O "site" oficial do futebol europeu

Bayern imperial na casa do Arsenal

Publicado: Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013, 22.50CET
Arsenal FC 1-3 FC Bayern München
Após sofrer o primeiro golo em 2013, Toni Kroos, Thomas Müller e Mario Mandžukić deixaram o Bayern perto dos quartos-de-final.

O conteúdo é transmitido de forma a que seja protegido e apenas disponível no formato flash. O seu aparelho não parece ser compatível com o leitor vídeo de flash.

Estatísticas dos jogos

ArsenalBayern

Golos marcados1
 
3
à baliza9
 
8
para fora3
 
8
Cantos2
 
8
Foras-de-jogo2
 
2
Faltas cometidas13
 
19
Cartões amarelos5
 
3
Cartões Vermelhos0
 
0
Posse de bola(%)55
 
45

Classificação

 
Publicado: Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013, 22.50CET

Bayern imperial na casa do Arsenal

Arsenal FC 1-3 FC Bayern München
Após sofrer o primeiro golo em 2013, Toni Kroos, Thomas Müller e Mario Mandžukić deixaram o Bayern perto dos quartos-de-final.

O FC Bayern colocou-se numa excelente posição para passar aos quartos-de-final da UEFA Champions League ao triunfar, por 3-1, no terreno do Arsenal FC em partida da primeira mão dos oitavos-de-final.

O Arsenal até teve uns primeiros cinco minutos bastante dinâmicos e com boa circulação da bola, mas isso foi somente o tempo que o Bayern demorou a assentar e a impor o seu jogo sobre o adversário, sufocando-o com uma fortíssima pressão logo à saída da grande área do conjunto de Londres.

O primeiro golo da partida surgiu logo aos sete minutos e para o Bayern. Após uma boa jogada de envolvimento do ataque bávaro, Thomas Müller cruzou da direita a meia-altura para a zona frontal, onde surgiu Toni Kroos a rematar de primeira à meia-volta, sem possibilidade de defesa para Wojciech Szczęsny.

O Bayern não baixou a guarda, mas o Arsenal também não conseguiu reagir e, aos 21 minutos, como corolário de mais um período de intensa pressão dos alemães, estes beneficiaram de um canto. Kroos cobrou-o do lado direito para um primeiro cabeceamento de Daniel van Buyten defendido com dificuldade por Szczęsny e Müller estava por perto para recargar com sucesso.

O Arsenal conseguiu escapar, por instantes, à pressão do Bayern mas sem nunca rematar à baliza de Neuer e, ao invés, no derradeiro minuto do primeiro tempo, o Bayern podia ter sentenciado o encontro, mas o cabeceamento de Mario Mandžukić na resposta ao cruzamento de Philipp Lahm saiu a milímetros do poste esquerdo.

Não tendo o Bayern marcado, foi mesmo o Arsenal a consegui-lo aos 55 minutos, na sequência de um canto. Jack Wilshere cruzou do lado direito e, na tentativa de tentativa de alívio de cabeça, Dante chocou com Mandžukić, ficando a bola à mercê de Lukas Podolski, que, entretanto liberto de marcação, cabeceou a contar frente a um dos seus ex-clubes.

Arsène Wenger procurou aumentar o caudal ofensivo da equipa e lançou Tomáš Rosický e Olivier Giroud de uma assentada e, após passe longo do checo para Theo Walcott, o dianteiro francês rematou de primeira, mas encontrou Neuer no caminho do seu forte disparo.

Mas uma altura de maior assédio do Arsenal à baliza de Neuer acabou por trazer um golo ao Bayern. O capitão Lahm desceu pelo flanco direito até à linha de fundo, de onde cruzou para a boca da baliza, onde Mandžukić tentou emendar o cruzamento na disputa com Bacary Sagna. A bola ressaltou no francês e, através de um efeito caprichoso, acabou por entrar na baliza, para espanto do próprio croata. Luiz Gustavo ainda teve um forte disparo para ampliar a diferença dos bávaros, mas Szczęsny opôs-se com êxito. Deste modo, a tarefa dos "gunners" no encontro de volta, a 13 de Março, ficou muito difícil.

Última actualização: 21-02-13 0.03CET

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/season=2013/matches/round=2000348/match=2009588/postmatch/report/index.html#bayern+imperial+londres

  • © 1998-2014 UEFA . Todos os direitos reservados.
  • As palavras CHAMPIONS LEAGUE e UEFA CHAMPIONS LEAGUE, o logótipo e o troféu da UEFA Champions League e o logótipo da Final da UEFA Champions League estão protegidas por marcas registadas e/ou direitos de autor da UEFA. As referidas marcas registadas não podem ser utilizadas para qualquer fim comercial. A utilização do UEFA.com implica o seu acordo com os Termos e Condições, e com a Política de Privacidade.