho de volta para o hotel perto do centro da cidade após o aponto, pois essas luzes vão estar brilhantes a alumiar-lhes o retorno.

 

É impressionante a operação de cosmética realizada na Amsterdam ArenA. O estádio conta agora com a imagem oficial da UEFA Europa League em todas as áreas, públicas e não só. Quem olhar hoje para a Amsterdam ArenA não dirá que é a casa do Ajax AFC. Excelente trabalho!

O holandês Björn Kuipers vai arbitrar a final da UEFA Europa League, entre SL Benfica e Chelsea FC, sendo auxiliado pelos compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra. O juiz arbitrou a edição 2011 da SuperTaça Europeia, no Mónaco, entre FC Barcelona e FC Porto, bem como dois jogos do UEFA EURO 2012. No total, Kuipers dirigiu mais de 15 jogos na UEFA Europa League (incluindo a antiga Taça UEFA) até ao momento, um deles na presente época – entre Liverpool FC e FC Zenit St Petersburg, na segunda mão dos 16 avos-de-final.

Esta será a nona participação do SL Benfica numa final europeia, enquanto para o Chelsea FC é a quinta, apesar de os "blues" liderarem por 3-2 no que diz respeito a troféus conquistados. Além disso, o Benfica atravessa uma série de seis derrotas consecutivas em finais, desde que ganhou a Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1962, sendo que esta presença quebra um jejum de 23 anos num jogo decisivo europeu.

 

O treinador do SL Benfica, Jorge Jesus, levou para Amesterdão os 25 jogadores do plantel, incluindo Maxi Pereira, castigado e impedido de disputar a final, além de Alan Kardec, que não está inscrito. Rafael Benítez, técnico do Chelsea FC, também convocou todo o plantel para a final. Os portugueses Hilário e Paulo Ferreira estão entre os 25 jogadores que viajaram para a Holanda. John Terry e Eden Hazard, que se lesionaram frente ao Aston Villa FC no passado fim-de-semana, também integram a comitiva.

Ao longo de Kramatweg, um subúrbio a leste da cidade de Amesterdão, o presidente da UEFA, Michel Platini acaba de inaugurar oficialmente um novo mini-campo, financiado pelo Programa de Formação da UEFA e que assinala, amanhã, o “Dia da Formação”. Vamos logo estar fora de Olympia Plein para a conclusão de um torneio de escalões de formação que começou há poucos dias, com 3.000 alunos, mas só depois da 'Equipa Platini' tentar vencer a 'Equipa Kluivert' no Kramatweg.

 

O primeiro jogo do SL Benfica em Amesterdão terminou com a conquista da Taça dos Clubes Campeões Europeus; venceu o Real Madrid por 5-3 no antigo Estádio Olympisch na final de 1963. O Benfica disputou depois dois encontros contra o AFC Ajax no Olympisch. Ganhou por 3-1 nos quartos-de-final da edição 1968/69 da Taça dos Campeões Europeus, mas perdeu por 1-0 na visita mais recente, nas meias-finais da edição 1971/72.

Para o Chelsea FC esta é a primeira partida europeia em Amesterdão; não obstante, os "blues" visitaram o Olympisch na Taça das Cidades com Feira – precursora da Taça UEFA e da UEFA Europa League, em 1968, tendo empatado 0-0 diante do AFC Door Wilskracht Sterk (mais conhecido como DWS).

No futebol moderno muito se discute acerca do número de jogos que as equipas fazem. No total, o SL Benfica realizou 53 jogos até ao momento esta época, ao passo que o Chelsea FC completou 67, todas as competições incluídas.

Ola John, do SL Benfica, e Nathan Aké, do Chelsea FC, são os únicos jogadores holandeses ainda em prova. John, extremo nascido na Libéria, ingressou no Benfica proveniente do FC Twente em 2012. Realizou dois jogos na Amsterdam ArenA ao serviço dos "tukkers": a sua antiga equipa bateu o AFC Ajax por 2-1 na SuperTaça da Holanda, em Julho de 2011, antes de empatar 1-1 para o campeonato, em Setembro. Aké chegou ao Chelsea oriundo do Feyenoord, onde alinhou desde os 12 anos.

Petr Čech e Frank Lampard estarão na conferência de imprensa do Chelsea FC agendada para as 18h00 (hora portuguesa). E estarão acompanhados pelo técnico Rafael Benítez, de quem se esperam notícias sobre as lesões de Eden Hazard e de John Terry. Entretanto, e dentro de momentos, Luísão e Ola John, além do técnico Jorge Jesus, farão a antevisão da final do lado do SL Benfica

Bem, se é possível medir qualquer coisa pelo tempo então o SL Benfica está cá para isso: Luisão, Ola John e Jorge Jesus chegaram à conferência de imprensa mais cedo.

©AFP/Getty Images

 

 


Ola John: Lampard é, obviamente, um bom jogador. Ele está lá há muito tempo e pode mudar um jogo. Mas a equipa do Chelsea, como um todo, é boa - teremos de ter cuidado com todos eles.


 


Ola John: Uma final é muito especial, mas eu não acho que isso signifique que vou estar mais nervoso. Animado, mas não nervoso - Eu já disputei grandes jogos antes.

 


Ola John: O Chelsea está diferente (de há 12 meses]. A equipa é mais jovem e agora não há nenhum homem alvo, é um estilo diferente. Eles estão na final e não estão aqui para perder.

 

Agora o Luisão...

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 


Luisão: Preparamos bem o jogo e desde sábado [após a derrota frente ao FC Porto] que estamos100 por cento focados nesta final. Estamos a olhar em frente, não para trás.

 


Luisão: Houve um bom ambiente na equipa durante toda a temporada e eu estou orgulhoso de fazer parte disso. Nós crescemos e sempre que alguém chega ao clube depressa fica a perceber o que significa vestir a camisola do Benfica.

 


Luisão:
Eusébio está aqui e a sua presença significa muito. Ele é um ponto de referência no Benfica e poder compartilhar momentos com ele é importante para a equipa.

 


Luisão: Nós podemos fazer história num clube importante como o Benfica, todas as outras informações são esquecidas assim que entrarmos em campo.

 


Luisão: O que eu quero é o melhor para o Benfica. O Benfica merece isso, temos crescido nos últimos anos. Como capitão, representamos não apenas os jogadores e as suas famílias, bem como todos os que trabalham neste clube.

Os jogadores abandonaram a conferência para irem para o treino no relvado da Amsterdam ArenA, deixando o treinador do SL Benfica, Jorge Jesus para responder às perguntas. E este começou por dizer: "É o jogo mais importante da minha carreira até agora - é a final da UEFA Europa League, é por isso que estamos todos aqui. É a minha primeira final de uma grande taça europeia. Sinto-me muito orgulhoso e feliz por estar aqui. "

 

Jorge Jesus: "Se compararmos os desempenhos de Chelsea e do Benfica na Europa ao longo das últimas temporadas é normal pensar que o Chelsea seja o favorito, mas uma final é uma final e nós no Benfica tem todas as possibilidades de ser os vencedores amanhã."

 

Jorge Jesus: "Pode ver que esta conferência de imprensa está cheia e isso é porque o Benfica é um clube importante e também por isso não foi muito difícil aos jogadores mudar a sua mentalidade [após a derrota no fim-de-semana com o FC Porto] e reerguer-se para este jogo. "

Jorge Jesus: "Na minha opinião chegaram à final as duas melhores a competir na UEFA Europa League"

 

Jorge Jesus: "O Benfica criou um nome para si na década de 1960 e tem vindo a recuperar o prestígio perdido ao longo dos últimos anos - nós recuperamos o nosso prestígio internacional e é para isso que o presidente do clube e o próprio clube estão a trabalhar: por numa melhor reputação na Europa."

Jorge Jesus despachou a última pergunta e a conferência de imprensa acabou. A do Chelsea FC será a próxima dentro de uma hora. Fique com UEFA.com para mais notícias em directo de Amsterdão.

 

 

Frank Lampard vai estar na conferência de imprensa do Chelsea FC, que começa dentro de 45 minutos. Esperam-se algumas perguntas sobre o recorde de golos do clube, que foi batido no sábado frente ao Aston Villa FC.

 

©Getty Images

 

 

A conferência de imprensa Chelsea FC está prestes a iniciar-se, vamos então poder ver e ouvir o que Frank Lampard, Petr Čech e Rafael Benítez tem a dizer sobre a final de amanhã.

 

©Getty Images
Rafael Benítez (Chelsea FC)

Rafael Benítez, treinador do Chelsea FC, durante a conferência de imprensa antes do jogo da segunda mão das meias-finais da UEFA Europa League, frente ao FC Basel 1893.

 


Frank Lampard:
No ano passado foi uma inspiração. Olhando para trás, provavelmente formos a surpresa. Estivemos em algumas finais e ficamos a saber que são as pequenas coisas que fazem a diferença. O Benfica é uma boa equipa, tal como o Bayern era.

 


Frank Lampard:
Quanto mais perto se está da final, mais queremos aqui estar. Assim que desembarcamos aqui ficou claro que estamos numa final europeia e que queremos ganhá-la.

 


Frank Lampard:
O sucesso da nossa temporada será decidido amanhã, mas não acho que nos tenhamos superado.

 

Perguntado a Frank Lampard se os dois golos no fim-de-semana lhe haviam rendido um novo começo, o jogador sorriu ironicamente e olhou para a direita, onde Rafael Benítez se manteve impassível. Ao lado direito do treinador, Petr Čech dá uma gargalhada.

 


Petr Čech:
Definimos algumas metas para esta temporada e não as conseguimos concretizar todas, mas este é um grande jogo para nós, para fazer história para o clube.

 


Petr Čech:
Este Benfica é ainda mais forte do que o aquele que derrotamos na última temporada. Tem jogadores bons, com muito talento, avançados velozes e uma equipa muito equilibrada.

 

Frank Lampard: Todos nós, aqueles que estão aqui há mais tempo e os que estão há menos, querem ganhar este troféu para o Chelsea.

 


Petr Čech:
Não importa o que fazes para vencer uma final europeia, desde que a venças.

 

Petr Čech e Frank Lampard abandonaram a sala rumo ao treino. Rafael Benítez está, agora, sozinho ...

 


Rafael Benítez
abriu a conferência com uma actualização sobre os dois lesionados: Hazard não estará disponível e, quanto ao John Terry, será reavaliado amanhã. Não é a melhor lesão, mas vamos dar uma olhada hoje e depois decidir.


 


Rafael Benítez:
Estar nesta fase mostra que jogamos bem.

 


Rafael Benítez:
Eu não vejo favoritos. O Jorge Jesus é um bom treinador, eles tiveram uma boa temporada e são bons na Europa. Eu acho que vai ser uma final interessante para todos. Eles têm experiência, mas nós também.

 


Rafael Benítez:
O principal é termos confiança e acreditar que podemos fazer as coisas bem, mas obviamente que também depende da outra equipa.

 


Rafael Benítez:
Disputamos todas as partidas [na UEFA Europa League].contra equipas muito boas e com uma mentalidade ofensiva. 

 

Rafael Benítez concluiu a sua conferência de imprensa e seguiu para o treino do Chelsea FC. O seu comentário de despedida foi:



Claro que queremos vencer. Somos profissionais. Analisamos tudo e esperamos continuar a melhorar. 

 

Óscar Cardozo (fotografado durante o treino na Amsterdam ArenA) tem revelado muita pontaria desde que o SL Benfica passou a disputar a UEFA Europa League, com os seus seis golos nas eliminatórias a querer dizer que está a apenas dois do artilheiro da competição, o avançado da SS Lazio, Libor Kozák.

©Getty Images

 

 

O SL Benfica treinou na Amsterdam ArenA, numa sessão aberta e que contou com boa disposição. Após os habituais exercícios de aquecimento, os jogadores foram divididos para uma "peladinha", com Eduardo Sálvio, Nemanja Matić e Enzo Peréz a trabalharem à parte, realizando alguns alongamentos.  

 

Parece que o treinador do Chelsea FC, Rafael Benítez tinha todos os motivos para ficar na defensiva quando questionado sobre a extensão da lesão de John Terry. Tendo surgido em campo no treino na Amsterdam ArenA, o defesa de 32 anos foi para o banco depois de um breve trabalho com os companheiros de equipa.

 

©Getty Images

 

 

 

 

 

 

O blogue está encerrado por hoje. Na quarta-feira a nossa experiente equipa de repórteres vai recolher todas as informações em Amesterdão da final da UEFA Europa League. Junte-se a nossa alargada comunidade no Facebook e no Twitter, siga @EuropaMike para ter uma perspectiva única deste aguardo jogo.

Esta manhã o jornal De Telegraaf centra as atenções em Boudezijn Zenden, o holandês que é treinador adjunto do Chelsea FC. O antigo médio, que foi 54 vezes internacional pela Holanda, está optimista para a final e destaca que o clube inglês pode conseguir uma proeza inédita. "Podemos tornar-nos na primeira equipa a deter simultaneamente a UEFA Europa League e a UEFA Champions League", destacou. "Dentro de dez dia temos de passar a taça das orelhas grandes [da UEFA Champions League] ao próximo vencedor. Se vencermos o SL Benfica, podemos ficar com as duas taças até à final de Wembley",

Zenden, que ao longo da carreira representou clubes como PSV Eindhoven, FC Barcelona, Chelsea, Liverpool FC e Olympique de Marseille, também deixou elogios a David Luiz, antigo jogador do Benfica. O defesa de 26 anos tem sido uma revelação em Stamford Bridge e pode assumir um importante papel de liderança se John Terry não recuperar a tempo de uma lesão. "O David Luiz é um jogador que está a caminho do topo e que ainda pode evoluir muito", explicou Zenden "Terry continua a ser o líder, mas o David Luiz está a caminho. Pode jogar como defesa-central ou no meio-campo. A questão é se o clube o consegue manter, tal tem sido a sua evolução".

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

O tempo esta manhã em Amesterdão está mais parecido com o de Londres do que com o de Lisboa, com os termómetros com dificuldades em atingirem os dez graus e o céu muito nublado. Ventos fortes dificultam a vida dos 600 mil ciclistas que habitam na cidade mas, pelo menos, não está a chover. Há rumores que com o aproximar da hora da final será possível vislumbrar uma coisa grande e amarela que, aparentemente, mora por cima do cobertor de nuvens.

 

Hoje é o grande dia da final da UEFA Europa League, entre SL Benfica e Chelsea FC, na Amsterdam ArenA. Terça-feira foi dia de conferências de imprensa e treino para as duas equipas, ao passo que hoje é dia de concentração absoluta para o jogo decisivo. Parte dos adeptos de ambos os clubes é esperada hoje em Amesterdão, num dia que se prevê movimentado no Aeroporto de Schiphol. O tempo está frio, com cerca de 11º, sendo que esta manhã caíram aguaceiros. No entanto, não é esperada chuva para a hora do encontro.

Esta manhã, em Inglaterra, o Telegraph destaca cinco pontos que podem decidir a final a UEFA Europa League. O primeiro duelo destacado é entre Nemanja Matić, do SL Benfica, e Juan Mata, do Chelsea FC. "Matić é um jogador muito importante para o Benfica", explica o jornal. "Como médio defensivo, o gigante sérvio é importante a destruir jogo e a auxiliar a defesa, mas ambém é capaz de controlar a bola em terrenos mais avançados. Isso não impede que possa ter problemas em controlar Juan Mata, que é um especialista em encontrar espaço entre as linhas. As movimentações do espanhol e o faro de golo podem ser fatais para Matić se o Chelsea conseguir controlar a posse de bola".

Não é surpresa que Óscar Cardozo, que está em boa forma na competição, também seja apontado como um dos elementos fundamentais na equipa de Jorge Jesus e na utilização dos passes longos. O diário também destaca o duelo entre Fernando Torres e Luisão. "Fernando Torres tem brilhado na UEFA Europa League, mostrando maior eficácia e alegria do que na Premier League", explica. "Como Demba Ba não pode jogar [por ter alinhado na prova pelo Newcastle United FC], o espanhol tem assumido e responsabilidade e marcado golos importantes. Vai ser interessante ver se consegue manter a boa forma, esta noite, frente a um defesa-central de grande experiência".

©Getty Images

 

 

"Fiquem na história" é a manchete de hoje do jornal A Bola, que dedica toda a primeira página à final da UEFA Europa League entre o SL Benfica e o Chelsea FC. Na antevisão do encontro em Amesterdão, o diário analisa as duas equipas e adianta que o treinador Jorge Jesus deverá jogar apenas com Óscar Cardozo na ataque, com Lima a ceder o lugar a Nicolás Gaitán, que poderá funcionar como organizador de jogo do Benfica.

Nuno Gomes, antigo avançado do SL Benfica, que actualmente joga em Inglaterra no Blackburn Rovers FC, acredita que a sua antiga equipa pode conquistar a UEFA Europa League e considera que os atacantes podem ser decisivos num triunfo sobre o Chelsea FC. "Aposto num ataque com Cardozo e Lima", explicou o jogador de 37 anos ao jornal Record. "Jorge Jesus recuperou a magia perdida do Benfica". O diário desportivo também compara Maxi Pereira, o defesa-direito que vai falhar a final devido a castigo, com Diamantino Miranda, o antigo médio que falhou a final da Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1988 devido a uma lesão no joelho.

©Getty Images

 

 

O Jogo baseia o seu optimismo no facto do último título europeu do SL Benfica ter sido conquistado em Amesterdão, há 51 anos. O diário desportivo também destaca que 30 aviões fretados vão viajar hoje de Portugal para levar os adeptos das “águias” a assistir à final na Holanda.

Nos órgãos de comunicação social portugueses parece existir um tema comum a todos. Quando o treinador húngaro Bela Guttmann deixou o Benfica, depois de conquistar dois títulos europeus consecutivos em 1960/61 e 1961/62, afirmou: "Sem mim o Benfica nunca mais irá conquistar um troféu europeu". A maldição de Bela Guttman é uma lenda antiga em Portugal e, depois de seis derrotas em finais, todos esperam ver terminar a maldição.

©Getty Images

 

 

A ambiente começa a animar em Amesterdão com a chegada de cada vez mais adeptos para a final desta noite. Chegaram por terra, mar e ar, de Londres e de Lisboa, mas também de locais mais longínquos. Alguns turistas menos informados parecem surpreendidos com esta invasão, mas os habitantes locais estão avisado há algum tempo. Muitos estão à porta das suas casas para ver os adeptos que passam e que pintam os canais da cidade de azul e vermelho.

Muitos bares e restaurantes prometeram apoio a um dos finalistas, decorando as entradas com bandeiras e cachecóis dos clubes. Em alguns locais isso é mais evidente, com alguns a ostentarem bandeiras azuis de forma menos subtil que o café de uma rua secundária onde parámos para almoçar. Tinham muitas bugigangas e cartazes afixados, mas nenhum estava relacionado com o futebol. Um refúgio na cidade tomada pela final. Depois reconheci a música: Leonard Cohen e Chelsea Hotel #2.

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

@NugieGABE: Qual pensam ser a equipa favorita a vencer a UEFA Europa League? #UELFinal

@UEFAcomSamA: Os adeptos de ambas as equipas consideram que o Chelsea tem uma ligeira vantagem para esta final. Os ingleses levaram a melhor sobre o Benfica nos quartos-de-final da UEFA Champions League da época passada, ambas as equipas estão diferentes, mas o Chelsea chega em melhor forma a este jogo. Dito isto, talvez seja melhor recordar um das frases feitas mais antigas de futebol, mas uma final é imprevisível e as equipas parecem ser muito equivalentes.

@UEFAcomHugoP: Como explicou o treinador do Chelsea na conferência de imprensa, é um jogo de 50-50. Não há favoritos numa final.

©Getty Images

 




 

@EldoCR: Quem é o jogador mais perigoso desta #UELfinal?

@UEFAcomSamA: Da perspectiva do Chelsea, considero que o jogador mais perigoso do Benfica é o Nemanja Matić (na imagem). Não por ser um goleador, mas porque o sérvio é um especialista em destruir jogo e será fundamental para controlar a ameaça do meio-campo inglês, que considero ser a forma mais provável de chegarem ao golo.

@UEFAcomHugoP: Óscar Cardozo. É um avançado letal frente à baliza.

©Getty Images

 



 

@eddiebellamy: Quem pode ser o elemento decisivo em cada equipa? Quem tem capacidade para mudar o jogo?

@UEFAcomSamA: Eden Hazard teria sido o elemento decisivo do Chelsea, mas a lesão do belga abre caminho para que Frank Lampard volte a assumir o protagonismo. O médio tornou-se no maior goleador da história do Chelsea no fim-de-semana e está de regresso à boa forma. Do lado do Benfica é incontornável destacar o Óscar Cardozo (foto), mas o Nicolás Gaitán pode também desempenhar um papel importante.

@UEFAcomHugoP: A experiência de Lampard pode ser decisiva. Do lado do Benfica, o Nemanja Matić é um pêndulo no meio-campo e pode travar muito do jogo ofensivo do Chelsea.

©Getty Images

 

 

@MaroucheSam: Nenhuma das equipas é especialista em defender, pensam que pode ser um jogo com muitos golos ou pode terminar 1-0?

@UEFAcomSamA:
É engraçado, já ouvi algumas pessoas a dizer isso, mas ambas as equipas tiveram de defender muito bem para chegar até à final, naqueles jogos em que os avançados estiveram menos inspirados. As finais normalmente são equilibradas, pelo que não estou à espera de muitos golos, mas tenho a certeza que os mais experientes diriam o mesmo antes do encontro entre o Liverpool FC e o Deportivo Alavés em 2001.

@UEFAcomHugoP: Ficaria surpreendido se o jogo tivesse muitos golos. É uma final e penso que ambas as equipas vão ser cautelosas para não sofrerem golos.

@HeyJaysOOn: Pensam que podemos ter um desempate por grandes penalidades? :) #UELFinal

@UEFAcomSamA: Duvido. Correndo o risco de contradizer o que disse na resposta anterior, recordo que ambas as equipas marcam muitos golos e, mais importante ainda, têm filosofias atacantes. Fizeram a mesma pergunta ao Petr Čech (na imagem) na conferência de imprensa de ontem e ele respondeu que este ano preferia ganhar no tempo regulamentar, isto apesar de ter sido o herói na final da UEFA Champions League da época passada.

@UEFAcomHugoP: É sempre uma possibilidade. Ambos os guarda-redes poderiam brilhar, pois são os dois de alto nível.

©Getty Images

 

 

@MohamedJacayl: A colocação de David Luiz no meio-campo torna o Chelsea mais forte?

@UEFAcomSamA: Penso sim, por uma razão especial. O David Luiz jogou no Benfica e eles sabem bem como ele joga, mas como defesa-central. O brasileiro já mostrou que pode ser decisivo em ambas as extremidades do campo ao jogar a médio defensivo. Por outro lado, a provável ausência de John Terry pode deixar Rafael Benítez sem outra alternativa para o eixo da defesa.

©Getty Images

 

@Waz_4: Quem será o defesa mais importante do Benfica? #UELfinal

@UEFAcomHugoP: O capitão Luisão é um defesa-central experiente, é um a referência para a equipa e para o clube. Tacicamente é muito importante e é bom na motivação dos colegas.

©Getty Images

 

@DolfiThomas: #UELfinal A ausência de Eden Hazard pode ser comprometedora para as aspirações do Chelsea? Podem os londrinos resistir sem John Terry?

@UEFAcomSamA: Como mencionei anteriormente, considero que a ausência do Hazard é um rude golpe para o Chelsea. Ele teve alguns momentos de inspiração decisivos esta época, com destaque para o golo em período de compensação que permitiu superar o AC Sparta Praha nos 16 avos-de-final e evitou que a campanha do Chelsea na UEFA Europa League terminasse no primeiro obstáculo. Oscar e Juan Mata são jogadores que permitem fazer face à ausência do belga. A perda de Terry poderá ser mais importante, é um golpe psicológico, mas não podemos esquecer que a equipa conseguindo vencer sem o capitão na final de Munique em Maio passado.

©Getty Images

 

@_CFCfansBD_: Qual o jogador do @SL_Benfica que deve merecer mais atenção do @chelseafc? #UELfinal

@UEFAcomHugoP: Além do avançado Óscar Cardozo, considero que o Nicolás Gaitán é uma jogador atacante com muito talento.

@takashishoji: Que tipo de formação deve o @chelseafc adoptar? #UELfinal

@UEFAcomSamA: A táctica de apenas um avançado, com um série de médios criativos no apoio, tem dado bons resultados e penso que o Chelsea não tem motivos para mudar num desafio tão importante.

©Getty Images

 

O tempo em Amesterdão melhorou consideravelmente nas últimas horas, com o sol a espreitar por entre as nuvens. A temperatura situa-se agora nos 17º, à medida que se aproxima o apito inicial da final da UEFA Europa League, entre SL Benfica e Chelsea FC, na Amsterdam ArenA.

@Mimmo_25: Depois da derrota com o FC Porto na Liga portuguesa, em que condições chega o Benfica a este jogo?

@UEFAcomHugoP: A derrota durou apenas 24 horas. Como dizemos em Portugal, a equipe mudou o "chip" e está totalmente concentrada na final.

©AFP/Getty Images

 

 

O registo do SL Benfica em 31 jogos frente a equipas de Inglaterra é de 10V 5E 16D; os "encarnados" defrontaram um adversário daquele país na presente edição da UEFA Europa League, tendo eliminado o Newcastle United FC nos quartos-de-final. Óscar Cardozo marcou em seis dos últimos dez jogos do Benfica frente a clubes ingleses.

O registo do Chelsea FC em oito jogos ante clubes de Portugal (dois frente ao Benfica e seis diante do FC Porto) nas competições europeias é de 6V 1E 1D; os "blues" atravessam uma série de cinco vitórias consecutivas frente a equipas portuguesas, apesar de todas elas terem sido pela diferença de um tento.

@jcotrim21: Que equipa vai apresentar Benítez? No Benfica restam poucas dúvidas.

@UEFAcomSamA: Rafael Benítez é imprevisível, mas não espero grandes surpresas na equipa titular. O treinador teve alguns problemas com lesões com o aproximar do final da época, mas a rotação inteligente de jogadores ajudou os londrinos a conseguir bons resultados num período com muitos jogos.

©Getty Images

 

@gurmss: Quais são as vossas previsões para a exibição de Torres neste jogo?

@UEFAcomSamA: Ele tem estado muito bem nos grandes jogos ao longo dos últimos anos, marcou na meia-final da UEFA Champions League da época passada em casa do FC Barcelona e, por Espanha, na final do UEFA EURO 2012. Tem um talento especial para marcar nos momentos decisivos, as finais. Não ficaria surpreendido se repetisse a proeza.

@UEFAcomHugoP: Vai ser um jogador perigoso, como sempre, mas os defesas do Benfica vão estar à altura do desafio.

©Sportsfile

 

@one_nil_up: Que equipa vai vencer o troféu?

@UEFAcomSamA:
Considero que o Chelsea vai vencer por um golo de diferença, mas penso que vai ser necessário disputar um prolongamento, com o Fernando Torres a marcar o golo decisivo num final dramático. Aconteça o que acontecer, espero um jogo animado, com duas equipas que não receiam jogar ao ataque.

@UEFAcomHugoP: É um jogo de 50-50. Se tivesse que escolher um vencedor diria o Benfica, porque tem a motivação de não conquistar um título europeu há mais de 50 anos. 1-0 para o Benfica.

O registo do SL Benfica em 31 jogos frente a equipas de Inglaterra é de 10V 5E 16D; os "encarnados" defrontaram um adversário daquele país na presente edição da UEFA Europa League, tendo eliminado o Newcastle United FC nos quartos-de-final. Óscar Cardozo marcou em seis dos últimos dez jogos do Benfica frente a clubes ingleses.

O registo do Chelsea FC em oito jogos ante clubes de Portugal (dois frente ao Benfica e seis diante do FC Porto) nas competições europeias é de 6V 1E 1D; os "blues" atravessam uma série de cinco vitórias consecutivas frente a equipas portuguesas, apesar de todas elas terem sido pela diferença de um tento.

O Chelsea FC chega à final após ter ganho quatro dos últimos cinco jogos na UEFA Europa League, enquanto o Benfica perdeu apenas um dos derradeiros 11 nas provas da UEFA. De facto, esse desaire – 1-0 frente ao Fenerbahçe SK na primeira mão das meias-finais – foi o primeiro em 38 jogos oficiais e remonta à derrota por 2-1 contra o FC Spartak Moskva na UEFA Champions League, a 23 de Outubro de 2012.

 

Num hotel elegante do centro de Amesterdão é impossível não reparar em dois jovens que se distinguem claramente dos outros clientes. Enquanto dignitários, dirigentes e caras bem conhecidas do futebol europeu se prepararam para o jogo grande desta noite, André Fonseca e Nuno Pascoal estão a desfrutar de um café e do ambiente. Equipados com camisolas do SL Benfica, André e Nuno ainda não acreditam que ganharam “The Race”, um animado passatempo que tinha como prémio uma viagem com tudo pago à final da UEFA Europa League de 2013.

Depois de terem vencido entre muitas centenas de concorrentes, André deu crédito ao amigo. "Esta participação foi ideia do Nuno e a fonte de inspiração foi a grande instituição que é o Benfica. Comparo o nosso trabalho com o caminho do Benfica até final. Tivemos de superar obstáculos difíceis, mas com determinação, vontade e ambição chegámos até aqui".

Veja como eles venceram os adversários do Chelsea para ganhar “The Race”.

©Sportsfile

 

 

 

 

Ao caminhar ao longo do Oudezijds Voorburgwal encontrámos um pequeno autocarro com matrícula portuguesa e oito passageiros com ar cansado, cambaleando com uma expressão semelhantes à de foliões após uma noite animada, uma aparência que mistura susto e cansaço. São os efeitos de uma viagem de 2.250 quilómetros.

A viagem desde Lisboa durou um total de 24 horas, explicaram, ao mesmo tempo que reconheciam que deviam ter feito a deslocação de forma mais pausada. Não parecia adequado estar a cansa-los com perguntas, pelos que escolhemos apenas uma: quem vai ganhar? "Se nós não pensássemos que íamos ganhar, não estaríamos aqui", foi a resposta rápida. Na verdade, a viagem de regresso a casa na quinta-feira parecerá ainda mais longa se o resultado desta noite for uma derrota.

©Getty Images

 

 

 

No Dam está em destaque uma bandeira canadiana. Claro que é um símbolo que se encontra em todo o mundo, mas esta é especial: pertence à Casa do SL Benfica de Toronto. 30 atravessaram o Atlântico propositadamente para este jogo, alguns nasceram em Portugal, outros estão ligados por laços familiares que só agora descobriram.

Entre eles está o Mano, presidente do grupo fundado em 15 de Junho de 1969 (têm a data nos cachecóis) o que os torna, aparentemente, na casa do Benfica mais antiga no estrangeiro. A bandeira canadiana tem inscrito o leva "Quem ama acredita " e Mano acredita. "Se jogarmos ao ataque, podemos ganhar", comentou sobre o desafio desta noite do Benfica.

View image on Twitter

Cheguei na segunda-feira a Amesterdão e a cidade nunca deixou de estar coberta por nuvens. Agora, a poucas horas do pontapé de saída, o sol irrompeu e, como se pode ver por trás destes animados adeptos do SL Benfica, estamos perante uma bela noite para o ponto alto da UEFA Europa League.

©Sportsfile

 

 

Depois de ter ganho a competição com o Valencia CF, em 2003/04, Benítez pode tornar-se no segundo treinador – após Giovanni Trapattoni, três vezes vencedor – a conquistar o troféu por clubes diferentes. Outros dois técnicos, Luis Molowny (Real Madrid CF, 1985 e 1986) e Juande Ramos (2006 e 2007), ganharam igualmente o torneio em duas ocasiões. O treinador do SL Benfica, Jorge Jesus, disputa a sua primeira final europeia.

Mais uma prova que o tempo está a melhorar, o azul predomina nesta imagem.

©Getty Images

 

 

No Dam, a grande praça que constitui o centro histórico de Amesterdão, já está reunida uma grande multidão junto aos artistas de rua que são típicos desta zona. Há um homem disfarçado com uma máscara de borracha de Freddy Kruger junto do monumento nacional, enquanto mais perto do Palácio Real está um Grim Reaper.

No entanto, o artista mais popular é um homem ligeiramente parecido com o actor Eric Idle e que está equipado da cabeça aos pés à SL Benfica, com um chapéu em forma de troféu e com chinelos com o símbolo do clube de Lisboa. Para os adeptos do Benfica, são motivos suficientes para ser o eleito.

©Getty Images

 

 

 

Temos imagens dos bastidores no Amsterdam ArenA. Este é o balneário do SL Benfica.

©Getty Images

 

 

Aqui está o local onde se vão equipar os jogadores do Chelsea FC.

©Getty Images

 

 

 

Os portugueses André e Nuno foram os grandes vencedores do “'The Race”. Apresentaram o seu vídeo, mas depois ficaram dependentes de um bom resultado da sua equipa. "Ficamos felizes quando soubemos que tínhamos vencido o passatempo, pois estávamos dependentes do resultado do Benfica com o Fenerbahçe na meia-final. Vivemos alguns momentos de ansiedade, mas também estávamos motivados pelo orgulho de saber que o nosso destino dependia do nosso amado Benfica".

Nuno acrescentou sobre a final: "Considero que o Chelsea é o favorito, mas o Benfica tem uma palavra a dizer e penso que também pode conquistar o troféu". Veja com o André e o Nuno venceram os rivais do Chelsea numa corrida de Amesterdão para ganhar um pacote de sonho para a final.

©Sportsfile

 

 

 

Os adeptos já começaram a entrar na Amsterdam ArenA e até já se ouvem cânticos de apoio ao SL Benfica. A bancada destinada aos adeptos do Chelsea FC está menos composta, por enquanto. Ambas as equipas já chegaram ao recinto da final.

O MatchCentre do UEFA.com está activo e vai trazer em directo tudo o que acontece na final da UEFA Europa League entre o SL Benfica e o Chelsea FC.

©Getty Images

 

 

Equipas

SL Benfica: Artur; Almeida, Luisão, Garay, Melgarejo; Pérez, Matić, Gaitán, Salvio; Rodrigo, Cardozo.

Chelsea FC: Ćech; Azpilicueta, Ivanović, Cahill, Cole; David Luiz, Lampard; Ramires, Mata, Oscar; Torres.

Branislav Ivanović, defesa do Chelsea FC: "É uma excelente sensação. Esta equipa merecia isto, tivemos uma época difícil, com muitos jogos. Agora chegou a altura de comemorar".

©Getty Images

 

 

 

Os jogadores do Chelsea FC comemoram o triunfo por 2-1 sobre o SL Benfica na final da UEFA Europa League.

©Getty Images

 

 

 

Fernando Torres, avançado do Chelsea FC: "Percorremos um caminho complicado até Amesterdão e o jogo foi muito difícil. A exibição na primeira parte não foi nada boa. Tivemos que mudar a nossa atitude e puderam ver a diferença na segunda parte".

©AFP/Getty Images

 

 

 

 

 

Nemanja Matić, médio do SL Benfica: "Jogámos muito bem, mas não tivemos sorte. Mostrámos maior qualidade de jogo e criámos mais oportunidades, mas nem sempre ganha a melhor equipa. Parabéns ao Chelsea".

©Getty Images

 

 

Jorge Jesus, treinador do SL Benfica: "Foi uma final entre duas grandes equipas. Fizemos um excelente jogo, mas faltou-nos a sorte que merecíamos. Os nossos adeptos mereciam a vitória pela paixão e lealdade que demonstraram. O Benfica foi melhor durante a maior parte dos 90 minutos".

©Getty Images

 

 

 

 

Rafael Benítez, treinador do Chelsea: "É uma noite especial para todos os envolvidos. Quando se joga uma final e se ganha, ficamos sempre felizes. Estou muito satisfeito pelo Fernando Torres. Algumas pessoas pensam que foi por causa dele que eu fui contratado, ele tem trabalhado muito a forma física e com a equipa técnica. Estou muito feliz por ele ter marcado".

©AFP/Getty Images

 

 

 

Na Roménia, o Gazeta Sporturilor festeja o feito dos "blues". 'Chelsea – um milagre a seguir a outro", lê-se no título. 'Absolutamente fantástico'. O Pro Sport, por seu lado, destacou mais uma conquista do avançado Fernando Torres. 'As pessoas riem-se e gozam com ele, mas o espanhol e Juan Mata são os primeiros jogadores a serem detentores, ao mesmo tempo, de um Campeonato do Mundo, um Campeonato da Europa, uma UEFA Champions League e uma UEFA Europa League.'

Já o Sport.ro, títula com o uma expressão oriunda do latim: 'Veni, Vidi, IVANOvici.'

 

O jornal montenegrino Vijesti começa com o título: 'Ivanović dá glória europeia ao Chelsea, enquanto maldição do Benfica continua.'  No artigo pode-se ler um resumo do resultado do que se passou na Amsterdam ArenA. "Enquanto a equipa londrina festeja mais um troféu, as Águias de Lisboa perderam a sétima final europeia consecutiva, poucos dias passados de terem sofrido uma dolorosa derrota ante o Porto, no jogo decisivo do campeonato português, pode ler-se no diário. "Rafael Benítez vai deixar o Chelsea, mas de cabeça bem erguida e com uma marca indelével na história do clube".

 

Na Grécia, o GoalNews elogia o SL Benfica, lembrando a derrota sofrida nos descontos ante o FC Porto, no fim-de-semana, que lhe poderá ter custado o título português. "Maldição assola o Benfica", escreve. "Em apenas quatro dias, sofreram duas dolorosas derrotas nos descontos, com o Porto e com o Chelsea."

O SportDay mantém o registo, destacando a má sorte das águias desde que venceram a sua segunda Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1962 – perderam agora sete finais europeias seguidas. "A maldição de Béla Guttmann volta a atacar", pode-se ler.

 

O antigo lateral da Inglaterra e do Chelsea FC, Graeme Le Saux, foi muito elogioso para com o treinador interino Rafael Benítez depois da vitória de ontem à noite em Amesterdão. "Rafael Benitez soube gerir o plantel e os jogadores pareciam estar unidos", afirmou. "Isso é trabalho do treinador e ele soube motivar a sua equipa. Há ali crença. Merece os elogios."

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.

 

 

'Chelsea abençoado, Benfica amaldiçoado,' é o título da primeira página do L'Équipe. Depois da final de ontem, o diário falou do que separou as duas equipas. "Um golo nos descontos de Ivanović deu aos londrinos o segundo troféu continental num ano, depois da Champions League", pode-se ler.

"Por outro lado, os jogadores do Benfica parecem ter um peso extra nas costas, pois esta foi a sétima final europeia perdida de forma consecutiva (desde 1962), num fim de época que se está a tornar num pesadelo. Os 'blues' mostraram grande espírito, controlando uma equipa portuguesa que pareceu dominar o jogo. Consguiram marcar de forma inesperada, fazendo seu o famoso 'Fergie Time'."

 

©Getty Images
Fernando Torres (Chelsea FC)
Fernando Torres, avançado do Chelsea FC, com o troféu na mão depois da vitória na final da UEFA Europa League sobre o SL Benfica

 

©Sportsfile

O jornal El Pais também destaca os feitos de Juan Mata e Fernando Torres, mas dá particular relevo ao compatriota espanhol Rafael Benítez. "O Chelsea mostrou a segurança dos campeões, que estão convencidos que ganharão mais cedo ou mais tarde", lê-se. “Confiando na qualidade dos seus atacantes, Mata e Torres brilharam acima dos restantes e tiveram a felicidade nos momentos chave. Também Rafa Benítez, que não fez uma única substituição, tornou-se o segundo treinador, depois de Giovanni Trapattoni, a vencer o troféu com duas equipas diferentes [depois de ganhar a Taça UEFA com o Valencia CF, em 2004].

 

O diário desportivo italiano La Gazzetta dello Sport titula, 'Benitez grita e o Chelsea vence a EuroLeague', resumindo a seguir o que se passou na noite de ontem: "O Chelsea venceu outro troféu europeu depois da Champions League do último ano, enquanto o Benfica voltou a perder nos descontos um encontro decisivo".

Para o jornal de Turim, o Tuttosport, a noite de ontem em Amesterdão foi uma "Festa de despedida para [Rafael] Benítez". O diário acrescenta: "No último lance [Branislav] Ivanović marcou o golo e derrotou o Benfica na final da Europa League; [Fernando] Torres parece renascido."

©AFP/Getty Images

 

 

©Getty Images
'90 Dor' é o título do jornal A Bola, referindo-se à segunda derrota consecutiva do SL Benfica nos descontos, depois de situação semelhante ter ocorrido contra o FC Porto, no sábado. Essa derrota poderá ter-lhe custado o título português, mas a dor de ontem terá sido mais incisiva pois vários jogadores do Benfica ficaram em lágrimas após o apito final.

Já o Record titula 'A maldição está nos descontos', referindo-se ao facto da equipa ter perdido dois jogos decisivos no segundo minuto dos descontos e também em referência à maldição de Béla Guttmann. "Um grande jogo na final da Europa League terminou em lágrimas", conta a versão 'online'  "Não podia ser mais cruel que isto." Houve ainda uma referência à calorosa recepção à chegada a Portugal, com 500 adeptos a saudarem os jogadores apesar da derrota. O Jogo apostou num título semelhante: 'Agora a maldição dos 90'

 

Na Rússia, o Sport-Express falou de uma final dramática da UEFA Europa League, em que o SL Benfica foi a equipa mais perigosa até ao intervalo. "As águias foram mais activas desde o começo e causaram problemas na zona de Petr Čech", pode-se ler. "Mas os 'blues' souberam estar à altura e beneficiaram do facto do adversário não ter materializado esse melhor momento".

Ao ver o  ídolo do Benfica, Eusébio, a saudar os jogadores aquando da cerimónia das medalhas no final, o Sport-Express escreveu: "Eusébio mostrou a sua compaixão depois de ver os seus sucessores perderem outro troféu. Rafael Benítez vai deixar o Chelsea depois de ter feito mais do que lhe foi pedido".

Entretanto, o desportivo Sovetski titula 'Mais um troféu para o museu do Chelsea', acrescentando que, na primeira parte, o Benfica "fez tudo o que quis na área de Čech, excepto colocar a bola dentro da baliza".

©Getty Images
Os dois diários desportivos da Sérvia, o Sportski žurnal e o Sport falam do sucesso do capitão da selecção nacional, Branislav Ivanović, autor do golo da vitória, com o segundo a escrever que o defesa "é um jogador que joga em todo lado e é um futebolista de grande classe". O Sportski žurnal titula ’Bane (alcunha de Ivanović) para a eternidade', destacando que, "Ivanović é o único jogador sérvio que venceu os dois troféus europeus – Champions League e Europa League."

Os diários também falaram da vitória do Chelsea em Amesterdão, com o Politika a escrever ’Ivanović vence o troféu para o Chelsea' resumindo a seguir o que aconteceu numa "grande final, onde viu duas grandes equipas e que terminou com um belo golo de Ivanović". Muita da cobertura na Sérvia é quase toda dedicada a Ivanović, mas também houve espaço para elogioar o Benfica e outro internacional sérvio, Nemanja Matić, que se destacou contra o Chelsea.

 

©uefa.com 1998-2013. All rights reserved.
'Petr Čech de novo no trono,' titula o diário checo Sport, com o guardião do Chelsea FC a ser a estrela em nome do seu país. O Sport salienta que o No1 é agira o segundo jogador checo  – depois de Vladimír Šmicer – a vencer os dois maiores troféus de clubes da Europa. Conta ainda que ele é um dos oito checos que ganharam a Taça UEFA ou a UEFA Europa League, junta,ente com Šmicer, Jiří Němec, Radoslav Látal, Patrik Berger, Radek Šírl, Tomáš Hübschmann e Tomáš Ujfaluši. O Sport destaca ainda o passe longo de Čech para Juan Mata, que começou o primeiro golo do Chelsea. "Isto volta a evidenciar a sua classe mundial. Não só faz grandes defesas, mas também cria oportunidades de golo".

 

'O Chelsea reina' é o título principal do holandês De Telegraaf, enquanto num outro artigo escreve que a 'Orange brilha através de Kuipers', em referência ao grande desempenho do árbitro holandês na final da Europa League."

O diário acrescenta: "Bjorn Kuipers deu um brilho laranja à Europa League. Foi um final à medida para um dia que deu orgulho à Holanda, pelo ambiente amigável e vibrante no centro da cidade antes do início do jogo. O antigo avançado da Holanda, Patrick Kluivert entrou em campo com o troféu e images da capital foram exibidas em todo o mundo para uma audiência a ronda os 175 milhões de espectadores que viram que Kuipers esteve sempre em cima de cada jogada desde o início".

©AFP/Getty Images
'O canto no último minuto volta a atacar', é este o título do Süddeutsche Zeitung, de Munique. Refere-se, claro está, à final do ano passado da UEFA Champions League, na qual o Chelsea FC derrotou o FC Bayern München nas grandes penalidades, depois de Didier Drogba ter empatado a partida com um cabeceamento na sequência de um canto e levado a disputa para prolongamento.

A peça continua afirmando: "De novo um golo perto do final decide. O Chelsea FC venceu a Europa League graças a um golo de cabeça depois de um canto, no minuto 93. Os ingleses foram dominados durante quase todo o tempo, como aconteceu na final de 2012 da Champions League. O Benfica jogou bom futebol, mas os 51 anos de espera pela glória europeia continuam.

 

Alguns adeptos do Chelsea FC poderão ter festejado noite dentro em Amesterdão a vitória na final da UEFA Europa League, mas, muitos deles, levantaram-se cedo para rumar ao aeroporto de Schiphol para apanhar um dos vários aviões que rumam a Londres. A sala de embarque estava repleta de adeptos do Chelsea que usavam camisolas, cachecóis e outros adereços relativos à final e, apesar do tempo cinzento lhes ser familar, nada os impede de estarem sorridentes pela conquista do segundo troféu europeu em duas temporadas.

O azul sobrepõe-se ao vermelho no aeroporto nesta altura, tratando-se de uma longa viagem para casa parte dos adeptos do SL Benfica, que terão, decerto, tempo para meditar no que correu mal no regresso a Lisboa. É tempo de continuarem a acreditar que algo se pode passar na última jornada, ou seja uma eventual escorradela do FC Porto, de modo a terminarem a época em alta.

O Real Betis Balompié premiou o treinador Pepe Mel com um novo contrato por três temporadas depois do técnico de 50 anos ter levado o clube andaluz ao sétimo posto do campeonato e, assim, a um lugar de acesso à pré-eliminatória da UEFA Europa League. Mel pegou nos "Los Verdiblancos" em 2010 e conseguiu a subida de divisão logo na primeira temporada, terminando a seguinte, em 2011/12, no 13º lugar.

Depois de assinar o novo vínculo, que termina agora em 2017, o antigo avançado do Betis afirmou que, "Quando disse [no passado] que queria ver esta equipa a jogar na Europa, as pessoas riram-se na conferência de imprensa. Espero ganhar um título com o Betis e estar na [UEFA] Champions League no futuro. Sonhar não custa nada".

©AFP

 


©AFP/Getty Images

 

 

Mostrar mais comentários

John Atkin, Amesterdão

Alessandro Massimo, Milão

Alexandr Ustinov, Moscovo

Andreas Königl

Andrew Haslam

Andy Brassell, repórter UEFA.com

Andy James, Dortmund

Artem Nefedyev, São Petersburgo

Aydın Güvenir

Ben Gladwell, Roma

Ben Gladwell, Turim

Berend Scholten, Amesterdão

Berend Scholten, Diest

Bogdan Buga, Kiev

c.machado

Carlos Santos, Porto

Chris burke

Christian Châtelet, Paris

dan.ross

Delfin Ramirez

Dirk Vermeiren, Istambul

Emir Tonguç

Eugene Ravdin

EuropaMike

EuropaMike

Felix Rober, Munique

helder.sousa

Hugo Pietra

Hugo Pietra, Amesterdão

Hugo Pietra, Lisboa

Jack Lang

Jamie Reid, Londres

Jim Wirth

John Atkin

John Atkin, Amesterdão

José Nuno Pimentel

Josh Hershman

Lucy Turner, Valência

Lucy Turner, Valência

Marc Uhlmann, Estugarda

Marco Ghighi

Marcos Prieto, Madrid

mark.pettit

Martyn Hindley, Basileia

Martyn Hindley, Basileia

Mathieu Jacquet

Nick Aitken, Manchester

Nuno Tavares

Ondřej Zlámal, Praga

Ondřej Zlámal, Praga

Paolo Menicucci, Milão

Paul Bryan, Madrid

Paul Saffer

Paul-Daniel Zaharia

Paul-Daniel Zaharia, Bucareste

Pedro Gonçalves

Pedro Gonçalves, Lisboa

Philip Röber

Redacção alemã do UEFA.com

Redacção de Londres do UEFA.comRedacção de Londres do UEFA.com

Redacção do UEFA.com

Redacção francesa do UEFA.comRedacção francesa do UEFA.com

Redacção russa do UEFA.com

Richard van Poortvliet, Donetsk

richard.binks

Roberta Radaelli, Milão

Sam AdamsSam Adams

sam.crompton

Steffen Potter, Frankfurt

Tommy Kell

Trevor Haylett

Vassiliki Papantonopoulou

Vassiliki Papantonopoulou, Atenas

Vladimir Bogachov, Grodno

Wayne Harrison

 
 
  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA EUROPA LEAGUE, o logótipo da UEFA Europa League e o troféu da UEFA Europa League estão protegidos por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.