O "site" oficial do futebol europeu

Arsenal tenta corrigir erros passados frente ao Bayern

Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET
O Arsenal foi eliminado nesta fase da competição nas duas épocas anteriores, por isso vai querer mostrar que aprendeu a lição quando receber o Bayern na primeira mão.
Arsenal tenta corrigir erros passados frente ao Bayern
Lukas Podolski, do Arsenal, passou três épocas no Bayern ©Getty Images

Estatísticas da prova

ArsenalBayern

Golos marcados13
 
31
à baliza43
 
113
para fora21
 
89
Cantos30
 
108
Foras-de-jogo23
 
31
Faltas cometidas123
 
173
Cartões amarelos26
 
30
Cartões Vermelhos0
1

Dossiers de Imprensa

  • Dossier de Imprensa (português)
 
Publicado: Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013, 9.45CET

Arsenal tenta corrigir erros passados frente ao Bayern

O Arsenal foi eliminado nesta fase da competição nas duas épocas anteriores, por isso vai querer mostrar que aprendeu a lição quando receber o Bayern na primeira mão.

A campanha do Arsenal FC na UEFA Champions League terminou nos oitavos-de-final nas duas épocas anteriores, e à medida que se prepara para enfrentar o FC Bayern München, está determinado a não repetir os erros da temporada passada.

• Nos oitavos-de-final da edição 2011/12, o clube Londrino sofreu uma goleada por 4-0 frente ao AC Milan na primeira mão. Apesar de ter empreendido uma recuperação vigorosa em casa, de nada serviu, sendo eliminado com um resultado total de 4-3.

• Entretanto, o Bayern ultrapassou esta fase em três das quatro épocas anteriores, e o vencedor do Grupo F espera repetir o feito frente a um adversário que terminou o Grupo B no segundo posto, atrás de outro clube alemão, o FC Schalke 04.

Encontros anteriores
• As equipas defrontaram-se nesta fase em 2004/05, com o Bayern a construir uma vantagem de 3-1 na primeira mão, realizada em casa, com Claudio Pizarro a marcar os dois primeiros golos. A vitória foi suficiente para apurar a equipa alemã, apesar do triunfo por 1-0 do Arsenal na segunda mão.

• As equipas do jogo em Highbury, a 9 de Março de 2005, foram as seguintes:
Arsenal: Lehmann, Lauren, Senderos, Touré, Cole, Vieira, Ljungberg (Van Persie 80), Flamini (Fàbregas 63), Reyes (Pirès 63), Bergkamp, Henry.
Bayern: Kahn, Sagnol, Lúcio, Kovač, Demichelis, Lizarazu, Ballack, Salihamidžić (Hargreaves 90), Deisler (Zé Roberto 73), Pizarro, Guerrero (Linke 85).

• Quatro épocas antes, as equipas tinham medido forças na segunda fase de grupos, onde o Bayern voltou a levar a melhor, ganhando em casa por 1-0, após um empate a dois em Londres.

Retrospectiva
• O Arsenal, presente nos oitavos-de-final pela 13ª época consecutiva, procura atingir os quartos-de-final pela primeira vez desde 2010, mas perdeu em casa frente a adversários da Bundesliga na fase de grupos. A vitória por 2-0 do Schalke no norte de Londres, na terceira jornada, quebrou a série de seis vitórias caseiras consecutivas dos "gunners" frente a equipas alemãs, bem como uma sequência de 45 jogos em casa invictos frente a equipas não-inglesas. No global, o registo caseiro dos "gunners" frente a clubes alemães é de nove vitórias, um empate e duas derrotas.

• A equipa de Arsène Wenger venceu os outros dois jogos da fase de grupos no Arsenal Stadium, batendo o Olympiacos FC por 3-1 e o Montpellier Hérault SC por 2-0, com o triunfo sobre os franceses a confirmar o apuramento.

• Fora de portas, os "gunners" iniciaram a campanha com uma vitória por 2-1 sobre o Montpellier, mas desperdiçaram uma vantagem de dois golos e permitiram o empate com o Schalke (2-2), antes de perder por 2-1 com o Olympiacos, na sexta-jornada.

• Entretanto, o Bayern sofreu uma derrota surpresa com o FC BATE Borisov, na segunda jornada do Grupo F, por 3-1, mas ganhou por 1-0 frente ao LOSC Lille, o que significa que o empate a um golo no terreno do Valencia CF, na quinta jornada, garantiu a passagem à fase a eliminar.

• Em casa, o Bayern ganhou os três jogos disputados, com 12 golos marcados. Abriu com um triunfo por 2-1 sobre o Valência, antes de golear o Lille por 6-1, com Pizarro a facturar um "hat-trick" no espaço de 16 minutos. O BATE foi derrotado por 4-0 em Munique na derradeira jornada.

• O Arsenal é o terceiro adversário inglês do Bayern nas últimas duas épocas. Defrontou o Manchester City FC na fase de grupos da edição anterior, ganhando por 2-0 em Munique, antes de perder pelo mesmo resultado, com o apuramento já garantido. Posteriormente, defrontou o Chelsea FC, na final do torneio, realizada na sua Fußball Arena München.

• A derrota no desempate por penalties significa que foi batido três vezes por equipas inglesas na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus – juntando-se os desaires de 1982 e 1999, frente a Aston Villa FC e Manchester United FC, respectivamente. O Bayern venceu o Leeds United AFC, na final de 1975, somando um dos seus quatro títulos europeus.

• O seu registo global frente a equipas inglesas é de 13 vitórias, 13 empates e dez derrotas; fora de casa, é de duas vitórias, sete empates e seis derrotas.

• O Bayern perdeu nas quatro deslocações anteriores a Inglaterra, e nunca ganhou em cinco visitas a Londres. Aparte a derrota e o empate com o Arsenal, o clube de Munique perdeu por 4-2 com o Chelsea FC, na primeira mão dos quartos-de-final da edição 2004/05, e por 2-0 com o Tottenham Hotspur FC, na terceira eliminatória da edição 1983/84 da Taça UEFA, sendo eliminado nas duas ocasiões; também empatou a um com o Tottenham, na primeira mão da segunda eliminatória da edição 1982/83 da Taça das Taças, apurando-se com um resultado total de 5-2.

Ligações entre as equipas
• Lukas Podolski representou o Bayern entre 2006 e 2009, marcando 15 golos em 71 jogos de campeonato. Antes e depois dessa passagem pelos bávaros, passou um total de seis épocas ao serviço do 1. FC Köln, e em dez jogos frente ao Bayern, só por uma vez venceu.

• Per Mertesacker apontou o golo do SV Werder Bremen na derrota caseira por 3-1 frente ao Bayern, a 29 de Janeiro de 2011. Depois de Arjen Robben ter feito o empate, um auto-golo de Mertesacker colocou o Bayern a vencer por 2-1, cabendo a Miroslav Klose selar o resultado final. Durante as cinco épocas passadas no Bremen, Mertesacker defrontou o Bayern 16 vezes, vencendo apenas duas.

• Mertesacker e Pizarro foram colegas de equipa no Bremen entre 2008 e 2011.

• Tomáš Rosický marcou 20 golos em 149 jogos na Bundesliga com a camisola do Borussia Dortmund, entre 2001 e 2006, tendo conquistado o campeonato em 2001/02.

• Robben marcou na vitória fora do Chelsea FC sobre o Arsenal, por 2-0, a 18 de Dezembro de 2005. Nos seus três anos em Stamford Bridge, enfrentou os "gunners" quatro vezes, sem nunca perder.

• Franck Ribéry é companheiro de Bacary Sagna, Abou Diaby, Olivier Giroud, Sébastien Squillaci e Laurent Koscielny na selecção francesa.

• Thomas Müller marcou pela Alemanha na vitória por 2-1 sobre a França, num amigável disputado a 6 de Fevereiro, naquela que foi a primeira vitória dos germânicos sobre os "bleus" desde 1987 e a primeira em França em 78 anos. Lahm e Gomez também foram titulares, bem como Podolski, com Toni Kroos a entrar no segundo tempo. Ribéry, Sagna. Koscielny e Giroud, este último como substituto, estiveram em acção pela França. 

• Giroud marcou pela França, que também contou com Ribéry, num triunfo por 2-1 sobre a Alemanha, num amigável realizado em Bremen a 29 de Fevereiro de 2012. Jérôme Boateng e Toni Kroos foram titulares pela Alemanha, com Mario Gómez e Müller a entrarem na segunda parte. Manuel Neuer não saiu do banco de suplentes.

• O País de Gales, de Aaron Ramsey, perdeu por 2-0 com a Alemanha em jogo de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2010. Do lado germânico alinharam Philipp Lahm, Bastian Schweinsteiger e Gomez. Mertesacker e Podolski, actuais colegas de equipa de Ramsey, também participaram no jogo de Cardiff, a 1 de Abril de 2009.

Última actualização: 17-02-13 22.22CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009588/prematch/background/index.html#arsenal+tenta+afastar+bayern

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.