O "site" oficial do futebol europeu

Milan procura quebrar tradição ante o Barcelona

Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET
O Milan recebe o Barcelona na primeira mão dos oitavos-de-final à procura de levar a melhor após ter sido eliminado nos quartos-de-final de 2011/12 e nas meias-finais de 2005/06.
Milan procura quebrar tradição ante o Barcelona
Antonio Nocerino tenta levar a melhor sobre Lionel Messi num dos jogos dos quartos-de-final da época passada ©Getty Images

Estatísticas da prova

MilanBarcelona

Golos marcados9
 
18
à baliza55
 
102
para fora46
 
74
Cantos35
 
74
Foras-de-jogo24
 
26
Faltas cometidas112
 
110
Cartões amarelos22
 
25
Cartões Vermelhos0
1

Dossiers de Imprensa

  • Dossier de Imprensa (português)
 
Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET

Milan procura quebrar tradição ante o Barcelona

O Milan recebe o Barcelona na primeira mão dos oitavos-de-final à procura de levar a melhor após ter sido eliminado nos quartos-de-final de 2011/12 e nas meias-finais de 2005/06.

O AC Milan vai tentar evitar a terceira eliminação frente ao FC Barcelona quando as duas equipas se encontrarem na primeira mão dos oitavos-de-final, num embate que junta dois dos emblemas mais laureados da UEFA Champions League.

• Sete vezes vencedor do troféu, o Milan foi afastado nas duas vezes que encontrou o Barcelona nas rondas a eliminar da UEFA Champions League: nos quartos-de-final da temporada passada e nas meias-finais de 2005/06.

• Enquanto o Barcelona venceu o Grupo G, os "rossoneri" de Massimiliano Allegri ficaram em segundo no Grupo C, com o menor número de pontos (oito) alcançados por uma equipa presente nos oitavos-de-final.

Encontros anteriores
• Estes dois gigantes europeus encontraram-se em 15 ocasiões e o Barcelona soma seis triunfos, contra s quatro do Milan, tendo marcado 22 golos contra 19 dos italianos. O registo do Milan em casa diante do Barcelona, em sete jogos é: 2V 2E 3D.

• Nos quartos-de-final da época passada, Milan e Barcelona registaram um nulo na primeira mão, jogada em San Siro, a 28 de Março. As equipas foram as seguintes:
Milan: Abbiati, Bonera, Mexès, Nesta (Mesbah 75), Antonini, Nocerino, Ambrosini, Seedorf, Boateng (Emanuelson 67), Robinho (El Shaarawy 52), Ibrahimović.
Barcelona: Valdés, Alves, Piqué, Mascherano, Puyol, Xavi, Busquets, Keita, Sánchez (Pedro Rodríguez 76), Messi, Iniesta (Tello 65).

• O Barcelona venceu por 3-1 em casa a 3 de Abril, numa partida em que Lionel Messi bisou na primeira parte, ambas de grande penalidade, antes de Antonio Nocerino fazer o empate no minuto 32. Andrés Iniesta selou a vitória da equipa de Josep Guardiola ao apontar o terceiro tento aos 53 minutos.

• Os clubes também se defrontaram na fase de grupos da época 2011/12, em que o Barcelona somou quatro pontos nos dois encontros. O referente à primeira jornada, em Camp Nou, a 13 de Setembro de 2011, terminou com igualdade 2-2 e Thiago Silva a marcar o golo do empate do Milan, aos 92 minutos, isto após Pedro Rodríguez e David Villa terem dado a volta ao marcador, inaugurado por Pato logo no minuto inicial.

• O Barcelona ganhou depois em Milão, por 3-2, a 23 de Novembro, resultado que relegou o conjunto da casa para o segundo posto do grupo. Xavi Hernández apontou o golo da vitória no minuto 63, depois de Zlatan Ibrahimović e Kevin-Prince Boateng terem feito o empate respondendo ao autogolo de Mark van Bommel e a uma grande penalidade convertida por Messi, respectivamente.

• Treinada então por Frank Rijkaard, o Barcelona ganhou por um total de 1-0 frente ao Milan de Carlo Ancelotti nas meias-finais da temporada 2005/06, na caminhada para a conquista da segunda de quatro vitórias na UEFA Champions League. O tento de Ludovic Giuly na primeira mão, em San Siro, revelou-se decisivo, numa eliminatória em que Massimo Ambrosini actuou pelo Milan e Víctor Valdés, Carles Puyol e Iniesta o fizeram pelo Barcelona.

• O Barcelona não perde há sete partidas com o Milan, cujo derradeiro triunfo remonta a 20 de Outubro de 2004, em que Andriy Shevchenko fez o único golo do encontro. O suplente Ambrosini jogou pelos "rossoneri", ao passo que Valdés, Puyol, Xavi e o também entrado Iniesta alinharam pelos "blaugrana". Ambrosini é o único sobrevivente da vitória anterior em Camp Nou, por 2-0, a 26 de Setembro de 2000.

• O encontro mais importante entre os dois emblemas ocorreu na final de 1994 da UEFA Champions League, em Atenas, na qual o Milan de Fabio Capello venceu por 4-0, graças a golos de Daniele Massaro (22, 45), Dejan Savićević (47) e Marcel Desailly (58). O Milan levou também a melhor quando encontrou o Barcelona na SuperTaça Europeia de 1989, tendo ganho 1-0 em casa e empatado 1-1 fora.

• O Barcelona seguiu em frente na primeira vez que os dois clubes se defrontaram numa eliminatória a duas mãos, ao derrotar o Milan por um total de 7-1 por ocasião da primeira eliminatória da edição de 1959/60 da Taça dos Clubes Campeões Europeus.

Retrospectiva
• Os três encontros do Milan em San Siro no Grupo G saldaram-se em apenas dois pontos e apenas um golo marcado, ante o Málaga CF, rival do Barcelona na Liga espanhola.

• Em contraste, o Barcelona venceu oito dos últimos 11 encontros fora na UEFA Champions League e procura a sexta presença consecutiva nos quartos-de-final. Na fase de grupos venceu em terreno alheio o SL Benfica e o FC Spartak Moskva, tendo perdido na visita ao reduto do Celtic FC.

• A eliminação do Arsenal pelo Milan nos oitavos-de-final da época passada terminou uma série de três afastamentos nesta fase da prova e colocou-o pela primeira vez nos quartos-de-final desde 2006/07.

• Os "rossoneri" não venceram nenhum dos últimos seis jogos em casa disputados ante equipas de Espanha, mas o seu registo frente a equipas daquele país é: 11V 6E 6D.

• O registo fora do Barcelona contra emblemas da Serie A é: 6V 7E 5D. A última derrota em San Siro aconteceu ante do FC Internazionale Milano, por 3-1, nas meias-finais de 2009/10.

• O Barcelona sagrou-se campeão da Europa pela primeira vez ao derrotar a UC Sampdoria, por 1-0, na final de 1992, disputada em Wembley.

• O Milan perdeu por 3-2 a sua primeira final da Taça dos Campeões ante o Real Madrid CF, em 1957/58.

Ligações entre as equipas
• Produto das escolas do Barcelona, Bojan Krkić jogou na primeira equipa dos espanhóis entre 2007 e 2011, tendo feito 104 jogos no campeonato e marcado 26 golos. Somou ainda cinco tentos pelo Barcelona em 28 partidas da UEFA Champions League e foi suplente não utilizado nas vitórias das finais de 2009 e 2011.

• Riccardo Montolivo e Ignazio Abate jogaram na derrota da Itália por 4-0 ante a Espanha na final do UEFA EURO 2012, disputada em Kiev, em Julho. Jordi Alba marcou um dos golos, numa selecção espanhola que contou também com Gerard Piqué, Xavi, Iniesta, Cesc Fàbregas, Sergio Busquets e Pedro Rodríguez, este entrado na segunda parte.

• Fàbregas marcou no empate 1-1 entre as duas equipas na fase de grupos, em Gdansk, numa partida em que o único representante do Milan foi o suplente Nocerino.

• Fàbregas marcou a grande penalidade que deu à Espanha a vitória sobre a Itália nos quartos-de-final do UEFA EURO e foi o autor do tento inaugural do Arsenal FC na vitória fora por 2-0 ante o Milan, o qual utilizou Ambrosini na segunda mão dos oitavos-de-final, em 2007/08; os ingleses seguiram em frente com esse resultado no conjunto das duas mãos. Mathieu Flamini actuou nessa noite ao lado de Fàbregas na equipa do Arsenal e também jogou com Alex Song durante a passagem por Londres.

• Lionel Messi fez o golo do empate da Argentina, quando deu a volta e venceu por por 2-1 a selecção da Colômbia capitaneada por Mario Yepes, num encontro de qualificação para o Campeonato do Mundo disputado em Barranquilla, em Novembro de 2011.

• Iniesta marcou no prolongamento o golo da vitória quando a Espanha levou a melhor sobre a Holanda, na qual actuou Nigel de Jong, na final do Mundial 2010.

• Christian Abbiati (Club Atlético de Madrid), Robinho (Real Madrid) e Cristián Zapata (Villarreal CF) passaram pelo futebol espanhol. Zapata jogou na derrota do Villarreal por 5-0 em Camp Nou, em Agosto de 2011, mas Robinho fez parte da equipa do Real Madrid que venceu em Barcelona por 1-0 em Dezembro de 2007.

• Thiago Alcántara nasceu em San Pietro Vernotico, em Itália, numa altura em que o seu pai, Mazinho, jogava no US Lecce e representou também a ACF Fiorentina. Thiago estreou-se pela selecção da Espanha numa derrota por 2-1 ante a Itália, em Bari, em Agosto de 2011, partida na qual Montolivo marcou pelos "azzurri".

• Alexis Sánchez marcou no empate 4-4 da Udinese Calcio na visita ao reduto do Milan, em 2010/11. Em sete jogos no campeonato e um na taça, essa foi a única vez que marcou aos "rossoneri" durante as três épocas que passou em Udine, tendo a sua equipa registado três vitórias, dois empates e duas derrotas.

• Javier Mascherano estava na equipa do Liverpool FC derrotada por 2-1 pelo Milan de Ambrosini na final de 2007 da UEFA Champions League, em Atenas.

• Villa bateu o guarda-redes Marco Amelia quando marcou aos 82 minutos, de grande penalidade, o golo da vitória do Valencia CF sobre o Genoa CFC, por 3-2, na fase de grupos da edição de 2009/10 da UEFA Europa League. O avançado do Barcelona assinou o tento do triunfo aos 95 minutos no jogo de volta, em Itália, onde Amelia não jogou.

• A segunda mão disputa-se a 12 de Março.

Última actualização: 15-02-13 18.47CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009590/prematch/background/index.html#milan+barcelona+voltam+encontrar

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.