O "site" oficial do futebol europeu

Király junta-se aos mais velhos do EURO

Depois de Gábor Király se ter tornado no mais velho jogador de sempre a actuar numa fase final do EURO, o EURO2016.com destaca alguns dos mais notáveis veteranos da história da competição.
Király junta-se aos mais velhos do EURO
Gábor Király (Hungary) ©Getty Images

Király junta-se aos mais velhos do EURO

Depois de Gábor Király se ter tornado no mais velho jogador de sempre a actuar numa fase final do EURO, o EURO2016.com destaca alguns dos mais notáveis veteranos da história da competição.

O futebol não é necessariamente um desporto para jovens. A prova é que quando Arnold Mühren, autor do cruzamento para o mítico golo de Marco van Basten na final de 1988 contra a União Soviética, tinha 37 anos e 23 dias nessa data. O êxito permite-lhe ser, ainda hoje, no jogador mais velho de sempre a sagrar-se campeão europeu de selecções.

Nem todos os jogadores se despedem, contudo, numa noite de glória. Os alemães Lothar Matthäus e Jens Lehmann fixaram recordes menos felizes no seu adeus ao futebol de selecções, com o segundo a ter-se tornado em 2008 no jogador mais velho de sempre a perder uma final e o primeiro a ter sofrido uma eliminação na fase de grupos de 2000 como o jogador de campo mais velho de sempre a disputar a competição. Olhamos para os jogadores mais velhos a deixarem a sua marca no torneio.

Jogador mais velho a participar:
Gábor Király (40 anos 74 dias)
O "Homem do pijama" já pode deixar de ser lembrado apenas por actuar sempre de calças de fato-de-treino, depois de ter alinhado pela Hungria na estreia no UEFA EURO 2016, frente à Áustria, com 40 anos e 74 dias de idade.

Se este for, eventualmente, o seu único jogo na prova, o seu recorde, contudo, pode ser quebrado neste UEFA EURO 2016. O guarda-redes da República da Irlanda, Shay Given, é apenas 19 dias mais novo do que Király e terá mais alguns dias do que o registo agora alcançado pelo guardião húngaro se alinhar nas meias-finais ou final. Se Király jogar pelo menos no terceiro jogo da Hungria no Grupo F – ou numa fase mais adiantada da prova – o seu recorde prevalecerá por pelo menos mais quatro anos.

Jogador de campo mais velho a participar:
Lothar Matthäus (39 anos e 91 dias)
O jogo de Matthäus frente a Portugal, no UEFA EURO 2000, fez dele o jogador mais velho a participar num Europeu (até Király), assinalando igualmente a sua 150ª e última internacionalização pela Alemanha. O antigo médio de VfL Borussia Mönchengladbach, FC Bayern München e FC Internazionale Milano ultrapassou o anterior recorde, pertença do ex-treinador da Dinamarca, Morten Olsen, que tinha 38 anos e 308 dias quando participou na derrota por 2-0 frente à Itália, em 1988.

O dinamarquês era 37 dias mais velho que o guarda-redes inglês Peter Shilton quando efectuou a sua 100ª internacionalização, frente à Holanda, no mesmo torneio, dois dias antes.

©Getty Images

Jogador mais velho campeão:
Arnold Mühren (37 anos e 23 dias)
A final de 1988, em Munique, será para sempre recordada pelo remate de Van Basten, mas poucos conhecem o significado da presença de Mühren. O antigo médio de Ajax, Twente, Ipswich e Manchester United cruzou a bola para Van Basten colocar a Holanda com dois golos de vantagem, e continua a ser o mais velho jogador de qualquer uma das selecções campeãs.

"Só quando regressámos à Holanda é que nos apercebemos da loucura, a alegria pura e os festejos que estavam a decorrer", recorda-se. "Faltou-nos tudo isso na Alemanha. A viagem de barco em Amesterdão foi um ponto alto, eu não conseguia acreditar no que via."

  • São 11 os jogadores em condições de quebarem este recorde no UEFA EURO 2016 se vencerem a final pelos respectivos países: Király (Hungria), Given (Irlanda), Gianluigi Buffon (Itália), Orges Shehi (Albânia), Jean-François Gillet (Bélgica), Zoltán Gera (Hungria), Eidur Gudjohnsen (Islândia), Roy Carroll (Irlanda do Norte), Ricardo Carvalho (Portugal) e Vyacheslav Shevchuk e Anatoliy Tymoshchuk (Ucrânia).

©Getty Images

Jogador mais velho numa final:
Jens Lehmann (38 anos e 232 dias)
Depois de ter desfrutado de uma carreira de sucesso ao serviço de Schalke, Dortmund e Arsenal, Lehmann parecia destinado a despedir-se em grande do futebol internacional, em 2008, mas foi batido na final pela Espanha.

O guardião foi titular absoluto na caminhada da Alemanha até à final, não sofrendo golos em dois jogos, mas em Viena foi incapaz de deter o remate de Fernando Torres, que selou o primeiro título de selecções da Espanha nos últimos 44 anos. Terá sido apenas mera consolação para o alemão saber que nessa noite tinha estabelecido o recorde para o mais velho jogador a participar na final de um Europeu.

  • Király, Given, Shehi e Carroll podem quebrar este recorde no UEFA EURO 2016.

©Getty Images

Jogador mais velho a marcar:
Ivica Vastic (38 anos e 257 dias)
O antigo jogador de Sturm Graz e Áustria Viena saltou do banco de suplentes a 26 minutos do fim do jogo frente à Polónia, na fase de grupos do UEFA EURO 2008, e manteve a frieza no terceiro minuto de compensação, com um penalty que resgatou um empate para a Áustria. Foi o seu 14º golo, no 50º jogo pela selecção, que fez dele o jogador mais velho a marcar numa fase final.

  • Király, Given, Shehi e Carroll podem fixar novos máximos se marcarem no UEFA EURO 2016 – embora isso seja pouco provável, visto todos eles serem guarda-redes (e desempates por penalties, claro, não contam).

©Getty Images

Última actualização: 14-06-16 21.28CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefaeuro-finals/history/memories/newsid=1790131.html#kiraly+junta+mais+velhos+euro