O "site" oficial do futebol europeu

Dinamarca nega apuramento a Portugal

Publicado: Terça-feira, 11 de Outubro de 2011, 23.00CET
Dinamarca 2-1 Portugal
Krohn-Dehli e Nicklas Bendtner garantiram o apuramento aos nórdicos, enquanto Portugal vai disputar o "play-off".
Dinamarca nega apuramento a Portugal
Cristiano Ronaldo marcou para Portugal, mas a Dinamarca garantiu o apuramento ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

DinamarcaPortugal

Golos marcados2
 
1
Posse de bola(%)0
100
Total de tentativas14
 
13
Remates à baliza8
 
4
Remates para fora5
 
8
Remates interceptados0
 
0
Remates nos postes0
 
0
Cantos5
 
3
Foras-de-jogo4
 
5
Cartões amarelos2
 
0
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas11
 
7
Faltas sofridas7
 
11

Classificação

Última actualização: 13/02/2013 11:31 CET

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
 
Publicado: Terça-feira, 11 de Outubro de 2011, 23.00CET

Dinamarca nega apuramento a Portugal

Dinamarca 2-1 Portugal
Krohn-Dehli e Nicklas Bendtner garantiram o apuramento aos nórdicos, enquanto Portugal vai disputar o "play-off".

Um empate era suficiente para Portugal apurar-se para o UEFA EURO 2012, enquanto a Dinamarca precisava de ganhar. E foram os anfitriões, com base numa exibição sólida e fulgurante no ataque, que conseguiram o objectivo, graças a golos de Michael Krohn-Dehli e Nicklas Bendtner, contra um de Cristiano Ronaldo.

A Dinamarca assumiu a iniciativa e, logo aos três minutos, criou perigo. Livre de Eriksen para a área, onde Rui Patrício, com uma defesa instintiva, impediu o golo. Na recarga, Michael Silberbauer introduziu a bola na baliza, mas o lance foi anulado por falta do defesa sobre o guarda-redes.

Mas nove minutos depois, e na sequência do domínio madrugador, a Dinamarca chegou ao golo. Bola colocada em Krohn-Dehli, na esquerda, que, depois de tirar João Pereira do caminho, rematou forte, com a bola a sofrer um desvio em Rolando antes de bater no poste e entrar.

Seguiu-se uma fase em que a Dinamarca continuou a atacar, beneficiando da rapidez e mobilidade dos seus avançados, mas sem efeitos práticos, já que Bendtner não conseguia importunar Rui Patrício. Por seu lado, Portugal não mostrava argumentos para se libertar e falhava bastante no último passe.

O melhor período de Portugal surgiu perto do intervalo. Aos 37 minutos, Carlos Martins serviu Cristiano Ronaldo na área, que rematou de pronto e rasteiro, obrigando Thomas Sørensen a estirar-se no relvado para segurar a bola. Aos 43, num livre marcado rapidamente, Sørensen desviou o cruzamento de João Pereira para a frente e Nani, pressionado por um adversário, rematou por cima, perdendo uma ocasião soberana.

No reinício, voltou a ser a Dinamarca a ameaçar. Um corte defeituoso de João Pereira deixou a bola em Krohn-Dehli, e foi preciso um corte em carrinho de Rolando para evitar o pior. Aos 55, boa jogada individual de Nani na direita, ultrapassando vários adversários antes de assistir Carlos Martins à entrada da área, que rematou com o pé esquerdo para defesa apertada de Sørensen.

E numa altura em que o jogo estava repartido, foi novamente a Dinamarca a marcar, aos 62 minutos. Jogada rápida de contra-ataque, Dennis Rommedahl ganhou o flanco e cruzou para Bendtner, que só teve que encostar, batendo o desamparado Rui Patrício. Paulo Bento refrescou a equipa, fazendo entrar Miguel Veloso e Ricardo Quaresma, e derivou Cristiano Ronaldo para o eixo do ataque, ao lado de Hélder Postiga.

A Dinamarca quase fez o terceiro, novamente numa jogada rápida, com Eriksen a combinar com Krohn-Dehli, antes de trocar as voltas a Rolando à entrada da área e rematar em jeito, com a bola a rasar o poste.

A última cartada ofensiva de Portugal foi Nuno Gomes, mas foi a Dinamarca que esteve mais perto de marcar, em três ocasiões. Primeiro Bendtner cabeceou para excelente defesa de Rui Patrício, que quase de seguida evitou com os pés o golo a Rommedahl. Aos 88 minutos, jogada individual de Simon Poulsen, mas cujo remate forte foi defendido pelo guarda-redes. Em tempo de compensação, Cristiano Ronaldo, de livre, ainda reduziu a diferença, mas de nada serviu.

Última actualização: 12-10-11 1.26CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15171/match=2002301/postmatch/report/index.html#portugal+play+off

Equipas

Dinamarca

Dinamarca

Portugal

Portugal

1
SørensenThomas Sørensen (GR) (C)
12
Rui PatrícioRui Patrício (GR)
2
ZimlingNiki Zimling
Substitution70
2
Bruno AlvesBruno Alves
3
KjærSimon Kjær
3
João PereiraJoão Pereira
4
BjellandAndreas Bjelland
7
RonaldoCristiano Ronaldo (C)
Goal90+2
5
SilberbauerMichael Silberbauer
Yellow Card75
Substitution76
8
João MoutinhoJoão Moutinho
6
JacobsenLars Jacobsen
14
RolandoRolando
7
KvistWilliam Kvist
16
Raul MeirelesRaul Meireles
8
EriksenChristian Eriksen
17
NaniNani
9
Krohn-DehliMichael Krohn-Dehli
Goal13
19
EliseuEliseu
Substitution65
10
RommedahlDennis Rommedahl
Yellow Card45
Substitution87
20
Carlos MartinsCarlos Martins
Substitution65
11
BendtnerNicklas Bendtner
Goal63
23
Hélder PostigaHélder Postiga
Substitution78

suplentes

16
AndersenStephan Andersen (GR)
1
EduardoEduardo (GR)
12
S. PoulsenSimon Poulsen
Substitution76
4
Miguel VelosoMiguel Veloso
Substitution65
13
SvenssonBo Svensson
5
Ricardo CostaRicardo Costa
14
SchöneLasse Schöne
9
QuaresmaRicardo Quaresma
Substitution65
15
J. PoulsenJakob Poulsen
Substitution87
13
Rúben AmorimRúben Amorim
17
C. PoulsenChristian Poulsen
Substitution70
15
Rúben MicaelRúben Micael
18
LarsenSøren Larsen
21
Nuno GomesNuno Gomes
Substitution78

Treinador

Morten Olsen (DEN) Paulo Bento (POR)

Árbitro

Nicola Rizzoli (ITA)

Árbitros assistentes

Luca Maggiani (ITA), Andrea Stefani (ITA)

Quarto árbitro

Andrea De Marco (ITA)

Legenda:

  • GolosGolos
  • Auto-goloAuto-golo
  • Grandes penalidadesGrandes penalidades
  • Penalties falhadosPenalties falhados
  • reds_cardCartões Vermelhos
  • yellow_cardsCartões amarelos
  • yellow_red_cardsDuplo amarelo
  • SubstituiçãoSubstituição
  • © 1998-2013 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • A palavra UEFA, o logótipo da UEFA e todas as marcas relativas às competições da UEFA estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.