Sérgio Conceição lamenta desaire mas mantém confiança

Sérgio Conceição sofreu a primeira derrota como treinador do Porto, no arranque do Grupo G da Champions League, e lamentou a má entrada da sua equipa em jogo, mas continua a acreditar no apuramento.

  • FC Porto sofre primeiros golos e primeira derrota da época no arranque do Grupo G, frente ao Beşiktaş JK
  • Sérgio Conceição lamenta má entrada no jogo mas garante: "vamos apurar-nos"
  • Defesa Felipe diz que "faltou aproveitamento e um pouco mais de agressividade"
  • Talisca, autor do primeiro golo do Beşiktaş: "Foi um grande jogo da nossa parte"
  • Şenol Güneş, treinador do Beşiktaş, feliz com vitória sobre "Porto muito forte"

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto
Encontrámos pela frente uma equipa experiente, com capacidade individual, mas isso não pode ser desculpa. Não entrámos bem, faltou-nos agressividade no momento da construção de jogo do Besiktas, que pôde jogar com muito à vontade.

Reagimos bem à primeira desvantagem, podíamos até ter passado para a frente, mas fomos para o intervalo a perder. Na segunda parte tentámos mudar o que não estava a correr tão bem, podíamos ter empatado por duas ou três vezes, mas perto do fim, sofremos o terceiro golo. Deixámos fugir três pontos, mas vamos buscá-los a algum lado e vamos apurar-nos.

Felipe, defesa do FC Porto
Não fizemos um mau jogo. Tivemos mais cantos, mais remates. Faltou aproveitamento e um pouco mais de agressividade no primeiro tempo. Eles tiveram menos oportunidades, mas conseguiram convertê-las em golo. Temos de saber reagir e corrigir o que fizemos de errado, para fazermos melhor no próximo jogo. Há que lembrar que defrontámos uma equipa de qualidade. No segundo tempo jogámos mais próximos uns dos outros, mas não foi suficiente.

Talisca, avançado do Besiktas
Foi um grande jogo da nossa parte, quer defensivamente, quer ofensivamente. Sabíamos que ia ser difícil, mas felizmente conseguimos os três pontos. Fizemos o que o treinador pediu e tudo correu bem. Fizemos uma grande primeira parte, na segunda o Porto veio para cima de nós, mas soubemos sofrer. Foi um grande jogo. É sempre especial marcar na Champions League, seja contra quem for.

Şenol Güneş, treinador do Besiktas
Ganhámos com três golos frente a uma equipa muito forte. O FC Porto é muito forte. Jogou bem e criou oportunidades, mas nós também fizemos o que nos competia e o que tínhamos planeado pôr em prática. A jogar a este nível e com tranquilidade temos hipóteses de avançar, mas este foi apenas o primeiro jogo.

Foi importante marcarmos primeiro, o que nos deu maior confiança. Atacámos muito bem, mas defendemos igualmente bem e isso foi determinante. Temos de continuar assim para conseguirmos o nosso objetivo.