Como poderá ser o alinhamento da UEFA Nations League

A UEFA Nations League arranca em Setembro de 2018, com as 55 federações-membro da UEFA divididas em quatro ligas, mas quem vai estar em cada uma delas?

A Suécia ultrapassou a Bósnia e Herzegovina no lote de selecções que, neste momento, teriam acesso à Liga A
A Suécia ultrapassou a Bósnia e Herzegovina no lote de selecções que, neste momento, teriam acesso à Liga A ©Getty Images

A UEFA Nations League arranca em Setembro de 2018, com as 55 federações membro da UEFA divididas em quatro ligas, mas quem vai estar em cada uma delas?

Quem vai para que liga?

  • Para a edição inaugural da competição, as 55 selecções participantes são divididas em quatro ligas, A–B–C–D, de acordo com a sua posição no Ranking de Coeficientes Selecções Nacionais após a conclusão da Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2018 da FIFA (a 11 de Outubro de 2017, resultados do "play-off" não serão incluídos).
  • A Liga A será composta pelas 12 primeiras selecções do ranking. As 12 selecções seguintes integrarão a Liga B, as 15 a seguir a Liga C e as restantes 16 a Liga D.
  • As Ligas A e B serão compostas por quatro grupos de três selecções cada.
  • A Liga C será composta por um grupo de três selecções e três grupos de quatro selecções.
  • A Liga D será composta por quatro grupos de quatro selecções cada.
  • Os detalhes do sorteio serão confirmados atempadamente.
  • Após a edição inaugural, haverá um sistema de subidas e descidas de escalão entre as Ligas e os rankings da UEFA Nations League irão, depois, determinar os potes de cabeças-de-série para as futuras Qualificações Europeias.
  • DETALHES: TUDO O QUE PRECISA DE SABER

Como seria a constituição das ligas se o alinhamento ficasse definido hoje?

A lista mais recente do Ranking de Coeficientes Selecções Nacionais Interino (não confundir com os Rankings da FIFA, que são um ranking à parte), foi publicada a 11 de Junho de 2017, após disputados os jogos da Qualificação Europeia para o Mundial 2018. Se as ligas fossem constituídas neste momento, de acordo com esse ranking agora publicado, o alinhamento seria o seguinte...

LIGA A (selecções divididas em quatro grupos de três)
Alemanha, Portugal, Bélgica, Espanha, França, Suíça, Itália, Inglaterra, Polónia, Croácia, Islândia, Suécia

LIGA B (selecções divididas em quatro grupos de três)
Eslováquia, Rússia, Holanda, Ucrânia, Bósnia e Herzegovina, Áustria, República da Irlanda, Irlanda do Norte, Turquia, País de Gales, República Checa, Eslovénia

LIGA C (selecções divididas num grupo de três e em três grupos de quatro)
Hungria, Dinamarca, Grécia, Albânia, Roménia, Sérvia, Montenegro, Israel, Escócia, Bulgária, Noruega, Chipre, Lituânia, Azerbaijão, Bielorrússia

LIGA D (selecções divididas em quatro grupos de quatro)
Finlândia, Estónia, Arménia, Geórgia, Ilhas Faroé, Letónia, ARJ Macedónia, Moldávia, Cazaquistão, Luxemburgo, Andorra, Liechtenstein, Malta, Kosovo, San Marino, Gibraltar

Este alinhamento das Ligas é provisório; os alinhamentos oficiais serão confirmados após o final da Qualificação Europeia para o Campeonato do Mundo de 2018 da FIFA, em Outubro. Há muitas possibilidades de as selecções subirem ou descerem de patamar.

Contudo, olhando para o panorama actual...

  • Bélgica, Suíça, Croácia, Polónia, Islândia e Suécia teriam, todas elas, oportunidade de lutar por um primeiro grande troféu de selecções, ao competirem na Liga A, na qual os vencedores de cada um dos quatro grupos seguem para o torneio final, a eliminar, a disputar em Junho de 2019, do qual sairá o campeão.
  • A Holanda, antiga campeã europeia, e o País-de-Gales, semifinalista do UEFA EURO 2016, estão entre as selecções que, neste momento, seguiriam para a Liga B.
  • Presentes no último EURO, Hungria, Roménia e Albânia seguiriam para uma Liga C que promete ser muito competitiva.
  • Uma selecção da Liga D terá assegurada uma vaga no UEFA EURO 2020 através do "play-off" a jogar em Março; dessas selecções, apenas a Letónia já no passado marcou presença numa fase final de uma grande competição (UEFA EURO 2004).

Nota: a Rússia e a Ucrânia poderão estar na mesma Liga, mas não poderão ser sorteadas para o mesmo grupo. O mesmo aplica-se a Arménia e Azerbaijão, se as decisões tomadas pelo Comité Executivo da UEFA continuarem em vigor aquando da realização do sorteio.